Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288762
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação biomecânica e fotoelástica da fixação das fraturas de sínfise mandibular usando parafusos canulados cônicos
Title Alternative: Biomechanical and photoelastic evaluation of mandibular symphysis fracture fixation with cannulated conical screws
Author: Falci, Saulo Gabriel Moreira, 1983-
Advisor: Moreira, Roger William Fernandes, 1971-
Abstract: Resumo: O objetivo desse estudo foi comparar por meio de testes mecânicos e fotoelásticos o desempenho dos parafusos canulados cônicos utilizados na fixação de fraturas de sínfise mandibular com outros métodos de fixação. Dez mandíbulas de poliuretano foram utilizadas em cada grupo e fixadas da seguinte maneira: Grupo (PRP), duas miniplacas do sistema 2,0 mm, perpendiculares; Grupo (PLL), uma placa do sistema 2,4 mm e uma miniplaca do sistema 2,0 mm, paralelas; Grupo (PC), dois parafusos canulados cônicos do sistema 2,8 mm. Foram realizados testes de carregamento linear vertical em uma máquina de ensaio universal. O teste de ANOVA One-way e o teste de Tukey foram utilizados para verificar a diferença entre as médias. O teste fotoelástico foi realizado, com o auxílio de um polariscópio plano. Foi usada uma mandíbula de resina fotoelástica para cada grupo de fixação (PRP, PLL e PC). A avaliação dos dados do teste fotoelástico foi qualitativa e descritiva. Os resultados mostraram diferença entre os grupos (PC) e (PRP) nos deslocamentos de 1 mm (p=0,025), 3 mm (p=0,013), 5 mm (p=0,036) e 10 mm (p=0,022). No teste fotoelástico foi observada maior concentração de tensões na região próxima à base mandibular em todos os grupos. No grupo (PRP) e (PLL) foi observada maior concentração de tensões na região da placa mais próxima à base enquanto no grupo (PC) as franjas isocromáticas foram mais dispersas em toda região avaliada. De acordo com os resultados do estudo foi possível concluir que os parafusos canulados cônicos apresentaram um bom desempenho nos testes mecânicos e fotoelásticos, sendo uma opção viável para a fixação das fraturas de sínfise mandibular

Abstract: The aim of this study was to compare by mechanical and photoelastic tests, the performance of the cannulated screws in mandibular symphysis fractures and compare them with other fixations methods. Ten polyurethane mandibles were used in each group and fixed as follows: Group (PRP) 2 2.0-mm perpendicular miniplates; Group (PLL) 1 2.0-mm miniplate and 1 2.4-mm bone plate, parallels; Group (CS) 2 2.8-mm cannulated screws. Vertical linear loading tests were performed in a universal testing machine. Differences among means were analyzed by the One-Way ANOVA and Tukey test. The photoelastic test was carried out using a plane polariscope. One photoelastic mandible resin was used for each fixation group (PRP, PLL and CS). Data evaluation of the photoelastic test was qualitative and descriptive. The results showed differences between (CS) and (PRP) groups in 1 mm (p=0.025), 3 mm (p=0.013), 5 mm (p=0.036) and 10 mm (p=0.022), of displacement. The photoelastic test showed higher stress concentration, in all groups, close to mandibular base. In (PRP) and (PLL) groups, the stress concentration was observed closest to the plate fixed in mandibular basis, while the (CS) group showed more dispersed isochromatic fringes throughout the evaluated region. According to the results of this study, it was concluded that conical cannulated screws performed well in mechanical and photoelastic test, being a viable method for fixation of mandibular symphysis fractures
Subject: Fraturas mandibulares
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Falci_SauloGabrielMoreira_D.pdf1.76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.