Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288044
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação longitudinal do tratamento restaurador atraumático em escolares de uma cidade do sudoeste brasileiro
Title Alternative: Longitudinal assessment of the atraumatic restorative treatment in a school of a Brazilian southwest city
Author: Gibilini, Cristina, 1979-
Advisor: Sousa, Maria da Luz Rosário de, 1965-
Abstract: Resumo: O Tratamento Restaurador Atraumático (ART) tem sido considerado um meio resolutivo para o tratamento de diversas lesões de cárie. É realizado sem a utilização de instrumentos rotatórios e sem anestesia, nas quais as camadas mais profundas do tecido de dentina desorganizada são mantidas sob o material restaurador, o cimento de ionômero de vidro. Este estudo teve como objetivo: (1) avaliar a proporção de lesões de cáries com indicação para o ART em escolares de 5 a 10 anos de idade; (2) avaliar o ART como medida de controle de cárie tendo em vista a avaliação da longevidade das restaurações nos 6 primeiros meses após o tratamento, levando em conta a importância deste tratamento na promoção de saúde e saúde pública como um todo e (3) avaliar as restaurações realizadas após 18 meses do tratamento restaurador atraumático considerando variáveis independentes clínicas e aspectos sóciodemográficos. Assim, a amostra foi composta por escolares de ambos os sexos, com idades entre 5 e 10 anos, provenientes de 10 escolas públicas no município de Piracicaba, SP. As crianças tratadas receberam indicação por meio de levantamento epidemiológico de cárie realizado previamente. As restaurações foram realizadas e avaliadas (após 6, 12 e 18 meses) segundo protocolos descritos na literatura. Este estudo mostrou que 37,60% de todas as crianças avaliadas apresentaram lesões de cárie não tratadas sendo que 39,9% destas possuíam pelo menos 1 dente com indicação para o ART. Além disso, aproximadamente 50% dos escolares tratados passaram da classificação de alto risco (E), para risco moderado (B), apenas pela utilização da técnica, com 81,78% de sucesso aos 6 meses de avaliação. Por fim, o ART mostrou-se efetivo em restaurações envolvendo uma ou mais faces após 18 meses, levando em conta a importância da avaliação das restaurações a partir dos 12 meses. Neste estudo os fatores sociodemográficos não estiveram estatisticamente associados à sobrevida das restaurações, mas devem ser considerados em estudos futuros como componentes desta avaliação tendo em vista a multifatoriedade da doença cárie. Recomenda-se ampliação do conhecimento sobre das ações proporcionadas pela proposta do ART para a melhoria da saúde bucal em grande parcela da população. classificação de alto risco (E), para risco moderado (B), apenas pela utilização da técnica, com 81,78% de sucesso aos 6 meses de avaliação. Por fim, o ART mostrou-se efetivo em restaurações envolvendo uma ou mais faces após 18 meses, levando em conta a importância da avaliação das restaurações a partir dos 12 meses. Neste estudo os fatores sociodemográficos não estiveram estatisticamente associados à sobrevida das restaurações, mas devem ser considerados em estudos futuros como componentes desta avaliação tendo em vista a multifatoriedade da doença cárie. Recomenda-se ampliação do conhecimento sobre das ações proporcionadas pela proposta do ART para a melhoria da saúde bucal em grande parcela da população

Abstract: Atraumatic Restorative Treatment (ART) has been considered a means for resolution in the treatment of caries. It is performed without the use of rotary instruments and without anesthesia, in which the deeper layers of tissue are disorganized dentin left under the restorative material, the glass ionomer cement. This study aimed to: (1) assess the proportion of carious lesions with an indication for ART, (2) evaluate the ART as a measure to control caries in order to evaluate the longevity of restorations in the first 6 months after treatment taking into account the importance of this treatment in health promotion and public health as a whole and (3) evaluate the restorations made after 18 months of atraumatic restorative treatment considering the previous experience of caries and socio-demographic factors. Thus, the sample comprised students of both genders, aged between 5 and 10 years, from ten public schools in Piracicaba, SP. The treated children were prescribed by an epidemiological survey of caries carried out previously. The restorations were made and evaluated (6, 12 and 18 months) according to protocols described in the literature. This study showed that 37.60% of all children presented with untreated decay that 39.9% of these had at least one tooth with an indication for ART. In addition, approximately 50% of students treated passed from the high risk (E) to the moderate risk (B) just by using the technique, presenting 81.78% of success in 6 months of evaluation. Finally, the ART was effective in restorations involving one or more surfaces after 18 months, taking into account the importance of evaluation of the restorations after 12 months. In this study the sociodemographic factors were not associated with survival of the restorations, but should be considered in future studies as components of this assessment in view of the multifactorial nature of caries. It is recommended to increase the knowledge about the actions of the proposal of ART to improve the oral health of large segments of the population
Subject: Cárie dentária
Odontologia preventiva
Saúde pública
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GIBILINI, Cristina. Avaliação longitudinal do tratamento restaurador atraumático em escolares de uma cidade do sudoeste brasileiro. 2011. 107 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/288044>. Acesso em: 18 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gibilini_Cristina_D.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.