Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287844
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação de diferentes modalidades terapêuticas em lesões centrais de células gigantes
Title Alternative: Evaluation of different therapeutic modalities in central giant cell lesion
Author: Ferreira Filho, José Laurentino, 1990-
Advisor: Lopes, Márcio Ajudarte, 1967-
Abstract: Resumo: Introdução: Lesão Central de Células Gigantes (LCCG) é definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma lesão intraóssea benigna composta por tecido fibroso celular contendo focos de hemorragia e células gigantes multinucleadas. Acomete principalmente paciente do gênero feminino com idade inferior aos 30 anos. Mandíbula é mais afetada que a maxila e o tratamento de escolha geralmente é a cirurgia. Tratamentos conservadores com corticosteróide e calcitonina também têm sido realizados com resultados interessantes. Objetivo: Analisar as características clínicas, radiográficas e histopatológicas de lesões centrais de células gigantes tratadas com cirurgia, corticosteróide intralesional ou corticosteróide intralesional e calcitonina sistêmica. Materiais e métodos: Prontuários clínicos de 25 pacientes com diagnóstico de lesão central de células gigantes foram revisados e as informações foram coletadas. O grupo foi dividido em 3 subgrupos, de acordo com o tratamento proposto: corticosteróide (7), corticosteróide e calcitonina (8) e cirurgia (10). As lâminas histopatológicas foram revisadas. Foram realizadas correlações entre as variáveis estudadas. Resultados: A grande maioria dos pacientes apresentou bom resultado com ambos os tipos de tratamento, ocorrendo regressão total em 17 lesões, sendo 4 (57,1%) pacientes tratados exclusivamente por corticosteróide, 4 (50,0%) tratados por corticoterapia e calcitonina e 9 (90%) tratados por cirurgia. Discussão: O tratamento convencional para a Lesão Central de Células Gigantes é a curetagem ou a ressecção em bloco. Em pacientes adultos jovens e em crianças, o efeito mutilante que este tipo de tratamento pode acarretar deve ser levado em consideração, levando a uma busca por opções alternativas de tratamento. Conclusão: Os tratamentos medicamentosos utilizados foram eficazes, principalmente o uso de corticosteróide. O tratamento medicamentoso é indicado como primeira escolha, sendo realizada cirurgia adicional, se necessária. Estudos adicionais utilizando marcadores imunohistoquímicos para receptores de corticosteróide e calcitonina, são sugeridos para avaliar melhor a resposta terapêutica dos tratamentos com corticosteróide e/ou calcitonina

Abstract: Introduction: Central Giant Cell Lesion (CGCL) is defined by World Health Organization (WHO) as a benign intraosseous lesion consisting of cellular fibrous tissue containing focus of hemorrhage and multinucleated giant cells. Affects mainly female patients aged less than 30 years. Mandible is more affected than maxilla and treatment of choice is usually surgery. Conservative treatment with corticosteroids and calcitonin have also been conducted with interesting results. Objective: Analyze clinical, radiological and histopathological features of central giant cell lesion treated with surgery, intralesional corticosteroids or intralesional corticosteroids and systemic calcitonin. Materials and methods: Clinical Medical records of 25 patients diagnosed with central giant cell lesion were reviewed and the information was collected. Group was divided in 3 subgroups according to proposed treatment: corticosteroid (7), calcitonin and steroids (8) and surgery (10). Histopathological slides were reviewed. Correlations were made between variables. Results: Majority of patients had good results with both types of treatment, total regression occurring in 17 injuries, 4 (57.1%) patients treated only by corticosteroids, 4 (50.0%) treated by corticosteroids and calcitonin and 9 (90.0%) treated by surgery. Discussion: The classic treatment for CGCL may result in esthetic and functional defects, and thus, surgical procedures are undesirable in some cases, including in children and young adults, leading to a search for alternative treatment options. Conclusion: Drug treatments used were effective, mainly use of corticosteroids. Drug treatment is indicated as first choice and additional surgery if necessary. Further studies using immunohistochemical markers for corticosteroids and calcitonin receptors, are suggested to further evaluate therapeutic response of treatment by corticosteroids and/or calcitonin
Subject: Corticosteroides
Calcitonina
Cirurgia
Editor: [s.n.]
Citation: FERREIRA FILHO, José Laurentino. Avaliação de diferentes modalidades terapêuticas em lesões centrais de células gigantes. 2015. 1 recurso online (64 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/287844>. Acesso em: 28 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
FerreiraFilho_JoseLaurentino_D.pdf844.67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.