Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288119
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeito dos metodos de fotoativação e dos materiais para facetas indiretas na Dureza Knoop de cimentos resinosos
Title Alternative: Effect of different light-curing methods and materials for indirect venners on Knoop hardness of resin cements
Author: Tango, Rubens Nisie
Advisor: Sinhoreti, Mário Alexandre Coelho, 1969-
Abstract: Resumo: A crescente demanda por restaurações estéticas tem feito com que cerâmicas e compósitos sejam cada vez mais utilizados na reabilitação dental. Para a cimentação de restaurações indiretas confeccionadas com estes materiais, o agente fixador de escolha é o cimento resinoso. Este material pode polimerizar através de ativação química, física ou através de ativação química/física. Contudo, em determinadas situações clínicas a fotoativação deve ser realizada indiretamente através da cerâmica ou do compósito. Por vezes, em casos em que se prima pela estética, os cimentos fotoativados são preferidos devido a maior estabilidade de cor. Entretanto, a ativação química pode garantir polimerização mais efetiva do cimento. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar a dureza Knoop do cimento resinoso Enforce, ativado pelo modo dual ou físico, fotoativado diretamente, sob 1,5mm de cerâmica HeraCeram ou compósito Artglass, usando diferentes aparelhos fotoativadores. Para fotoativação foram utilizados os seguintes tempos: luz halógena convencional (XL2500) - HL, por 40s; luz emitida por diodo (Ultrablue Is) - LED, por 40s; e luz emitida por arco de plasma de xenônio (Apollo 95E) - PAC, por 3s. Incisivos bovinos embutidos em resina de poliestireno tiveram suas faces vestibulares planificadas e submetidas à técnica de hibridização. Sobre a área de dentina hibridizada foi assentada uma matriz de borracha (1mm de espessura e 5mm de diâmetro), dentro da qual foi depositado o cimento devidamente espatulado. O disco de um dos materiais para prótese foi assentado sobre este conjunto, procedendo-se então a fotoativação. Após armazenagem por 24h a 37oC, as amostras foram seccionadas para mensuração da dureza (KHN) em 3 regiões distintas: próximo ao material restaurador, próximo à dentina e ao centro. As leituras de dureza foram realizadas em um microdurômetro após aplicação de carga de 50gf por 15s. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey, ambos com a=0,05. Foi verificado, de modo geral, que o cimento no modo dual apresentou maiores valores de dureza do que no modo físico, exceto para as condições HL sem material para faceta e com Artglass e LED com HeraCeram. Quando se fixou o nível dual, foi observado que com o LED foram obtidos os maiores valores de dureza nas condições sem material e sob HeraCeram, comportamento não observado sob Artglass, em que os valores de dureza foram similares para os 3 aparelhos. Para HL o menor valor de dureza foi obtido sob HeraCeram e para LED, sob Artglass. Para PAC, os menores valores foram observados sob HeraCeram e na condição sem material. Quando se fixou o nível físico para ativação do cimento, com o LED foram obtidos os maiores valores de dureza na ativação direta e sob HeraCeram, seguido pela HL e PAC, respectivamente. Sob Artglass, os maiores valores de dureza foram obtidos com HL seguido pelo LED e PAC, respectivamente. Sob Artglass e HeraCeram, não foi possível determinar os valores de dureza do cimento fotoativado com PAC. A interposição de HeraCeram mostrou influenciar negativamente a ativação com HL. Para o LED esse comportamento foi verificado sob Artglass

Abstract: The increasing demand for esthetic restorations has increased the use of ceramics and composites in oral rehabilitation. The resin-based cement is the material of choice to fix these prosthetic restorations. This material can polymerize by chemical activation, physical activation or by a combination of chemical/ physical activation. In several clinical situations light curing must be performed indirectly through ceramics or composite. Sometimes, in cases in which esthetic is the major goal, light-cured cements are preferred because their longer color stability. However, the chemical activation can guarantee the polymerization of the cement. The present study aimed to evaluate the Knoop hardness of the resin-based cement Enforce, activated by chemical/ physical mode or by physical mode solely, light-cured directly or through 1.5mm of ceramics (HeraCeram) or composite (Artglass) using different light-curing devices. For light-curing the following activation times were used: conventional halogen light (XL2500) applied for 40s - HL; light emitting diodes (Ultrablue Is) for 40s - LED; and light emitted by xenon plasma arc (Apollo 95E) for 3s - PAC. Bovine incisors embedded in polystyrene resin had its buccal faces ground flat and submitted to the hybridization technique. On the hybridized dentin area a rubber mold was seated (1mm thickness and 5mm diameter), into which the manipulated cement was deposited. A disc of one of the prosthetic materials was seated over this set to proceed the light-curing. After storage for 24h at 37oC, the samples were sectioned and submitted to hardness measurements in 3 different depths: near to restorative material, near to dentin and in the center. The hardness (KHN) measurements were performed in a micro-hardness tester after 50gf load by 15s. Data were submitted to ANOVA and to Tukey¿s test, with a=0.05. In general, it was verified that dual cement presented higher hardness compared to physical mode, exception to HL in direct light curing and with Artglass and LED with HeraCeram. When the level dual was fixed, higher hardness was observed with LED in direct light curing and with HeraCeram, what was not observed with Artglass, in which similar hardness values were obtained with different devices. For HL, the lowest hardness was observed with HeraCeram and for LED, with Artglass. For PAC, lower hardness was verified in direct light curing and with HeraCeram. When the level physical mode for cement activation was fixed, the highest hardness was obtained with LED in direct light curing and with HeraCeram followed by HL and PAC, respectively. With Artglass, the highest hardness was observed with HL followed by LED and PAC, respectively. It was not possible to determine the hardness of physical activated cement light-cured with PAC through Artglass and HeraCeram. Light curing through HeraCeram showed to be deleterious to HL. For LED, this behavior was noted with Artglass
Subject: Resinas dentárias
Materiais dentários
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tango_RubensNisie_M.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.