Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288832
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Three-dimensional anthropometric analyses to determine the ancestry and sexual dimorphism in brazilians individuals = study in cone beam computed tomography = Análises antropométricas tridimensionais para determinação da ancestralidade e dimorfismo sexual em indivíduos brasileiros: estudo em tomografias de feixe cônico
Title Alternative: Análises antropométricas tridimensionais para determinação da ancestralidade e dimorfismo sexual em indivíduos brasileiros : estudo em tomografias de feixe cônico
Author: Araujo, Rafael, 1984-
Advisor: Prado, Felippe Bevilacqua, 1980-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar os índices de antropologia forense aplicados em população brasileira leucoderma e faioderma, para investigação da ancestralidade e dimorfismo sexual. Este utilizou 128 tomografias de feixe cônico da área de Radiologia Oral da FOP/UNICAMP, 73 de indivíduos femininos e 55 de indivíduos masculinos, de idade entre 20 e 30 anos, com ancestralidade conhecida, sem patologia ou ausência dentária. Foi mensurado a altura e largura nasal para determinação do índice nasal, e os ângulos do prognatismo utilizando o software OnDemand3D (Cybermed, Irvine, EUA). Também foi realizada a mensuração do volume dos seios maxilares, em 4 grupos discriminados por sexo e ancestralidade. Foi utilizado o software R CRAN para a análise estatística, no qual realizou-se a análise discriminante sobre os ângulos do prognatismo e o índice nasal, onde a taxa de acerto foi de 66,6% para leucodermas e 4,76% para faiodermas. Para a capacidade volumétrica do seio maxilar foi aplicado o teste ANOVA seguido pelo teste post-hoc de Tukey, para os 4 grupos onde foi observado diferença significativa (p=0,00113) apenas entre os grupos faioderma masculino e feminino e o grupo faioderma masculino e leucoderma feminino. Para análise do dimorfismo sexual pelo volume do seio, foi aplicado um teste t de Student não pareado, no qual foi observado uma diferença significativa (p=0,0005), entretanto quando aplicado o teste t para análise da população faioderma e leucoderma, não foi observado diferença significativa (p>0,05). Este estudo concluiu que os ângulos do prognatismo não são parâmetros adequados para predição da ancestralidade em indivíduos leucodermas e faiodermas. Quanto à capacidade volumétrica dos seios maxilares, esta não obteve um bom desempenho na determinação da ancestralidade, mas foi significativa para o dimorfismo sexual

Abstract: The objective of this study was analysis the indexes used in forensic anthropology applied in Brazilian leucoderm and faioderm people for investigation of ancestry and sexual dimorphism. This study used 128 cone-beam computed tomography scans from Oral Radiologic area of Piracicaba Dental School of the University of Campinas; witch 73 from females and 55 from males, aged between 20 and 30 years, with known ancestry without pathology or dental absence. The nasal height and width was measured to determine the nasal index and the prognathism angles described by Arbenz (1959) was measured. The volume of the maxillary sinuses was also measured on 4 groups classified by sex and ancestry. Was used the R CRAN software for statistical analysis, which was performed the discriminant analysis of the angles of prognathism and the nasal index, where the prediction rate was 66.60% for leucoderm and 45.76% for faioderm. For the volumetric capacity of the maxillary sinus was applied ANOVA followed by the post-hoc Tukey test for the 4 groups where it was observed significant difference (p = 0.00113) only between the male and female faioderm groups and the male faioderm group and female leucoderm. The analysis of sexual dimorphism in the sinus volume, we applied the unpaired Student's t test, in which we observed a significant difference (p = 0.0005), however when applied the unpaired Student's t test for analysis of population faioderm and leucoderm, there was no significant difference (p> 0.05). This study concluded that the prognathism angles are not a good parameter for predicting the ancestry in leucoderm and faioderm individuals. For the volumetric capacity of the maxillary sinuses, this not performed well in determining ancestry, but was significant for sexual dimorphism
Subject: Seio maxilar
Craniometria
Odontologia legal
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Araujo_Rafael_M.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.