Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287768
Type: TESE
Title: O fenômeno da inovação no Brasil : uma abordagem sociológica
Title Alternative: The innovation phenomenon in Brazil : a sociological approach
Author: Furlan Junior, Tildo José, 1990-
Advisor: Dias, Rafael de Brito, 1982-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é mostrar que a Política Científica, Tecnológica e de Inovação (PCT&I) brasileira tem sido formulada a partir das expectativas e crenças de seus formuladores sobre o papel que a inovação tecnológica deve desempenhar no conjunto da economia e da sociedade. Dominada a partir de meados dos anos 1990 pelo discurso inovacionista ou pró-inovação, as ações da PCT&I tem se concentrado, desde então, em torno da promoção da inovação tecnológica. Uma análise rápida dos indicadores sobre os níveis de inovação na economia brasileira disponíveis na Pesquisa de Inovação Tecnológica (PINTEC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) permite compreender, todavia, que apesar da insistência na manutenção das diretrizes desta política pública os esforços não têm surtido o efeito desejado. Diante disso, se coloca a seguinte questão: como é construída a narrativa em torno da figura da inovação tecnológica enquanto objetivo central da PCT&I brasileira a partir de meados dos anos 1990? Para respondê-la este trabalho recorre ao instrumental analítico das concepções ou meta-teorias performativas e ao conceito de imaginário sociotécnico, que permitem mostrar como o arcabouço teórico da Economia da Inovação, berço das ideias presentes no discurso inovacionista, é capaz de prescrever, mais do que descrever, o padrão de atuação da PCT&I brasileira no recorte temporal indicado. Buscando abordar esses temas, esta Dissertação é divida em três capítulos. O primeiro apresenta duas partes: a primeira delas busca discutir a emergência do discurso pró-inovação na PCT&I brasileira a partir da segunda metade da década de 1990 e define três afirmações categóricas ("máximas") que expressam a visão inovacionista; a segunda parte resgata as principais ações, planos, medidas, diretrizes e leis a fim de mostrar como as ideias inovacionistas são materializadas nessa política pública. O segundo capítulo recupera os principais autores e teorias do arcabouço da Economia da Inovação a fim de mostrar como suas ideias estão contidas nas "máximas" do discurso político inovacionista. O terceiro capítulo apresenta a abordagem meta-performativa e o conceito de imaginário sociotécnico e propõe uma adaptação desses referenciais para analisar o contexto da PCT&I no Brasil. Os resultados desse esforço corroboram o argumento de que o arcabouço teórico da Economia da Inovação tem performado a PCT&I brasileira a partir de meados dos anos 1990

Abstract: This work seeks to show how public policy on Science, Technology and Innovation (STI) in Brazil has been formulated based on the expectation and beliefs of its policy makers about the role that technological innovation should play in the economy and society. From the second half of the 1990s the actions taken by the Brazilian STI public policy has been focused on the promotion of technological innovation and its political discourse has been dominated by so-called innovationist or pro-innovation speech. A brief review of Brazilian innovation indicators, available on the Technological Innovation Survey (PINTEC) developed by Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), leads us to the understanding that despite the persistence on maintaining the same guidelines for this public policy, their efforts has not produced the desired effect. The discussion above raises the following question: how is build the narrative that sets the technological innovation as a central goal of Brazilian STI public policy from the mid-1990s? To answer this question, this work uses analytical tools provided by performative meta-theories and by the concept of sociotechnical imaginaries, which allow us to show how the theoretical framework of Innovation Economy, cradle of ideas sustained by pro-innovation speech, is able to prescribe more than describe the conduction of Brazilian STI public policy in the period indicated. Seeking to address these issues, this Dissertation is divided into three chapters. The first has two parts: the first one discusses the emergence of pro-innovation speech in the Brazilian STI public policy from the second half of the 1990s and defines three categorical statements ("maximum") which express innovationist vision; the second part recovers the main actions, plans, measures, guidelines and laws in order to show how innovative ideas are materialized in this public policy. The second chapter recovers the main authors and theories of Innovation Economy to show how their ideas are contained in the "maximum" of innovative policy discourse. The third chapter presents the meta-performative approach and the concept of socio-technical imaginaries and suggests an adaptation of these frameworks to analyze the context of STI public policy in Brazil. The results of these efforts support the argument that the theoretical framework of the Innovation Economy has performed Brazilian STI public policy from the mid-1990s
Subject: Politicas publicas em ciencia e tecnologia
Inovações tecnológicas - Aspectos econômicos
Politica cientifica - Brasil
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
FurlanJunior_TildoJose_M.pdf1.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.