Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288271
Type: TESE
Title: Analise do arco gotico de Gysi e da escala analogica visual em pacientes tratados com aparelhos oclusais tipo Michigan, plano e reposicionador
Author: Alves, Bruno Pereira
Advisor: Nóbilo, Mauro Antonio de Arruda, 1965-
Arruda, Mauro Antonio de
Abstract: Resumo: O presente estudo visou a avaliação de pacientes com desordem temporomandibular (DTM) tratados com aparelhos oclusais tipo Michigan, Plano e Reposicionador. Foram selecionados 45 pacientes do gênero feminino, na faixa etária de 18 a 55 anos, totalmente ou parcialmente dentados e sintomáticos, os quais foram divididos aleatoriamente entre os três tipos de aparelhos oclusais. Todas as pacientes foram avaliadas com O, 15, 45 e 90 dias através da Escala Analógica Visual (EAV), para a mensuração do nível de dor e registro i ntra-ora I para a obtenção do Arco Gótico de Gysi, onde foi verificada a movimentação mandibular no plano horizontal através da Lateralidade Direita (LD), Lateralidade Esquerda (LE), Protrusão (PROT), Ângulo do Arco Gótico (AAG), Ângulo da Habitual (AH), Ângulo da Protrusiva (AP) e a diferença entre a Relação Cêntrica e Fechamento Habitual (RC/Hab.). Foi verificado através do Teste de Kruskall-Wallis que todos os tratamentos foram estatisticamente significativos na redução da dor e da aproximação da RC/Hab., sendo o aparelho Reposicionador estatisticamente melhor na avaliação de 15 dias quando comparado aos aparelhos de Michigan e Plano para dor. Em relação à LD, LE, PROT e AAG, os tratamentos foram capazes de aumentá-Ios, porém sem diferenças estatísticas. O AH apresentou melhora estatisticamente significativa para os aparelhos de Michigan e Plano, já o AP apresentou melhora nos três tratamentos, porém não foi significativo estatisticamente. Concluindo que os três tratamentos podem ser indicados para o tratamento da DTM, no que diz respeito a diminuição da sintomatologia dolorosa aproximação do RC/Hab

Abstract: The aim of this work was to evaluate patients with Temporomandibular disorders (TMD) treated with Michigan, Flat and Anterior Repositioning oclusal splints. 45 symptomatic female patients were selected; then randomly divided into three splint groups. Ali patients were evaluated at O, 15, 45 and 90 days through the Visual Analogical Scale (VAS) for pain and throw intra-oral registers to obtain the Gothic Arch where it was evaluated the mandibular movements in the horizontal plain: left laterality, right laterality, protrusion, gothic arch an9le, protrusion angle, habitual angle and the distance between habitual closure point and centric relation. The Kruskall-Wallis test showed that ali splints were statistically able to reduce pain and to approximate the habitual closure point and centric relation. In the control of 15 days the Reposition splint was statistically superior in reducing pain compared to the others two splints. Ali splints were capable of increasing left laterality, right laterality, protrusion, Gothic Arch angle and protrusion angle, however not statistically significant. The habitual angle showed statistical improvement with Michigan and Flat splint. In conclusion ali three splints can be used to treat TMD
Subject: Dor
Mandibula
Placas dentárias
Articulação temporomandibular
Oclusão dentária
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alves_BrunoPereira_M.pdf5.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.