Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/289023
Type: TESE
Title: Avaliação clinica da regeneração ossea guiada associada ou não ao enxerto osseo no tratamento de defeitos osseos resultantes da peri-implantite induzida por ligaduras em cães
Author: Lopes, Fernanda Ferreira
Advisor: Nociti Junior, Francisco Humberto, 1967-
Junior, Francisco Humberto Nociti
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar, clinicamente, o preenchimento de defeitos ósseos ao redor de implantes após a utilização da regeneração óssea guiada (ROG), isolada ou em combinação com enxerto ósseo (E O) mineralizado, no tratamento da peri-implantite induzida por ligaduras em cães. Uma amostra de cinco cães foi selecionada, onde os segundos, terceiros e quartos pré-molares inferiores (P2, P3 e P4) bilaterais foram extraídos. Três meses após a extração dos dentes, dois implantes de titânio foram colocados bilateralmente em cada cão. Os intermediários foram conectados três meses após a colocação dos implantes e induzido o processo de peri-implantite através de ligaduras ao redor dos implantes. As ligaduras e os intermediários foram removidos após um mês e quatro diferentes modalidades de tratamento foram propostas: descontaminação, descontaminação associada a regeneração óssea guiada, descontaminação associada a enxerto ósseo mineralizado e descontaminação associada a regeneração óssea guiada e enxerto ósseo mineralizado. Os níveis de inserção relativos ao redor dos implantes foram obtidos no momento do tratamento (pré-tratamento) e 5 meses após o tratamento (pós-tratamento) da peri-implantite, com o auxílio de um guia de sondagem, fio de aço e paquímetro digital. Estatisticamente, não houve diferença em relação ao preenchimento do defeito ósseo, entre as modalidades de tratamento propostas (p=0,3779). Logo dentro dos limites do presente estudo, as quatro modalidades de tratamento avaliadas mostraram resultados semelhantes, embora maior preenchimento do defeito tenha sido observado clinicamente quando a descontam inação estava associada à técnica de ROG mais enxerto ósseo, seguido por ROG e enxerto ósseo isolados

Abstract: The objective of the present study was to evaluate, clinically, hard tissue fill following treatment of ligature-induced peri-implantitis defects in dogs with guided bone regeneration and/or bone grafts. Five dogs were used. The mandibular premolars were bilaterally removed. After 3 months of healing, two titanium implants were placed on each si de of the mandible. Following abutment connection, 3 months later, experimental peri-implantitis was induced by the placement of cotton ligatures in a submarginal position. Ligatures and abutments were removed after one month and the bony defects were randomly assigned to one of the following treatments: debridement, debridement plus guided bone regeneration, debridement. plus mineralized bone graft and debridement plus guided bone regeneration associated with mineralized bone graft. The peri-implant bone defects were clinically measured before and 5 month post-treatments. No statistically significant differences in hard tissue fill were found between the defects treated by any of the procedures (p=0,3779). Within the limits of this study, it can be concluded that ali tested treatments provided similar results in bone defect fill. However, a trend to improved gains was observed when the debridement procedure was supplemented, sequentially, by bone graft, guided bone regeneration and a combination of both
Subject: Implantes dentários endoósseos
Ossos - Regeneração
Ossos - Enxerto
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lopes_FernandaFerreira_M.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.