Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287692
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Cooperação e inovação tecnológica na indústria brasileira : uma análise comparativa entre empresas interativas e não interativas
Title Alternative: Cooperation and innovation in Brazilian industry : a comparative analysis between companies interactive and non-interactive firms
Author: Tessarin, Milene Simone, 1987-
Advisor: Suzigan, Wilson, 1942-
Abstract: Resumo: O objetivo dessa dissertação é destacar o comportamento das empresas que utilizaram algum tipo de interação para concretizar inovações frente ao grupo de empresas inovadoras que não realizaram interações. Além deste, um objetivo secundário é notar como as atividades inovativas mais rotineiras (que excluem a pesquisa e desenvolvimento) influenciam o comportamento inovador das empresas, fazendo com que elas sejam consideradas empresas inovadoras sem necessariamente despender grandes valores com atividades de pesquisa. A questão que consideramos é que a prática da pesquisa e desenvolvimento sem atividades inovativas complementares pode reduzir a abrangência e o impacto da inovação sobre a estratégia inovativa da empresa. Desta forma, pretende-se mostrar que a melhor estratégia é aliar atividades como treinamento de pessoal, aquisição de novas máquinas e equipamentos, desenvolvimento de projetos industriais, entre outras, com a pesquisa e desenvolvimento. Indo mais além, optar por realizar parcerias ou interações com outras instituições internas ou externas à cadeia produtiva, tais como fornecedores, consumidores, universidades e centros de pesquisa, é mais um fator potencializador da atividade inovativa. A amostra analisada é composta pelo grupo de empresas inovadoras descritas na Pesquisa de Inovação Tecnológica (PINTEC 2008), elaborada pelo IBGE, na qual 38.361 empresas afirmaram ter realizado algum tipo de inovação entre os anos de 2006 e 2008. O resultado da análise evidenciou que as empresas que realizaram inovações interagindo com outros agentes apresentam indicadores melhores que as empresas que inovaram sem interagir. Embora o conjunto formado por empresas inovadoras e interativas seja limitado em relação às empresas inovadoras sem interação, ele é composto por empresas de grande porte, que determinam a dinâmica do mercado. Esse resultado mostra que empresas interativas podem auxiliar na promoção do desenvolvimento científico e tecnológico da indústria, assim como para adensar a estrutura do sistema nacional de inovação

Abstract: The purpose of this dissertation is to highlight the behavior of firms that used some type of interaction to achieve innovation compared to the group of innovating firms who did not interact. A secondary goal is to point out how routine innovation activities other than research and development influence the behavior of firms towards innovation, causing them to be considered innovative without necessarily spending large amounts on research activities. The research question investigated is whether the practice of research and development without complementary innovative activities reduces the scope and the impact of innovation on the firm's innovative strategy. Thus, this dissertation intends to show that the best innovation strategy is to combine innovative activities such as training of personnel, acquisition of new machinery and equipment, development of industrial projects, among others, with research and development. Furthermore, the firm should choose to form interaction partnerships with other institutions within and outside the supply chain, such as suppliers, customers, universities and research centers, to improve its innovative performance. The sample is composed by a group of innovative firms extracted from the innovation survey Technological Innovation Research (PINTEC 2008), prepared by the IBGE, in which 38,361 companies claimed to have done some kind of innovation between the years 2006 and 2008. The result of the analysis showed that innovative firms that interacted with other agents have better indicators than innovative firms that did not interact. Although the group formed by innovative and interactive companies is small in relation to innovative firms that did not interact, it is composed by large firms which determine the market dynamics. This result shows that interactive firms can assist in promoting the industry's scientific and technological development as well as in reinforcing the national innovation system
Subject: Inovação
Organização industrial (Teoria econômica)
Política industrial
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: TESSARIN, Milene Simone. Cooperação e inovação tecnológica na indústria brasileira: uma análise comparativa entre empresas interativas e não interativas. 2012. 139 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/287692>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tessarin_MileneSimone_M.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.