Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288379
Type: TESE
Title: Eficácia de limpadores químicos na remoção e re-colonização de biofilmes de Candida spp. formados na superfície de material reembasador
Title Alternative: Long term effectiveness of cleansers in preventing Candida spp. biofilm recolonization on liner surface
Author: Vieira, Ana Paula Coelho
Advisor: Del Bel Cury, Altair Antoninha, 1948-
Abstract: Resumo: Os reembasadores para base de prótese, após a exposição à cavidade bucal, apresentam alterações de superfície facilitando a adesão e a colonização por micro-organismos. Para a limpeza de superfície desses materiais são indicados os limpadores químicos para evitar os danos mecânicos que podem ser provocados pelas cerdas das escovas dentais. Assim, o objetivo nesta pesquisa foi avaliar a eficácia de limpadores químicos na remoção de biofilme de Candida spp. desenvolvido sobre a superfície de um reembasador classificado como permanente à base de poli-metilmetacrilato e na prevenção da re-colonização dessa superfície, especialmente a Candida spp., comumente associada ao desenvolvimento da candidíase. Espécimes (10 mm diâmetro X 3 mm altura) de resina acrílica reembasada com um reembasador mais representativo disponível comercialmente teve sua rugosidade de superfície mensurada antes (baseline) e biofilme de C. albicans ATCC 90028 ou C. glabrata ATCC 2001 foi desenvolvido sobre os mesmos. Após a formação dos biofilmes os espécimes foram aleatorizados e submetidos aos tratamentos (n=16): AD - Água destilada (Controle), 15 min; POL - Polident 3 minutos, 3 min; EFF - Efferdent, 15 min; HPS - Hipoclorito de sódio a 0,5%, 10 minutos. Metade destes espécimes (n=8) foi utilizada para determinação da eficácia dos limpadores, utilizando contagem de células viáveis, enquanto os espécimes remanescentes (n=8), após os tratamentos, foram novamente colocados em meio de cultura estéril e incubados por mais 48 h a fim de determinar o efeito dos limpadores na prevenção da recolonização. Após os tratamentos os espécimes tiveram a rugosidade de superfície determinada, considerada pós-tratamento. Alguns espécimes de cada uma das espécies de Candida tiveram a superfície analisada após os tratamentos, por microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de Tukey HSD em nível de significância de 5%. A rugosidade de superfície foi significantemente maior após os tratamentos (P<0,05). Quantos aos tratamentos, o HPS mostrou-se efetivo tanto para a desinfecção quanto na recolonização de ambas as espécies de Candida, pois houve ausência total de crescimento. Na avaliação da desinfecção, imediatamente após os tratamentos, quando C. albicans foi considerada, não houve diferença significativa entre os peróxidos alcalinos (p>0,05) e ambos diminuíram o número de células fúngicas (p<0,05) comparado ao tratamento com AD. Entretanto, para C. glabrata, os tratamentos com ADD e peróxidos alcalinos não se diferenciaram entre si (p>0,05). Na análise dos resultados para a recolonização foi observada que houve inversão no comportamento, pois enquanto, para C. albicans, os tratamentos com AD e peróxidos alcalinos não diferiram entre si (p>0,05), para C. glabrata os tratamentos com peróxidos alcalinos apresentaram valores similares e menores (p>0,05),quando comparados com o tratamento com AD (p<0,05). Na comparação entre as espécies de Candida observou-se que C. glabrata apresentou os maiores níveis de células viáveis quando os dados foram avaliados na situação de imediatamente após os tratamentos com os peróxidos alcalinos e foi diferente de C albicans (p<0,05). Entretanto não houve diferença para a recolonização (p>0,05). Os resultados sugerem que os limpadores a base de peróxidos alcalinos não foram efetivos na remoção total dos micro-organismos e também não impediram a recolonização por Candida spp

Abstract: The denture liners exhibits surface changes in oral environment by constant loss of its constituent elements, which facilitate microorganisms adherence that leads to biofilm formation. Denture liners surface can be cleaned by brushing or using denture cleaners, which are recommended, in order to avoid mechanic injuries to denture liners by brushing it. Therefore, the aim of this study was to evaluate the long term efficacy of denture cleansers on Candida spp. biofilm recolonization on liner surface. Specimens of poly (methylmethacrilate) were lined according to manufacturer instructions (10 mm diameter X 3.0 mm thickness). Surface roughness was measured at baseline and after the treatments. Next, biofilms of C. albicans ATCC 90028 and C. glabrata ATCC 2001 were allowed to develop on liner surface for 48 h. Subsequently, the specimens were randomly assigned for the cleaning treatments (n=16): distilled water (DW - control), 15 min; Polident 3 minutes (POL) - 3min; Efferdent (EFF)-15 min; sodium hypochlorite (HYP) - 10 min. After the treatments, specimens (n=8) were sonicated for biofilm disruption and the viable cells were counted (cell/mL). To determine the long term effectiveness of the cleaning process, a set of cleaned specimens (n=8) were submitted to new biofilm growth conditions. After 48 h, biofilm were disrupted by sonication and cell number estimated. Scanning electron microscopy was performed to analyze the specimen topography after denture cleanser treatment. Data were analyzed by ANOVA and Tukey's HSD test was used as post-ANOVA employing a significance level fixed at 5%. The liner surface was rougher after the treatments (P<0.05). Results showed significant differences in cleanliness among the treatments (p<0.05), however for Candida species (p<0.05) no significant difference was observed in the recolonization condition (p>0.05). Alkaline denture cleansers showed similar cleaning performance and both showed lower cells counts compared with the control (p<0.05). Hypochlorite was the only effective treatment as no viable cells were detected even after the recolonization test. Within the limits of this study, it can be concluded that alkaline denture cleansers were not effective on biofilm removal, once denture liner surface by Candida spp biofilm recolonization was not prevented
Subject: Candida albicans
Candida glabrata
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vieira_AnaPaulaCoelho_M.pdf9.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.