Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288732
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Analise do efeito autocrino do fator de crescimento transformante-B1 na proliferação celular de fibroblastos gengivais de pacientes com fibromatose gengival hereditaria
Author: Andrade, Cleverton Roberto de
Advisor: Della Coletta, Ricardo, 1972-
Abstract: Resumo: IFGH é uma condição oral rara caracterizada por um aumento gengival generalizado com crescimento lento e progressivo. Evidências experimentais de monstram que o aumento gengival observado em pacientes com FGH pode estar associado com uma elevada capacidade proliferativa de fibroblastos residentes, um aumento na síntese de colágeno ou uma redução nos níveis de expressão, produção e secreção de MMPs. TGF-B1 é uma citocina com papel importante na patogênese de desordens fibróticas, incluindo FGH, devido a sua habilidade de estimular a síntese e reduzir a degradação de MEC. Embora tenha sido demons trado que em FGH, TGF-B1 em uma fração autócrina reduz os níveis de expressão e produção de MMPs, o papel desta citocina na modulação do crescimento celular não foi ainda estabelecido nesta doença. O objetivo deste estudo foi verificar o comportamento proliferativo de fibroblastos gengivais de 12 pacientes com FGH e determinar o papel do efeito autócrino de TGF-B1 como um estimulador do crescimento celular, através de 2 métodos bem descritos na literatura: oligonucleotídeos antisense contra a região de tradução de TGF-B1 e anticorpos neutralizantes. Quatro diferentes ensaios de análise de proliferação celular: incorporação demonstraram que os índices de proliferação foram significantemente maiores em de BrdU, expressão de PCNA, análise quantitativa de AgNORs e índice mitótico fibroblastos de FGH que em células controle. Oligonucleotídeos antisense reduziram a produção de TGF-B1 como demonstrado por ELlSA, enquanto que os níveis de expressão de RNAm para TGF-B1 não foram alterados significantemente como revelado por RT-PCR. A redução na produção e atividade de TGF-B1 acompanhadas pelo tratamento com oligonucleotídeos e anticorpos neutralizantes, respectivamente, resultaram na redução na capacidade proliferativa de fibroblastos de FGH. Estes resultados indicam a existência de um papel autócrino de TGF-B1 como um estimulador da proliferação celular de fibroblastos de FGH

Abstract: TGF-f31 autocrine stimulation regulates fibroblast proliferation in hereditary gingival fibromatosis Hereditary gingival fibromatosis (HGF) is a rare oral disease characterized by a slow and progressive enlargement of both the maxilla and mandible gingiva. Increased proliferation, elevated synthesis of extracellular matrix, particularly collagen, and reduced levels of matrix metalloproteinases seem to contribute to the pathogenesis of gingival overgrowth in HGF patients. Transforming growth factor (TGF-_1) is an important cytokine thought to play a major role in fibrotic disorders, such as HGF, due to its ability to stimulate the synthesis and reduce the degradation of extracellular matrix. In HGF fibroblasts, TGF-_1 autocrine stimulation reduces expression and production of matrix metalloproteinases. However, the role of TGF-_1 in the fibroblast growth modulation has not been established in this disease. The aim of this study was confirm the increased proliferation rate of HGF fibroblast cell lines and to explore a possible autocrine role of TGF-_ 1 as a cell growth stimulator by blocking production of this endogenous cytokine using two well established systems: antisense oligonucleotides and neutralizing antibodies. Four different cellular proliferation assays: BrdU-labeling, Agnor, PCNA and mitotic indexes confirmed that tibroblasts trom HGF proliferate significantly faster than those from normal gingiva. Antisense oligonucleotides reduced TGF-_1 production as demonstrated by capture ELlSA, whereas mRNA TGF-_ 1 statement levels were not significantly modified by using RT-PCR . Blocking TGF-_1 synthesis with oligonucleotides or its activity with specific antibodies resulted in a decreased magnitude of HGF fibroblast proliferation. These results are consistent with the existence of an autocrine role of TGF-_1 as a stimulator of HGF fibroblast proliferation
Subject: Fibroblasto
Gengivas
Celulas - Crescimento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andrade_ClevertonRobertode_M.pdf4.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.