Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288783
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Influência do grau de edentulismo em fraturas mandibulares
Title Alternative: Influences of edentulism degree in mandibular fractures
Author: Guimarães Neto, Raul Seabra
Advisor: Moreira, Roger William Fernandes, 1971-
Abstract: Resumo: Este estudo retrospectivo teve por objetivo caracterizar epidemiologicamente aspectos de incidência, tratamento e complicações de fraturas mandibulares em pacientes dentados, parcialmente dentados e edêntulos. Os dados foram coletados de prontuários de pacientes atendidos pela Área de Cirurgia Buco- Maxilo-Faciais da Faculdade de Odontologia de Piracicaba/Unicamp, no período de janeiro 1999 a outubro de 2009. Foram selecionados 734 pacientes adultos, agrupados em três faixas etárias (18 a 30 anos, 31 a 64 anos e maiores de 64 anos), cujo grau de edentulismo foi informado, sendo 330 dentados (45%), 367 parcialmente dentados (50%) e 41 edêntulos (5%). Com as informações coletadas foi montado um banco de dados, os quais foram contabilizados e analisados. A proporção entre os gêneros masculino e feminino foi 4:1, média de idade de 31 anos e maior incidência na raça branca, sendo que 81% dos pacientes eram economicamente ativos. As causas mais comuns foram os acidentes de trânsito (54%), seguidos pelas agressões (20%), quedas (15%), acidentes esportivos (4%) e de trabalho (4%). Fraturas condilares representaram 29% do total de fraturas, seguidas por fraturas de corpo (25%), sínfise (24%) e ângulo (19%). A única diferença significativa quanto aos sítios de fratura foi encontrada em edêntulos, que apresentaram baixa incidência de fraturas de ângulo. Tratamento cirúrgico foi menos comum em dentados e a incidência de complicações foi maior em edêntulos, entretanto tal diferença não foi significativa. Parestesia do nervo alveolar inferior foi a complicação presente nos três graus de edentulismo. Após análise dos resultados foi possível afirmar que nesta população, homogênea quanto aos fatores culturais e sócioambientais, dentados, parcialmente dentados e edêntulos apresentaram comportamentos semelhantes quanto as fraturas mandibulares resultantes de traumatismos de energias de semelhantes intensidades

Abstract: The goal of this study is to present an analysis of epidemiological data from a retrospective study of mandibular fractures in dentate, partially dentate, and edentulous adult patients as a result of trauma with respect to frequency of occurrence, type of treatment, and surgical complications from treatment. The patient records used in this study dated from January 1999 to October 2009 and was supplied by the Oral and Maxillofacial Surgery Department of Piracicaba Dental School - Unicamp, Sao Paulo, Brazil. A total of 734 adult patient records were separated into three age group categories (18 to 30, 31 to 64, and over 64 years of age), three categories of dentition (dentate, partially dentate and edentulous), and included biographical composition ratio of male to female 4:1, greater than 50% Caucasian, and 81% employed, in the investigation. The type of trauma sustained by these patients were traffic accidents (54%), assaults (20%), falls (15%), sports accidents (4%), and work accidents (4%). The type of fractures as a result of the trauma included Condylar fractures (29% of all fractures), followed by body of Mandible (25%), Symphysis (24%) and angle of Mandible (19%). The edentulous adult patient group revealed the lowest incidence of fracture of the angle of the Mandible. The edentulous group also had the highest incidence of surgical complications. The dentate group received the least amount of surgical treatment. All three categories of dentition experienced paresthesia of the inferior alveolar nerve as a surgical complication. The author concluded that all three categories of dentition showed similar incidence of mandibular fracture as a result when sustaining similar traumatic injury
Subject: Mandibula
Traumatismos faciais
Cirurgia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
GuimaraesNeto_RaulSeabra_D.pdf5.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.