Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287652
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Trajetórias inovativas do setor farmacêutico no Brasil : tendências recentes e desafios futuros
Title Alternative: Paths of innovative pharmaceutical sector in Brazil : recent trends and challenges ahead
Author: Radaelli, Vanderleia 1977-
Advisor: Queiroz, Sérgio Robles Reis de, 1956-
Abstract: Resumo: O entendimento da complexa relação entre conhecimento científico, inovação tecnológica e exploração econômica é o principal desafio para indústrias baseadas em ciência como a da farmacêutica. As vantagens competitivas obtidas pelas empresas mais inovadoras dessa indústria são mais pronunciadas em função da elevada apropriabilidade e das oportunidades tecnológicas derivadas dos avanços científicos, que são explorados comercialmente por investimentos maciços, sistêmicos e dirigidos de P&D. As possibilidades de que uma empresa farmacêutica consiga ser competitiva no mercado internacional realizando apenas engenharia reversa são nulas em função dos requisitos regulatórios e do perfil de conhecimento associado a essa indústria. Neste contexto, o objetivo desta tese foi avaliar as possibilidades de que as empresas farmacêuticas nacionais consigam ocupar posições competitivas na cadeia de valor farmacêutica em face da trajetória corrente e da intensidade com que estão investindo em pesquisa e desenvolvimento. Atualmente as empresas de capital nacional ocupam espaços importantes do mercado farmacêutico doméstico com aumento de participação e receitas, modernização tecnológica e expansão das capacidades produtivas em função das mudanças ocorridas no marco regulatório brasileiro e pela introdução da lei de medicamentos genéricos. O diagnóstico feito com as maiores empresas farmacêuticas nacionais na pesquisa de campo revela que as trajetórias inovativas ainda são bastante incipientes e que a maior parte dos seus laboratórios internos de pesquisa e desenvolvimento se ocupam essencialmente de um caráter incremental dessas atividades. O êxito no lançamento de produtos no mercado está mais atrelado às competências feitas no desenvolvimento do que em pesquisas radicais que combinados com um potencial de mercado em ampliação conseguiu capitalizar essas empresas e torná-las com maior capacidade de produção. As atividades internas de pesquisa e desenvolvimento vêm sendo implementadas nas empresas mas a um processo ainda bastante difuso com respeito às estratégias inovativas e concorrenciais. Corroboram para isso o fato de que as maiores empresas farmacêuticas não lançaram ainda produtos inovadores para o mercado internacional, local onde se obtém os incentivos econômicos para obtenção dos retornos dos investimentos em pesquisas, bem como ainda não estão incorporadas nas atividades inovativas correntes estratégias de cooperação com universidades, patenteamento e absorção de conhecimento externo, gerados além da fronteira da empresa

Abstract: Understanding the complex relationship between scientific knowledge, technological innovation and economic returns is the fundamental challenge for science-based industries, such as the pharmaceutical industry. The competitive advantages gained by the most innovative pharma companies are particularly pronounced" as a result of the greater appropriability and the technological opportunities associated with scientific advances, which are commercially exploited through very large, targeted and systemic Research & Development (R&D) investments. Considering the regulatory requirements and knowledge profile of the pharmaceutical industry, it is virtually impossible for a company to become competitive in the international market solely through reverse engineering. In this context, the purpose of this dissertation was to evaluate the prospects for national pharma companies of securing competitive positions in the pharmaceutical value chain, given their current trajectory and levels of investment in R&D. National companies currently hold a significant segment of the domestic pharmaceutical market, showing increases in market share and revenues, modernization of technologies and expansion of productive capacities. Yet this situation is primarily due to changes in the Brazilian regulatory framework and the passing of the law on generic drugs. The present research, through a diagnostic of the largest national pharma companies, shows that innovation trajectories are still rather incipient and that the majority of in-house R&D laboratories are principally concerned with incremental advances. The successful launch of products in the market is more closely linked to development skills than to pioneering research; skills that, combined with the potential of an expanding market, nevertheless allowed companies to profit and increase their production capacities. While companies are implementing internal R&D efforts, these processes are not sufficiently guided by strategies of innovation and competitiveness. This assessment is corroborated by the fact that these major pharmaceutical companies have not yet launched any innovative products in the international marketplace, where they would encounter the economic incentives for a return on their research investments, nor do their current innovation activities include strategies on cooperations with universities, patenting or assimilation of knowledge generated outside the company's boundaries
Subject: Industria farmaceutica - Inovações tecnológicas
Pesquisa e desenvolvimento
Medicamentos genéricos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RADAELLI, Vanderleia. Trajetórias inovativas do setor farmacêutico no Brasil: tendências recentes e desafios futuros. 2012. 300 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/287652>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Radaelli_Vanderleia1977-_D.pdf2.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.