Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/288036
Type: TESE
Degree Level: Mestrado
Title: Conhecimento e atitude dos médicos e enfermeiros do PSF de Piracicaba no atendimento de idosos demenciados
Title Alternative: Knowledge and attitudes of physicians and nurses of PSF Piracicaba in the care of elderly people with dementia
Author: Barbosa, Luís Fernando de Lima Nunes, 1975-
Advisor: Sousa, Maria da Luz Rosário de, 1965-
Abstract: Resumo: O aumento da longevidade da população tem sido acompanhado por uma epidemia silenciosa de demência e a Atenção Primária à Saúde precisa estar preparada para enfrentar este novo cenário. Este estudo tem por objetivo avaliar o conhecimento e a atitude dos médicos e enfermeiros do Programa Saúde da Família de Piracicaba-SP, no atendimento aos pacientes idosos demenciados. O teste Conhecimento da doença de Alzheimer - ADK (Alzheimer Knowledge Test) foi aplicado a todos os médicos (n = 26) e enfermeiros (n = 44) das Unidades do Programa Saúde da Família em um município do estado de São Paulo, Brasil. O questionário apresenta três eixos: I ¿ epidemiológico (8 questões ), II - diagnóstico (5 questões) , e III - gerenciamento (7 questões).Também foram aplicados um questionário sobre atitude no atendimento aos pacientes com demência (10 questões utilizando níveis de concordância - Escala de Likert) e um questionário para avaliar o perfil sociodemográfico e profissional dos participantes da pesquisa (7 questões). A amostra foi composta por 70 pessoas (58 do gênero feminino), com idade variando entre 25 e 65 anos (média = 38,42 anos). O tempo de formado dos profissionais variou entre 7 meses e 38 anos (média = 12,64 anos). Dos participantes da pesquisa, 17 atendem rotineiramente na sua prática clínica idosos demenciados, 46 esporadicamente e 7 não costumam atender estes pacientes. Considerando-se as 20 questões do ADK , 47,85% dos médicos responderam corretamente, e para os enfermeiros este valor foi de 39,85 % (p=0,0042). Quanto aos eixos, houve mais erros relacionados ao diagnóstico, com as porcentagens de acertos de: 42,62 % , 32,4 % e 50,8% para os eixos I, II e III , respectivamente. Mais que 88% dos profissionais de saúde apresentaram atitudes sinceras e animadoras. O conhecimento entre médicos e enfermeiros fica aquém de 50% de respostas corretas, o que sugere a necessidade de uma intervenção educativa nesta área de conhecimento e aplicação. Já as atitudes destes profissionais favorecem positivamente o atendimento aos idosos demenciados e suas famílias

Abstract: The increase in longevity of population has been accompanied by a silent epidemic of dementia and Primary Health Care needs to be prepared to face this new scenario. This study aims to assess the knowledge and attitudes of physicians and nurses of the Family Health Program Piracicaba-SP, in care for the elderly dementia. The Alzheimer Knowledge Test - ADK (to evaluate Knowledge about Alzheimer¿s disease) was applied to all the doctors (n=26) and nurses (n=44) of Family Health Program unit in a municipality the state of São Paulo, Brazil. The questionnaire presents 3 axes: I - epidemiological (8 questions), II ¿ diagnosis (5 questions), and III ¿ management (7 questions). A questionnaires on attitudes to care for patients with dementia (10 questions using levels of agreement - Likert Scale) and the profile of the research participants were also applied. The sample consisted of 70 persons (58 females), aged between 25 and 65 years (mean = 38.42 years). The time of graduation ranged from 7 months to 38 years (mean = 12.64 years). Of the participants, 17 meet routinely in their clinical practice demented elderly, 46 sporadic and 7 not seeing these patients. Considering the 20 questions of the ADK, 47.85% of doctors answered them correctly, and for nurses this value was 39.85% (p = 0.0042). As regards the axes, there were more errors related to diagnosis, with the percentages of correct answers being as follows: 42.62%, 32.4% and 50.8% for axes I, II and III respectively. More than 88% of health professionals had sincere and encouraging attitudes. The knowledge among physicians and nurses falls short of 50% correct responses, which suggests the need for an educational intervention in this area of knowledge and application. The attitudes of these professionals can positively promote the care of elderly people with dementia and their families
Subject: Teoria do conhecimento
Atitudes
Idosos
Demência
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Barbosa_LuisFernandodeLimaNunes_M.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.