Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287802
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação de propriedades físico-químicas de compósitos resinosos bulk-fill = Evaluation of physicochemical properties of bulk-fill composite resins
Title Alternative: Evaluation of physicochemical properties of bulk-fill composite resins
Author: Marin Fronza, Bruna, 1990-
Advisor: Giannini, Marcelo, 1969-
Abstract: Resumo: Os objetivos no presente estudo foram: (1) caracterizar o conteúdo inorgânico; (2) investigar a passagem de luz (PL) através de incrementos com diferentes espessuras; (3) avaliar a resistência à flexão biaxial (RFB) e módulo de elasticidade (MO) em função da profundidade de polimerização; (4) verificar o grau de conversão (GC) e microdureza (MD) e (5) correlacionar a tensão de polimerização (TP) com a formação de fenda marginal (FM) em cavidades classe I com materiais restauradores bulk-fill, comparando com um compósito resinoso tradicional. Quatro resinas bulk-fill foram avaliadas: Surefill SDR flow (SDR), Filtek Bulk Fill (FBF), Tetric EvoCeram Bulk Fill (TEC) e EverX Posterior (EXP). Herculite Classic (HER) foi utilizada como controle. Para a caracterização da morfologia e composição do conteúdo inorgânico, uma porção de cada material foi imersa em solventes para remoção da matriz resinosa e posteriormente analisada por EDX e MEV. A PL foi mensurada através de diferentes espessuras dos materiais (1, 2, 3 e 4 mm) utilizando radiômetro acoplado a esfera integrada (n=5). Para o teste de RFB e MF, discos de resina composta (0,5 mm de espessura) foram confeccionados em um conjunto de matrizes sobrepostas (n=8), simulando profundidade de polimerização de 4 mm. O GC obtido por espectroscopia Confocal Raman e MD Knoop foram determinados em cavidades classe I com 4 mm de profundidade, as quais foram restauradas com as resinas e respectivos adesivos (n=5). A partir dessas restaurações foram confeccionadas réplicas em resina epóxi para análise de formação de FM em MEV. A TP de cada material foi determinada por um extensômetro associado a uma máquina de ensaio universal (n=5). As partículas de carga das resinas bulk-fill apresentaram formato irregular, esferoidal ou cilíndrico de tamanhos variados, de 0,1 ?m a 1 mm. Quanto a composição os principais elementos químicos identificados foram alumínio, bário e silício. Todos os materiais demonstraram menor passagem de luz com o aumento da espessura. Não houve diferença entre a PL para as resinas bulk-fill, porém apenas a SDR permitiu maior PL que HER. A atenuação da luz, entretanto, não teve influencia na RFB das resinas bulk-fill, enquanto para HER na maior profundidade houve redução da RFB. Embora, o MO ainda foi maior para HER. O GC foi uniforme em termos de profundidade para os materiais SDR, FBF e HER aplicado em incrementos. De modo contrário, os materiais TEC, EXP e HER em incremento único tiveram diminuição do GC com o aumento da profundidade. Para o teste de MD, resultados inferiores com o aumento da profundidade foram encontrados apenas para TEC, assim não houve correlação entre as análises de MD e GC. Com relação a TP, EXP apresentou os valores mais altos, enquanto TEC os menores. Correlação positiva foi detectada entre TP e formação de FM, as quais variaram entre os materiais. A técnica incremental demonstrou reduzir a FM para HER, SDR e TEC tiveram comportamento comparável a essa técnica convencional. As resinas bulk-fill apresentaram variações nos resultados, algumas demonstraram resultados semelhantes ou superiores à resina controle, podendo ser uma opção para os tradicionais procedimentos restauradores diretos

Abstract: The aims of this study were: (1) to characterize the inorganic content; (2) investigate light transmission (LT) through different thicknesses increments; (3) assess biaxial flexural strength (BFS) and modulus (MO) according to depth of cure; (4) verify degree of conversion (DC) and microhardness (MH) and (5) correlate polymerization stress (PS) and gap formation (GF) in class I cavities of bulk-fill restorative materials, compared to a regular composite resin. Four bulk-fill composites were tested: Surefill SDR flow (SDR), Filtek Bulk Fill (FBF), Tetric EvoCeram Bulk Fill (TEC) and EverX Posterior (EXP). Herculite Classic (HER) was used as control. To morphological and composition characterization of inorganic content, a portion of each material was immersed in solvents to remove resin matrix and then analyzed by energy-dispersive X-ray and scanning electron microscopy. The LT was measured through different material thicknesses (1, 2, 3 and 4 mm) by a laboratory-grade spectral radiometer spectroradiometer (n=5). To BFS and MO tests, discs (0.5 mm thick) were fabricated using a set of eight molds, to simulate polymerization depth of 4 mm. DC obtained by Confocal Raman spectroscopy and Knoop MH were measured in 4 mm depth class I cavities, which were placed with the composites and it respective adhesives (n=5). PS was determined for each material by an extensometer attached to a universal testing machine (n=5). Filler particles of bulk-fill composites presented irregular, spherical or cylindrical shape, which size varied from 0.1 ?m to 1 mm. Regarding composition analysis, aluminum, barium and silicon were identified in all composites. All materials demonstrated lower LT with increased increment thickness. No differences were found in translucency among bulk-fill composites, only SDR had higher light transmission than HER. However, light attenuation did not influence BFS of bulk-fill composites, while HER presented decreased BFS at deeper layers. Nevertheless, HER still had the highest MO. DC was uniform among depths for SDR, FBF and HER applied incrementally. Conversely, TEC, EXP and HER bulk-filling presented a decrease in DC with increased depth. To MH test, lower results with increased depth were detected only for TEC, indeed there was no correlation between DC and MH analyzes. Regarding PS, EXP had the highest values, whilst TEC the lowest ones. Positive correlation was detected between PS and GF, which varied according to materials. Incremental filling technique reduced GF percentage to HER, and only SDR and TEC had comparable results to this conventional technique. Some of the bulk-fill composites presented similar or superior outcomes compared to control, which may be an option for traditional direct restorative procedures
Subject: Resinas compostas
Polimerização
Resistência de materiais
Dureza
Editor: [s.n.]
Citation: MARIN FRONZA, Bruna. Avaliação de propriedades físico-químicas de compósitos resinosos bulk-fill = Evaluation of physicochemical properties of bulk-fill composite resins. 2014. 62 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/287802>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
MarinFronza_Bruna_M.pdf2.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.