Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288333
Type: TESE
Title: Determinação do sexo atraves de medições em ossos da pelve de esqueletos humanos
Author: Rabbi, Romildo
Advisor: Massini, Nelson, 1948-
Abstract: Resumo: As perícias de antropologia forense são de fundamental importância para a identificação de vítimas de desastres de massa, tais como acidentes automobilísticos, acidentes aéreos, incêndios, desabamentos e outros tipos de catástrofes, nos quais as vítimas encontram-se mutiladas, sem condições de serem reconhecidas pelos familiares. São também imprescindíveis nas perícias de cadáveres já em adiantado estado de decomposição, ossadas ou mesmo nos casos de ossos isolados, quando as autoridades necessitam esclarecer qual a identidade da vítima, e a provável causa da morte. Em se tratando de ossadas, as perícias buscam identificar a espécie, o sexo, a idade, a estatura e o tipo racial. O presente trabalho teve por objetivo a determinação do sexo de esqueletos humanos, através de um estudo quantitativo, em que foram realizadas medições de algumas grandezas lineares dos ossos da pelve, em uma amostra nacional. Foram medidos ossos pélvicos de 90 esqueletos, com idade entre 19 e 107 anos, sendo 45 do sexo masculino e 45 do sexo feminino, todos com dados de identificação conhecidos. As variáveis selecionadas para as medições foram: largura superior do sacro; comprimento e largura da primeira vértebra sacral; diâmetro vertical do acetábulo; comprimento e largura do forame obturado; comprimento e profundidade da incisura isquiática maior e, distância da espinha ilíaca anterior ao tubérculo púbico. As taxas de acerto na determinação do sexo variaram de acordo com a metodologia estatística e com as variáveis utilizadas. Pela análise discriminante, os melhores resultados foram obtidos com o modelo que utilizou os dados das medições de todas as variáveis, com percentuais de acerto de 87,8 % para o sexo masculino e 82,8 % para o sexo feminino. Utilizando-se a regressão logística, as taxas de acerto para a determinação do sexo na população em geral, foram de 76,5 % para o sexo masculino e 83,3 % para o feminino. Através dos intervalos de confiança, os resultados revelaram que as variáveis: primeira vértebra sacral (largura), diâmetro vertical do acetábulo, dimensão do forame obturador (comprimento) e incisura isquiática maior (profundidade) são boas discriminadoras e, que as demais não são recomendadas para estudos dessa natureza. Assim, concluiu-se que as estruturas anatômicas estudadas apresentam diferentes graus de dimorfismo sexual e, que os resultados obtidos por essa análise quantitativa, possibilitam a sua utilização como uma técnica para a determinação do sexo de esqueletos humanos, tanto nos casos em que os peritos disponham de pelves completas, como naqueles em que recebam para análise, apenas parte dos ossos pélvicos

Abstract: Forensic anthropology has an important and fundamental role in the identification of victims from mass disasters, such as automobile accidents, plane crashes, fire disasters, tumbling and other types of catastrophes, when the victims get so mutilated, that even the relatives are not able to recognized them. It is also essential in the analysis of cadavers in Iate decomposed state, bones or even in cases of isolated bones, when the authorities need to clear the victim's identity, and the probable cause of the death. Concerning bones, the analysis is conducted to identify the species, sex, age, height and racial type. The present work aims to determine the sex of human skeletons, through a quantitative research, in which measurements of some lineal greatness of pelvic bones were taken, in a sample Brazilian. Pelvic bones from 90 skeletons were measured, raging from 19 to 107 years old, 45 species were male and 45 were female, all of them had the identification data well known. The variable selected measurements were: sacre superior width; first sacral vertebra length and width; length and width; length and depth and, the distance from the anterior iliac spine to the pubic tuberculum. The success rates in the determination of the sex varied according to the statistical method and the variable measurements used. According to the discriminate analysis, the best results were obtained when the data from all the variable measurements were used, representing success in 87,8% for male and 82,8% for female. Using logistic regression, the success rates to determine the sex in general population were from 76,5% to male and 83,3% for female. Using the reliable intervals, the results showed that the variables: first sacral vertebra (width), acetabulum vertical diameter, obtured foramen diameter (Iength) and great ischiatic notch (depth) are good items to use and that the others are not recommended for studies of that nature. Therefore, it was concluded that the studied anatomical structures presented different degrees of sexual dimorphism and, that the results obtained by that quantitative analysis, made possible its use as a technique to determine the sex of human skeletons, either in the cases that the experts have complete pelvis, as well in those that there is just part of the pelvic bone for analysis
Subject: Sexo
Esqueleto
Pelvis
Antropologia forense
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rabbi_Romildo_M.pdf7.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.