Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288404
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Analise do fluxo salivar, quantificação e, identificação de Candida e de IgA anti-Candida salivar em pacientes submetidos a radioterapia em cabeça e pescoço
Author: Bonan, Paulo Rogerio Ferreti
Advisor: Di Hipolito Junior, Oswaldo, 1944-
Abstract: Resumo: A radioterapia em cabeça e pescoço é usualmente empregada no tratamento de neoplasias malignas. Embora a telerradioterapia seja efetiva para esse propósito, efeitos colaterais resultantes da radiação tumoricida em campos cérvico-faciais, resultam em decréscimo na qualidade de vida e no aumento da morbidade. Os efeitos colaterais mais significativos da radioterapia em região orofacial são a mucosite oral, osteorradionecrose, xerostomia, candidose, cáries de radiação, disgeusia, trismo, halitose, radiodermatite e hiperpigmentação melânica. Os objetivos desse trabalho foram avaliar as condições dentárias; a importância e influência do tratamento odontológico prévio à radioterapia em 40 pacientes portadores de carcinomas espinocelulares em cabeça e pescoço; evidenciar as alterações histopatológicas dos tecidos epiteliais e conjuntivos em 10 casos de mucosite iniciais e investigar a expressão imunohistoquímica das citoqueratinas e Ki-67 na mucosite oral inicial. Exodontias antes da radioterapia foram freqüentemente realizadas devido à alta prevalência de doença periodontal e cáries avançadas. Embora apenas um caso de cárie de radiação tenha sido observado, ocorreram cinco casos de osteorradionecrose (12%), sendo um desses casos associado a exodontia prévia, um caso associado ao tratamento cirúrgico para a ressecção tumoral e 3 casos idiopáticos. Áreas de mucosite inicial apresentaram redução significativa de espessura, perímetro e área epiteliais comparadas com tecido normal. No tecido conjuntivo houve aumento significativo de células inflamatórias e vasos sanguíneos. As células CD68 positivas (macrófagos) foram mais freqüentes nos casos de mucosite do que na mucosa normal. As expressões das citoqueratinas Ck 1, 6, 10, 14, 16 estavam aumentadas na mucosite oral. A contagem de células positivas para Ki-67 foi similar nos casos de mucosite e displasia oral e estatisticamente superiores à mucosa normal. Em resumo, pacientes com neoplasias malignas de cavidade bucal apresentaram hábitos insatisfatórios de higienização bucal e condições dentárias precárias. O tratamento odontológico prévio à radioterapia foi importante na prevenção de episódios de cárie de radiação mas não impediram o surgimento de osteorradionecrose, que apresentou etiologia multifatorial. O tecido epitelial na mucosite oral inicial apresentou atrofia e diminuição das projeções epiteliais, com conjuntivo subjacente apresentando aumento de vasos e do infiltrado inflamatório mononuclear, formado por macrófagos mais numerosos do que o tecido normal. O aumento da proliferação celular da camada basal do epitélio evidenciada pela expressão de Ki-67 e a modificação na expressão de citoqueratinas, sugerem resposta de defesa do epitélio nas fases iniciais da mucosite oral. Entretanto, para melhor compreensão das alterações morfológicas da mucosite oral, mais estudos são necessários

Abstract: Radiotherapy is frequently employed in head and neck cancer treatment. Although teleradiotherapy is effective, side effects cause high morbidity decreasing quality of life. The most important side effect of orofacial radiotherapy are oral mucositis, osteoradionecrosis, xerostomia, candidosis, radiation caries, dysgeusia, trismus, halitosis, radiodermatitis and hyperpigmentation. The objectives of this work were to evaluate the dental conditions and necessity of dental treatment before radiotherapy in 40 patients with head and neck cancer, as well as the microscopical alterations of initial oral mucositis, considering the proliferative index using Ki-67 antibody, expression of cytokeratins in 11 cases of oral mucositis and connective tissue inflammatory infiltrate in 10 cases of oral mucositis . Dental extractions before radiotherapy were common due the high prevalence of advanced caries and periodontal disease. One case of radiation caries and five of osteoradionecrosis ocurred, 3 for idiopatic causes, one caused by mandibulectomy and one associated with previous dental extraction. Areas of initial mucositis presented significant reduction of epithelial thickness, perimeter and area and increased number of blood vessels and inflammatory cells, with macrophages (CD68 positive cells) increasing. Expressions of cytokeratins 1, 6, 10, 14 and 16 were increased in initial oral mucositis. In summary, Brazilian patients with head and neck cancer present poor dental health, and despite of preventive dental treatment, inc1uding several dental extractions, 5 out 40 patients, presented osteorradionecrosis. Alterations of the epithelial and connective tissues in the initial phases of oral mucositis, as increased proliferative index, expression of some citokeratins and increasing number of macrophages, suggest these mucosal alterations are related to defensive mechanisms against tissue injuries caused by radiation. There are few reports describing the microscopical and molecular effects of radiotherapy on oral mucosa, and for better understanding ofthe subject, futher studies are necessary
Subject: Candidiase - Tratamento
Radioterapia
Microbiologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bonan_PauloRogerioFerreti_M.pdf3.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.