Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287902
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Prospective, parallel, controlled trial of implants placed in patients diagnosed with generalized aggressive and chronic periodontitis = clinical, microbiological and immunollogical evaluations = Estudo clínico prospectivo e paralelo de implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva e crônica : Estudo clínico prospectivo e paralelo de implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva e crônica
Title Alternative: Estudo clínico prospectivo e paralelo de implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva e crônica : aspectos clínicos, microbiológicos e imunológicos
Author: Vale, Hugo Felipe do, 1985-
Advisor: Casati, Márcio Zaffalon, 1973-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar os parâmetros clínicos, imunoenzimáticos e microbiológicos de implantes dentais de estágio único instalados em pacientes com histórico de periodontite agressiva, periodontite crônica e saúde, considerando a hipótese de nulidade de que não existe diferença entre os grupos. Foram selecionados pacientes que apresentaram histórico de periodontite agressiva generalizada (PAG) e periodontite crônica generalizada (PCG) com indicação de reabilitação protética implanto suportada. Os pacientes com necessidade de reabilitação unitária foram divididos em 3 grupos: Grupo PAG (n=13): pacientes apresentando histórico de periodontite agressiva generalizada; Grupo PCG (n=18): pacientes com histórico de PCG ; e Grupo Controle (n=14): pacientes sem histórico de periodontite. Todos os implantes foram instalados em estágio único e, após 3 meses, receberam reabilitação com próteses metalocerâmicas unitárias aparafusadas. Profundidade de sondagem, nível clínico de inserção relativo e posição da margem gengival relativo foram avaliados nos implantes no momento da instalação da prótese e 1, 3 e 6 meses após o carregamento. Avaliação radiográfica foi feita no momento 7 dias após a cirurgia, na instalação da prótese e 6 meses após o carregamento protético. Avaliação microbiológica foi realizada imediatamente após a instalação da prótese, 1, 3 e 6 meses após, por meio de PCR real time, determinando a quantidade dos microrganismos A. actinomycetemcomitans, P. gingivalis e, T. forsythia Avaliação imunológica foi realizada utilizando o sistema LUMINEX/MAGPIX® com amostras de fluido periimplantar coletado aos 15 dias após a cirurgia, imediatamente após a instalação da prótese e 6 meses após o carregamento protético, avaliando as concentrações de IL1?, IL4, IL6, IL8, IL10, TNF?, INF? e GM-CSF, além de marcadores de osteogênese e osteoclasia (OPG e RANKL). Não foram observadas diferenças entre os perfis de pacientes quanto aos parâmetros clínicos e radiográficos ao redor dos implantes em nenhum dos períodos de avaliação. No primeiro mês após a instalação das próteses verificou-se maior concentração de Aa (p<0,05) no grupo PAG. Seis meses após a instalação das próteses o grupo Controle apresentou menores concentrações de Pg (p<0,05). A avaliação dos marcadores de osteogênese/osteoclasia indicou alta concentração de OPG no grupo controle no momento da instalação da prótese. Ainda neste grupo, alta concentração de IL4 foi observada 6 meses após o carregamento dos implantes. Dentro das limitações deste estudo, pode ser concluído que 6 meses após a instalação das próteses, não há diferenças clínicas nem adicional reabsorção óssea em implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal

Abstract: The aim of this study was to evaluate clinical, microbiological, and immunological patterns of dental implants placed in healthy, partially edentulous, patients (HH), and those with a history of aggressive (HGAgP) or chronic periodontitis (HGCP), considering the null hypothesis that there are no difference between groups. This prospective, parallel, controlled trial enrolled 45 patients (HGAgP, n = 13; HGCP, n = 18; HH, n = 14) followed up from implant insertion until six months after implant loading. Plaque index (PI), bleeding on probing (BOP), probing depth (PD), relative clinical attachment level (rCAL), gingival margin position (rGMP), implant stability (IS), and radiographic marginal bone resorption (RMBR) around implants were evaluated. Porphyromonas gingivalis (Pg), Aggregatibacter actinomycetemcomitans (Aa), and Tannerella forsythia (Tf) levels were evaluated by real-time PCR. Also, IL-1?, TNF?, IL-6, IL-8, IFN?, GM-CSF, IL-4, IL-10, RANKL, and OPG levels were evaluated with the LUMINEX/MAGPIX® platform. No inter-group differences were observed around dental implants when the clinical parameters (PI, BOP, PD, rCAL, rGMP, IS, and RMBR) (p > 0.05) were considered at any evaluation period. At the first month after implant loading, those in the HGAgP group presented a higher level of Aa (p < 0.05). Six months after implant loading, those in the HH group presented a lower level of Pg (p < 0.05). The immunologic evaluation showed higher values of OPG in those in the HH group at implant loading, and a higher IL-4 level in those in the HH group six months after implant loading. It can be concluded that, after six months of implant loading, despite some micro- and immunological differences, there are no clinical differences or additional RMBR around implants placed in patients with a history of periodontal disease
Subject: Periodontite agressiva
Implantes dentários
Reabsorção óssea
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vale_HugoFelipedo_D.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.