Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288150
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da união cerâmica-vítrea/cimento-resinoso usando diferentes soluções contendo silano = Evaluation of glass-ceramic/resin-cement interface using different silane-containing solutions
Title Alternative: Evaluation of glass-ceramic/resin-cement interface using different silane-containing solutions
Author: Murillo Gomez, Fabian de Jesus, 1987-
Advisor: Goes, Mario Fernando de, 1954-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a interação de diferentes soluções contendo silano, com cerâmica vítrea e cimentos resinosos por meio da resistência de união por microcisalhamento e avaliação morfológica da fratura. Este estudo foi separado em dois capítulos. No capítulo 1 foi verificada a influência de quatro soluções contendo silano (solução convencional, solução convencional seguida da aplicação de um sistema adesivo convencional, sistema adesivo universal contendo silano e um primer universal para materiais cerâmicos contendo silano) e a influência do uso ou não do condicionamento prévio da cerâmica com ácido fluorídrico na resistência de união entre uma cerâmica vítrea e um cimento resinoso convencional, após 24h. A análise morfológica da fratura foi avaliada com microscópio eletrônico de varredura. Todos os dados foram submetidos à análise de variância a dois fatores e teste de Tukey (?=0.05). Os resultados mostraram que o condicionamento prévio da cerâmica com ácido fluorídrico foi um fator determinante na obtenção de valores estatisticamente significativos na resistência de união entre ela e o cimento resinoso. A solução de silano convencional foi o único tratamento que proporcionou valores significativamente maiores de resistência de união sem a aplicação do condicionamento prévio na cerâmica vítrea. Todas as soluções proporcionaram resistência de união estatisticamente superior quando o ácido fluorídrico foi usado previamente em relação ao grupo de cerâmicas só jateadas com óxido de alumínio. Os valores foram diferentes estatisticamente entre as soluções, sendo a solução convencional de silano a mais efetiva. Padrão de fratura coesiva no cimento foi associado com valores maiores, enquanto que falha adesiva foi associada com menor resistência de união. No capítulo 2, o objetivo foi avaliar a interação das mesmas soluções contendo silano com cinco cimentos resinosos, três convencionais (Rely X Ultimate, Rely X ARC e Variolink II) e dois autoadesivos (Bifix e Rely X Unicem 2). A resistência de união por microcisalhamento e o tipo de fratura foram avaliados. Os valores foram submetidos à análise estatística a dois fatores e ao teste de Tukey (?=0.05). Os resultados mostraram que a resistência de união foi maior quando a cerâmica foi tratada com a solução convencional de silano para todos os cimentos. A maioria dos cimentos apresentou resistência de união sem diferença estatística quando usados junto com o sistema adesivo universal e o primer cerâmico, exceto para o Bifix e Rely X ARC. Nas fotografias em MEV observaram-se áreas de polimerização incompleta nos casos do Bifix e Rely X ARC. Os grupos com melhor resistência de união apresentaram maior prevalência de fratura coesiva no cimento, enquanto que os grupos com menores valores de resistência de união apresentaram maior prevalência de fraturas adesivas e maior variabilidade do tipo de falha no mesmo grupo. Como conclusão observou-se que as soluções que combinam silano com outros componentes podem melhorar a adesão entre a cerâmica vítrea e o cimento resinoso sempre que utilizadas em cerâmicas vítreas previamente condicionadas, mas o seu efeito positivo é menor do que o obtido pela solução convencional de silano. Além disso, a interação dessas soluções não convencionais com os cimentos resinosos é material dependente já que nem todos os cimentos avaliados foram afetados

Abstract: The aim of this study was to evaluate the interaction of different silane-containing solutions, with glass ceramic and resin cements by performing a µSBS and failure evaluation. This investigation was separated in two chapters. Chapter 1 verified the influence of four silane-containing solutions (conventional solution, conventional solution followed by a conventional adhesive system, silane-containing universal adhesive system and a silane-containing universal ceramic primer) and previous hydrofluoric acid etching on µSBS of glass ceramic and one conventional resin cement after 24 hours storage. Morphological failure analysis was assessed with a scanning electron microscope. All data was submitted to two-way ANOVA and Tukey test (p<0.05). Results showed that hydrofluoric acid etching was determining to increase µSBS. The only solution that increased significantly µSBS mean value without previous hydrofluoric acid etching was the sole-silane solution. All tested solutions increased µSBS when ceramic was previously etched but with statistical differences between them, being the most effective the sole-silane solution. Cohesive failure in resin cement was associated with higher µSBS values, while ceramic/cement adhesive failure was correlated to lower mean values. In chapter 2 the purpose was to evaluate the interaction of the same silane solutions with five resin cements, three conventional (Rely X Ultimate, Rely X ARC e Variolink II) and two self-adhesive (Bifix e Rely X Unicem 2). Also µSBS test and failure evaluation were performed and results analyzed by ANOVA two-way and Tukey test (p<0.05). Results showed that µSBS was higher when ceramic was treated with the sole-silane solution for all cements. Most of cements showed statistically similar mean values when treated with the universal adhesive and the universal ceramic primer with the exception of BiFix and RelyX ARC. SEM images revealed some incomplete polymerization areas for those cases. Likewise groups that performed better showed more prevalence of cohesive failure in resin cement while groups that presented lower mean values showed more prevalence of adhesive failure and more failure type variability. As conclusion, it was observed that solutions combining silane with other components could improve adhesion between glass ceramic and resin cement whenever employed on previously conditioned ceramics, but their positive effect is lower than the one produced by the sole-silane solution. Furthermore, interaction of those non-conventional silane-solutions with resin cements may be material dependent as not all cements tested were negatively affected
Subject: Silano
Colagem dentária
Cimentos dentários
Cerâmica
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
MurilloGomez_FabiandeJesus_M.pdf4.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.