Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288846
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Influencia do ciclo estral sobre as alterações de sensibilidade adrenergica induzidas por estresse agudo
Author: Tanno, Ana Paula
Advisor: Marcondes, Fernanda Klein, 1970-
Abstract: Resumo: o estresse pode alterar a sensibilidade de vários tecidos às catecolaminas. O objetivo deste estudo foi avaliar a sensibilidade à noradrenalina e adrenalina de átrios direitos de ratas submetidas ao estresse agudo, em diferentes fases do ciclo estral. Ratas Wistar nas fases de proestro, estro, metaestro e diestro foram submetidas a uma sessão de 50 min de natação, após a qual foram anestesiadas e sacrificadas. Os átrios direitos destes animais, e de ratas controles, foram isolados para obtenção de curvas concentração-efeito (CCE) à noradrenalina ou adrenalina, antes e após o bloqueio dos sistemas de metabolização das catecolaminas (fenoxibenzamina + estradiol). Os dados foram analisados por ANOVA bifatorial ou teste t de Student. O estresse por natação não alterou a sensibilidade à noradrenalina nas fases de estro, metaestro e diestro (p>0,05). Entretanto, no proestro, a natação induziu supersensibilidade à noradrenalina (p<0,05). Também no proestro, o bloqueio dos sistemas de metabolização das catecolaminas promoveu um desvio menor na CCE à noradrenalina no tecido de animais estressados em relação ao tecido isolado de ratas controle (1,74 x 2,45; p<0,05).A sensibilidade à adrenalina em átrios direitos de ratas controle foi maior na fase de metaestro em relação às outras fases do ciclo estral. Nos átrios direitos de ratas controle em metaestro, a inibição in vitro dos processos de metabolização não deslocou a CCE à adrenalina. O estresse por natação induziu supersensibilidade à adrenalina em átrios isolados de ratas em metaestro, após bloqueio dos sistemas de metabolização (p<0,05). Nossos resultados mostram que a supersensibilidade à noradrenalina induzida por uma sessão de natação aplicada no proestro está parcialmente relacionada à inibição da metabolização da noradrenalina, porém, outros mecanismos também parecem estar envolvidos. Durante o metaestro, a supersensibilidade à adrenalina não parece ser determinada por alterações nos processos de metabolização das catecolaminas. Pode-se concluir que o ciclo estral tem influência nas alterações de sensibilidade adrenérgica induzidas por estresse, assim como nos mecanismos que as determinam

Abstract: Stress may change the sensitivity to catecholamines of many tissues. The aim of this study was to evaluate the sensitivity to noradrenaline and adrenaline of the right atria from female rats submitted to acute stress during the different phases of the estrous cycle. Wistar female rats at proestrus, estrus, metestrus and diestrus were submitted to one 50 min-swimming session, after which they were anesthetized and sacrificed. The right atria from these and trom control animais were isolated. Concentration-effect curves (CEC) to noradrenaline or adrenaline were obtained before and after the inhibition of the catecholamine uptake systems (phenoxibenzamine + estradiol). Data were analysed by Two-Way Anova or Student t test. Swimming stress did not change the sensitivity to noradrenaline of the right atria trom rats at estrus, metestrus and diestrus (p>0.05). However at proestrus, swimming induced supersensitivity to noradrenaline (p< 0.05). Also at proestrus, the inhibition of the catecholamine uptake systems induced a lower shift to the left in the CEC to noradrenaline in the stressed group compared to the control group (1.74 x 2.45; p<0.05). Right atria from control rats at metestrus showed supersensitivity to adrenaline compared to the other estrous cycle phases. In the right atria from control rats at metestrus, the in vitro inhibition of the uptake systems did not shifted the CEC to adrenaline. Swimming stress also induced supersensitivity to adrenaline in the right atria from rats at metestrus, after the inhibition of uptake systems (p<0.05). Our results show that changes on the uptake systems are partially involved in the stress-induced supersensitivity to noradrenaline during proestrus. However other mechanisms seem also to be related to this effect. At metestrus, the supersensitivity to adrenaline seems not to be determined by alterations in the catecholamines uptake systems. In conclusion, the stress-induced alterations of the adrenergic sensitivity as well as their mechanisms are influence by the estrous cycle
Subject: Stress (Fisiologia)
Beta adrenoreceptores
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: TANNO, Ana Paula. Influencia do ciclo estral sobre as alterações de sensibilidade adrenergica induzidas por estresse agudo. 2002. 87p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/288846>. Acesso em: 1 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tanno_AnaPaula_M.pdf2.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.