Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288205
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Incidencia de sinusite maxilar apos osteotomia Le Fort I : estudo clinico, radiografico e endoscopico
Author: Pereira Filho, Valfrido Antonio
Advisor: Gabrielli, Mario Francisco Real
Abstract: Resumo: A correção das deformidades maxilomandibulares muitas vezes envolve a realização de osteotomias maxilares, que são procedimentos bem estabelecidos na área da Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial. Entretanto, podem ocorrer complicações pós-operatórias, entre as quais, a sinusite maxilar. No presente estudo foi avaliada a incidência de sinusite maxilar após a realização de osteotomias tipo Le Fort I. Para isso, foram avaliados vinte e dois pacientes adultos que submeteram-se à cirurgia de maxila (osteotomia Le Fort I) ou à cirurgia combinada (osteotomia Le Fort I mais osteotomia de mandíbula) para correção de deformidades esqueléticas dento-faciais. A verificação da incidência de sinusite maxilar foi realizada por meio de um breve questionário, de radiografias (PA Waters) e de vídeo-endoscopia nasal. Estas avaliações foram realizadas nos períodos pré-operatório imediato e pós-operatório, de 6 a 8 meses. Após a análise dos resultados, obtivemos uma incidência de 4,76% de sinusite como complicação pós-operatória deste tipo de osteotomia

Abstract: The correction of maxillomandibular deformities can involve maxillary osteotomy procedures, which are well stablished in maxillofacial surgery. However, there might be postoperative complications, among which is maxillary sinusitis. The present study evaluated the incidence of maxillary sinusitis after le Fort I osteotomy. Twenty-two adult patients submitted to maxillary surgery (le Fort I osteotomy) or bimaxillary surgery (le Fort I osteotomy plus mandibular osteotomy) for correction of dentofacial deformities were evaluated. The verification of the presence of maxillary sinusitis was done through a brief questionnaire, X-rays (Water's view) and nasal endoscopy. These evaluations were made in immediate preoperative and postoperative periods, the latterranging from six to eight months. Analysis of results showed an incidence of 4,76% of maxillary sinusitis as postoperative complication in the studied population
Subject: Endoscopia
Radiografia
Sinusite
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: PEREIRA FILHO, Valfrido Antonio. Incidencia de sinusite maxilar apos osteotomia Le Fort I: estudo clinico, radiografico e endoscopico. 2002. 117p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/288205>. Acesso em: 1 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
PereiraFilho_ValfridoAntonio_D.pdf2.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.