Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287949
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Caracteristicas musculares, esqueleticas e dentarias em crianças com mordida cruzada posterior antes e apos a expansão rapida da maxila
Title Alternative: Muscular, skeletal and dental characteristics in children with posterior crossbite after and before of rapid maxillary expansion
Author: Andrade, Annicele da Silva
Advisor: Gavião, Maria Beatriz Duarte, 1955-
Abstract: Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi avaliar as características musculares, esqueléticas e dentárias em crianças antes e após o tratamento da mordida cruzada posterior (MCP) com expansão rápida da maxila. No capítulo 1, a espessura do músculo masseter e medidas esqueléticas e dentárias foram avaliadas em crianças, de ambos os gêneros (7-10 anos), divididas nos seguintes grupos: grupo com MCP bilateral (n=13), grupo com MCP unilateral (n=18) e grupo com oclusão normal (ON, n=32). Para avaliação da espessura muscular do masseter foi utilizado o equipamento de ultrasom, nas posições de repouso e máxima intercuspidação. Modelos de gesso e cefalogramas posteroanteriores foram obtidos e 5 medidas esqueléticas (largura maxilar, largura mandibular, razão maxilar/mandibular e os ângulo J-CO-AG), bem como 5 medidas dentárias (largura intermolar maxilar e mandibular, razão entre as larguras intermolares superior/inferior e a distancia rafe palatina-1ºs molares superiores de ambos os lados) foram analisadas. Os resultados demonstraram que os grupos com MCP bilateral e unilateral apresentaram atresia maxilar esquelética e dentária devido principalmente à constrição da base apical maxilar. Não houve diferenças significativas entre os grupos MCP bilateral e MCP unilateral, entretanto, somente o grupo MCP unilateral apresentou um maior ângulo J-CO-AG (no lado cruzado) em relação ao grupo com ON. As diferenças em relação à espessura muscular do masseter não foram significativas nem entre os lados e nem entre os grupos. Correlações significativas entre medidas esqueléticas e dentárias foram observadas apenas no grupo com ON. No capítulo 2, a atividade eletromiográfica (EMG) dos músculos mastigatórios e as medidas esqueléticas e dentárias foram avaliadas em crianças com MCP funcional (n=17), antes e após o tratamento com expansão rápida da maxila; este grupo foi comparado com crianças com ON (n=15). A atividade EMG do masseter e temporal anterior foi registrada com eletrodos de superfície durante a mastigação habitual por 20 s. Foram realizadas as mesmas medidas transversais esqueléticas e dentárias citadas no capítulo 1. Todos os exames foram realizados antes (T1) e após a expansão maxilar (T2). O intervalo médio entre os tempos foi de 10,6 meses. Os resultados demonstraram que a atividade EMG dos músculos mastigatórios aumentou significativamente após o tratamento, bem como a maioria das medidas transversais esqueléticas e dentárias, sendo os efeitos esqueléticos mais significativos do que os dentários. De acordo com os estudos, concluiu-se que crianças com MCP apresentam diferenças entre as variáveis esqueléticas e dentárias em relação ao grupo com ON. O tratamento da MCP através da expansão rápida da maxila corrigiu essas diferenças, bem como promoveu o aumento das atividades EMG dos músculos masseter e temporal anterior durante a mastigação habitual. Estes achados indicam que o tratamento precoce da MCP favorece a obtenção de condições morfológicas e funcionais adequadas para um melhor desenvolvimento do sistema estomatognático.

Abstract: The aim of the present research was to evaluate the muscular, skeletal and dental characteristics in children before and after the treatment of posterior crossbite (PCB) by rapid maxillary expansion. In chapter 1, the masseter muscle thickness and the skeletal and dental measurements were evaluated in children, from both genders (7-10 years), divided in the following groups: group with bilateral PCB (n=13), group with unilateral PCB (n=18) and normal occlusion group (NO , n=32). The ultrasound equipment was used for the evaluation of masseter muscle thickness, in rest and maximal intercuspation positions. Dental casts and posteroanterior cephalograms were obtained and five skeletal (maxillary width, maxillary to mandibular width ratio, manibular width and J-CO-AG angles) and five dental measurements (maxillary intermolar width, maxillary to mandibular intermolar width ratio, mandibular intermolar width and distances from midpalatal raphe to upper first molar in both sides) were analyzed. The results showed that the groups with bilateral and unilateral PCB presented skeletal and dental atresia due to the constriction of maxillary apical base. There were no significant differences between the bilateral and unilateral PCB groups, however, only the unilateral PCB group presented a larger J-CO-AG angle (on crossbite side) in relation to the NO group. The differences related do masseter muscle thickness were not significant nor between sides nor between groups. Significant correlations between skeletal and dental measurements were observed only in the NO group. In chapter 2, the electromyographic (EMG) activity of masticatory muscles and the skeletal and dental measurements were evaluated in children with functional PCB (n=17) before and after the treatment with rapid maxillary expansion; this group was compared to children with NO (n=15). The EMG activity of masseter and anterior temporalis was recorded with superficial electrodes during habitualchewing for 20 s. The same transversal skeletal and dental measurements cited inchapter 1 were used. All exams were performed before (T1) and after (T2) maxillary expansion. The mean interval between times was 10.6 months. The results showed that the EMG activity of masticatory muscles significantly increased after treatment, as while as the majority of transversal skeletal and dental measurements,being the skeletal effects more significant than the dental ones. According to the studies, it was concluded that children with PCB present differences between skeletal and dental measurements in relation to the NO group. The PCB treatment with rapid maxillary expansion corrected these differences, and induced an increase in EMG activities of masseter and anterior temporalis muscles during habitual chewing. These findings indicate that early treatment of PCB create morphological and functional conditions proper to a better development of stomatognathic system.
Subject: Eletromiografia
Maloclusão
Cefalometria
Músculos mastigatórios
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andrade_AnniceledaSilva_D.pdf5.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.