Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288870
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Influência da espessura da resina de baixa viscosidade e da técnica restauradora na infiltração marginal em restaurações realizadas com compósito dental /
Title Alternative: Influence of the thickness of two flowable composite resins and the restorative technique on microleakage of simulated class II composite resin restorations
Author: Hernandes da Fonseca, Natália Maria Aparecida, 1986-
Advisor: Aguiar, Flávio Henrique Baggio, 1977-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar quantitativamente a infiltração marginal ao redor de restaurações dentais, realizadas com compósito resinoso microhíbrido, variando a espessura, a resina de baixa viscosidade e a técnica restauradora. As superfícies proximais de cento e trinta incisivos bovinos foram preparadas e divididas de acordo com a resina de baixa viscosidade (Filtek Z350 Flow - Z350F e SureFil®SDRTM Flow - SUR), espessura da resina de baixa viscosidade (0,5 mm, 1,0 mm ou 2,0 mm) e técnica restauradora (resina de baixa viscosidade aplicada na parede gengival, até o ângulo cavo-superfícial - CS; resina de baixa viscosidade aplicada na parede gengival, até a junção amelo-dentinária - JAD) (n=10). Um grupo controle foi realizado sem o uso de resina de baixa viscosidade. Após os procedimentos restauradores (resina microhíbrida Filtek Z250) e termociclagem, os dentes foram imersos em azul de metileno por 2 horas. As amostras foram trituradas e o pó foi preparado para a análise de absorbância em espectrofotometria. Os resultados foram lidos e interpretados através da análise estatística ANOVA (p=0,05) em esquema fatorial 2 x 3 x 2 com 1 tratamento adicional e teste de Tukey (p=0,05). A comparação com o grupo controle foi realizada pelo teste de Dunnett (p ?0,05). Os resultados mostraram que não houve diferença estatística entre os compósitos de baixa viscosidade testados. Para SUR, não houve diferença estatística entre as técnicas restauradoras. Para Z350F, a técnica JAD apresentou menor infiltração marginal quando utilizou-se camada de 1,0 ou 2,0 mm de espessura. E para ambas as técnicas e compósitos de baixa viscosidade, 0,5 mm de espessura apresentou menor infiltração que 2,0 mm. Comparando com o grupo controle, Z350F (0,5 mm para técnica CS e JAD, e 1,0 mm para técnica JAD) e SUR (0,5 mm para a técnica JAD) apresentaram menor infiltração marginal. É possível concluir que o uso de menor espessura de resina de baixa viscosidade proporcionou menor infiltração marginal, sugerindo melhor selamento da interface dente restauração

Abstract: The aim of this in vitro study was to evaluate the microleakage in Class II cavities, restored with dental composite, varying the thickness of two flowable composite resins and the restorative technique. One hundred and thirty cavities were prepared on proximal surfaces of bovine teeth, and were randomly divided according to the flowable composite resin (Filtek Z350 Flow - Z350F and SureFil®SDRTM Flow - SUR), thickness of flowable composite (0.5, 1.0, or 2.0 mm) and restorative technique (flowable composite applied until cavosurface angle - CS; or flowable composite applied until amelo-dentinal junction - ADJ) (n=10). A control group was performed without using flowable composite. Following restorative procedures (microhibrid composite Filtek Z250) and the thermocycling, the samples were immersed in methylene blue for 2 hours. The samples were ground and the powder was prepared for analysis in an absorbance spectrophotometer. All results were statistically analyzed by three-way ANOVA and Tukey test, and Dunnett test were applied to comparisons with control group (p?0.05). Results showed that there was no statistical difference between the flowable composite tested. For SUR, there is no statistical difference between the restorative techniques. For Z350F, the restorative technique ADJ showed lower microleakage than technique CS only when the flowable composite was applied to 1.0 and 2.0 mm thickness. And for both techniques and flowable composite resins, 0.5 mm sample thicknesses showed lower microleakage than 2.0 mm thickness. Comparing with the control group, the lower thickness of Z350F (0.5 mm for technique CS and 2 and 1.0 mm for JAD) and SUR (0.5 mm for technique ADJ) showed lower microleakage. It is possible to conclude that a lower thickness of flowable composite resin provided lower microleakage, suggesting better sealing tooth-restoration interface
Subject: Infiltração dentária
Restauração dentária permanente
Adaptação marginal dentária
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: HERNANDES DA FONSECA, Natália Maria Aparecida. Influência da espessura da resina de baixa viscosidade e da técnica restauradora na infiltração marginal em restaurações realizadas com compósito dental /. 2011. 36 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/288870>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
HernandesdaFonseca_NataliaMariaAparecida_M.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.