Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288849
Type: TESE
Title: Influencia da ansiedade e do genero do avaliador sobre a produção de compostos sulfurados volateis e biomarcadores salivares
Title Alternative: Influence of anxiety and experimenter gender on the volatile sulfur compounds and salivary biomarkers production
Author: Lima, Patrícia Oliveira de, 1986-
Advisor: Marcondes, Fernanda Klein, 1970-
Abstract: Resumo: A halitose é a emanação de odores desagradáveis pelas narinas e pela cavidade oral, devido à produção de compostos sulfurados voláteis (CSV) originados do metabolismo bacteriano, geralmente relacionados à higiene ou alterações bucais. Porém, fatores emocionais e o ciclo menstrual também influenciam a produção de CSV. Neste contexto, e considerando que o gênero do avaliador pode influenciar as respostas do voluntário, o objetivo deste estudo foi avaliar a influência da ansiedade e do gênero do avaliador sobre a produção de CSVe biomarcadores salivares. A situação de ansiedade foi induzida pelo Video-Recorded Stroop Color-Word Test (VRSCWT), validado como um modelo de ansiedade experimental. As concentrações bucais de CSV e salivares de cortisol, alfa-amilase, imunoglobulina A secretória (IgA) e proteínas totais, bem como as pressões arteriais sistólica e diastólica, freqüência cardíaca (FC) e o fluxo salivar foram determinados antes e após a aplicação do VRSCWT. Os resultados foram avaliados utilizando-se Análise de Variância com Medidas Repetidas (p<0,05). O VRSCWT induziu aumento significativo na concentração de CSV, em ambos os gêneros, sem influência do gênero do avaliador. Mulheres apresentaram maiores concentrações de CSV do que voluntários do gênero masculino, antes e após o VRSCWT. O VRSCWT também induziu aumento nos valores de pressão arterial em homens e mulheres em relação aos valores basais. O aumento na pressão arterial sistólica foi mais pronunciado quando os voluntários foram avaliados por um experimentador do gênero oposto. Mulheres, quando avaliadas pelo gênero oposto, apresentaram aumento significativo do cortisol e alfa amilase salivar em relação aos valores basais, sem alteração quando o VRSCWT foi aplicado por avaliador do mesmo gênero, ou em voluntários do gênero masculino. Não houve alteração sobre os valores de FC, fluxo salivar, IgAs e proteínas totais após a aplicação da situação ansiogênica. Os resultados demonstraram que o VRSCWT induziu ansiedade, a qual aumentou a produção de CSV, sendo que estes efeitos sofreram influência do gênero do voluntário e do avaliador.

Abstract: Halitosis is the emanation of offensive odors from nostrils and oral cavity due to volatile sulfur compounds (VSC) production originated from bacterial metabolism, usually related to hygiene or oral alterations. However emotional factors and menstrual cycle have also been associated with the VSC production. In this context, and considering that the gender of the experimenter may influence the responses of the volunteer, the aim this study was to evaluate the influence of the anxiety and experimenter gender on the VSC and salivary biomarkers production. The anxiety was induced by Video-Recorded Stroop Color-Word Test (VRSCWT), validated as a model of experimental anxiety. The VSC concentration and salivary of cortisol, alpha-amylase, secretory IgA (sIgA) and total proteins, as well as, systolic and diastolic blood pressure, heart rate (HR) and salivary flow were evaluated before and after the application of the VRSCWT. Data were compared by Analysis of Variance with Repeated Measures (p<0.05). The VRSCWT induced significant increase in the VSC concentration, in both genders, without influence of the experimenter gender. Women presented higher VSC concentration than men, before and after VRSCWT. The VRSCWT also induced increase in blood pressure in men and women in relation to basal values. The increase in systolic blood pressure was more pronounced when volunteers were evaluated by an experimenter of the opposite gender. Women, when evaluated by the opposite gender, presented a significant increase of cortisol and salivary alpha-amylase in relation baseline values, without changes when the VRSCWT was applied by the evaluator of the same gender, or male volunteers. There was no change on the values of HR, salivary flow, sIgA and total proteins after anxiogenic situation. The results showed that the VRSCWT induced anxiety and increased VSC production and that these effects were influenced by the volunteer and gender of the experimenter.
Subject: Ciclo menstrual
Proteinas salivares
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_PatriciaOliveirade_M.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.