Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287744
Type: TESE
Title: A Vila Industrial e o patrimônio histórico arquitetônico de Campinas - SP : entre a conservação e a reestruturação urbana
Title Alternative: The Industrial Village and cultural heritage of Campinas - SP : between conservation and urban restructuring
Author: Roxo, Rafael, 1980-
Advisor: Luchiari, Maria Tereza Duarte Paes, 1961-
Paes, Maria Tereza Duarte, 1961-
Abstract: Resumo: O nosso estudo analisou como a formação do bairro da Vila Industrial em Campinas esteve associada à instituição de normas de preservação do patrimônio cultural e às tendências de reestruturação urbana, desde 1987 até 2013. O bairro da Vila Industrial formou-se às costas da Estação Ferroviária da cidade em área de dois cemitérios e na proximidade dos Lazaretos dos Morféticos, do Matadouro Municipal e do conjunto denominado Imigração. Desde o final do século XIX, constituiu-se como o lugar que abrigaria os trabalhadores da ferrovia, indústrias e curtumes num local considerado arrabalde insalubre da cidade. A produção de uma cidade segregada e o relativo isolamento do bairro conservou características arquitetônicas e culturais que deram identidade aos moradores do lugar. O espaço do bairro é formado por estilos arquitetônicos que ficaram marcados como rugosidades e hoje interessam tanto aos projetos de preservação arquitetônica como de transformação destas formas-conteúdos. Nossa pesquisa mostrou de que maneira a construção do Complexo Viário Túnel Joá Penteado, em 1987, esteve associada à produção de dezenas de condomínios de edifícios verticais e à formação de novos comércios e serviços no bairro; e a destruição do conjunto de habitações operárias, em área tombada do Complexo Ferroviário para a construção do Terminal Multimodal, em 2007, indicam um período de transformação do padrão arquitetônico e conseqüentemente dos modos de vida no bairro, apresentando-se como fenômenos materiais do processo de reestruturação urbana em curso na Vila Industrial. De modo combinado, o grande número de tombamentos de imóveis e conjuntos da Vila Industrial pelo Conselho de defesa do patrimônio da cidade, como o antigo Complexo Ferroviário da Fepasa, o Curtume Cantúsio e o conjunto de habitações operárias ¿ da Rua Francisco Teodoro, Vila Venda Grande, Vilas Manoel Dias, Vila Manoel Freire, foram identificados em nosso estudo da formação urbana como os embriões de seu desenvolvimento e são representativos dos conflitos pela preservação dos bens patrimoniais na atualidade. A análise do processo combinado de preservação-reestruturação na Vila Industrial nos possibilitou compreender os conflitos que se estabelecem a partir de intervenções urbanas em áreas de interesse histórico da cidade. O estudo mostrou que o que mais contribui para a conservação dos conjuntos arquitetônicos e imóveis tombados no bairro foi a continuidade dos usos, pois a instituição dos tombamentos refletiu: no desinteresse dos proprietários (herdeiros), na conservação das casas, e há mais de uma década, as casas das vilas tombadas foram ocupadas por população de baixa renda, sendo esta quem realiza a conservação efetiva dos conjuntos tombados. Enquanto os conjuntos da Vila Manoel Dias e Venda Grande apresentam-se relativamente conservados, o esvaziamento de um dos conjuntos arquitetônicos do bairro, para a materialização de projetos de reabilitação, levou às ruínas os prédios da Vila Manoel Freire. Os conflitos pela conservação do patrimônio histórico arquitetônico na Vila Industrial levam a uma reflexão sobre a importância de manter a população junto aos bens tombados num período marcado pela transformação das formas, usos e dos modos de vida dos bairros nas metrópoles

Abstract: Our study has analyzed how the formation of Vila Industrial region, in Campinas, was associated to the establishment of standards for the preservation of cultural heritage and to trends regarding the restructuring of the region since 1987 until 2013. Vila Industrial region has been formed behind the city's train station, near by two cemeteries and close to Lazaretos dos Morféticos, City's Slaughterhouse, and Imigração regions. Since the end of the XIX century, Vila Industrial region established itself as the place that would house the people who were working at the railroad and at the industries and tannery and also was considered an unhealthy area. The production of a segregated city and the relative isolation of the region have preserved architectural and cultural features, which have become the identity of the locals. The region is characterized by an architectural style that has become known by its reverse salient and, nowadays, both projects of architectural preservation and transformation of these shapes-contents are interested on that. Our research has shown that the construction of Joá Penteado Tunnel Road Complex, in 1987, has been associated to the production of dozens of vertical buildings and to the establishment of new local business and services in the region; and the destruction of the worker's dwelling complex, in a heritage area of the Railway Complex for the construction of the Terminal Mulitmodal, in 2007, points to the transformation of the architectural standards and, as a consequence, to changes in the locals' way of living. These changes can be considered material phenomena of the urban restructuring process that was happening in the Vila Industrial region. In the same way, the many heritage dwellings in Vila Industrial that have been established by city's heritage defense Council, for example, the old Fepasa Railway Complex, the Cantúsio Tannery and the worker's dwellings ¿ from Francisco Teodoro street, Vila Venda Grande, Vilas Manoel Dias, Vila Manoel Freire ¿ have been identified in our study about the formation of the region as the origins of its development and they represent the conflicts for the preservation of the heritage nowadays. The analysis of the combined process of preservation-restructuring in Vila Industrial has helped us to understand the conflicts that take place from the urban interventions in city's areas of historical matters. The study has presented that what contributes the most for the conservation of the heritage architectural buildings in the region has been the continuous use, because the establishment of heritages has reflected in: the disinterest of the owners (heirs), the conservation of the houses, and, for more than one decade, the houses of the heritage villages have been occupied by low income population and they are the ones who effectively conserve the heritage places. While the Vila Manoel Dias and Venda Grande buildings are conserved, the emptying of one of the region's architectural building complexes for the materialization of rehabilitation projects has led to the ruin of Vila Manoel Freire's buildings. The conflicts for the preservation of Vila Industrial's architectural history heritage lead to a reflection about the importance of keeping the population near to heritage items in a period marked by the transformation of forms, habits and ways of life in the metropolis' regions
Subject: Patrimonio cultural - Campinas (SP)
Patrimonio urbano
Patrimônio histórico - Campinas (SP)
Urbanização
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Roxo_Rafael_M.pdf7.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.