Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287772
Type: TESE
Title: Integração de dados sísmicos e de poços para a modelagem de reservatórios siliciclásticos da Bacia de Campos, Brasil
Title Alternative: Integration of seismic and well data for siliciclastic reservoirs modelling, Campos Basin, Brazil
Author: Correia, Ulisses Miguel da Costa, 1989-
Advisor: Batezelli, Alessandro, 1972-
Abstract: Resumo: A modelagem estática de reservatórios tem um papel fundamental na fase de avaliação do potencial de um campo. A modelagem integrada permite um melhor entendimento da relação entre a geologia local e os sistemas deposicionais através da distribuição das fácies e das variáveis petrofísicas. A integração de dados geológicos e geofísicos por meio da geostatística é crucial para uma modelagem e caracterização de reservatórios mais robusta. Nesse trabalho foi construído um cenário de modelo geológico estático do reservatório da Formação Carapebus da Bacia de Campos. A metodologia aplicada foi compreendida em cinco fases: (1) idealização de um modelo conceitual, (2) construção de um modelo estrutural, (3) geração de 100 realizações de simulação sequencial da indicatriz para obter modelos de litofácies, (4) geração de 100 realizações de simulação sequencial gaussiana para obter modelos petrofísicos de porosidade e permeabilidade, e (5) validação dos modelos visando à coerência estatística e geológica. Para a construção dos modelos de litofácies e de net-to-gross foi aplicado o algoritmo geostatístico de simulação sequencial da indicatriz e para os modelos petrofísicos foi aplicado o algoritmo de simulação sequencial Gaussiana com recurso à co-krigagem co-localizada, no caso da permeabilidade. A metodologia foi aplicada a um estudo de caso real. Foi necessário o estabelecimento de um conjunto de premissas. Os resultados mostraram que os modelos obtidos honram os dados condicionantes e provam ser consistentes. Estes modelos permitiram caracterizar o reservatório como moderadamente homogêneo com V=0.52, no intervalo da maioria dos reservatórios silicilclásticos como demostrado pelo coeficiente de variabilidade de permeabilidade de Dykstra-Parsons. Contudo há limitações com relação à, (1) densidade amostral dos dados, e (2) conhecimento e experiência do tipo de reservatório em estudo e respetivas heterogeneidades. Pelo fato de os modelos serem representações digitais de uma realidade de elevada complexidade, a consistência geológica precisa ser testada e validada através de um processo iterativo de geração e ajuste de modelos

Abstract: Reservoir static modelling plays a fundamental role in the evaluation phase of a petroleum field. Integrated modelling allows a better understanding on how the local geology and depositional systems relate to each other, by facies and petrophysical parameters distribution. Geostatistics integrates geological and geophysical data, playing a key role in reservoir modelling and characterisation. In this study a scenario of geological static model of the Carapebus Formation of Campos Basin were built. The methodology applied was divided in five phases: (1) thinking of a conceptual model, (2) building of a structural model, (3) building of 100 realizations of sequential indicator simulation for cell-based lithofacies modelling, (4) building of 100 realizations of sequential Gaussian simulation for porosity and permeability modelling, and (5) models validation by targeting both statistical and geological consistency. To build the lithofacies and net-to-gross models, the sequential indicator simulation algorithm was applied; for the petrophysical models, the selected algorithms were sequential Gaussian simulation, with co-located co-kriging for permeability models. Seismic attributes were valuable in the interpretation of structures and sedimentary features. This methodology was applied to a real case study from Campos Basin, the siliciclastic reservoir of Carapebus Formation in Campos Basin. Some premises were established for the methodology implementation. The obtained models honoured the conditioning data and shown consistency. Also, the models allowed to characterize this reservoir as moderately homogenous with V=0.52, within the range of most siliciclastic reservoirs demonstrated by Dykstra-Parsons coefficient of permeability variation. However there are some limitations closely related to the, (1) dataset density, and (2) a previous knowledge and experience by the user with this type of reservoir. Considering that the models are digital representations of a highly complex reality, the geological consistency needs to be tested and validated through an iterative process of creating and fitting the models
Subject: Reservatórios
Modelagem geologica
Campos, Bacia de (RJ)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Correia_UlissesMigueldaCosta_M.pdf6.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.