Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287593
Type: TESE
Title: Modernização tecnológica e a questão do emprego formal do setor sucroalcooleiro = proposição de um índice sócio-econômico
Title Alternative: The technological modernization and the formal employment issue in the sugar-alcohol sector : proposition of a socio-economic index
Author: Fredo, Carlos Eduardo, 1975-
Advisor: Salles Filho, Sérgio, 1959-
Salles-Filho, Sérgio Luiz Monteiro
Abstract: Resumo: O avanço tecnológico sobre o setor agropecuário trouxe reestruturação para o mercado de trabalho rural, principalmente pelo papel que as máquinas utilizadas nas operações da colheita exerceram como poupadoras de mão de obra, redutoras do tempo de colheita e de custos ao produtor. O setor sucroalcooleiro paulista tem sido foco nos últimos anos da discussão destas questões sociais, principalmente após a promulgação de Lei Estadual 11.241/2002 e Protocolo Agroambiental voltados à erradicação da queima da cana e às questões ambientais. Com 59,3% das áreas cultivadas ainda colhidas manualmente (safra 2007/2008), foi de extrema relevância avaliar a evolução estrutural do mercado de trabalho deste setor por meio da elaboração de índices socieconômicos (sexo, grau de instrução, faixa etária e remuneração salarial) para as quatro categorias ocupacionais do setor (tratoristas, cortadores de cana-de-açúcar, outras ocupações agrícolas e as não agrícolas) com o intuito de analisar tendências das características dos empregos formais dentro deste sistema agroindustrial, a fim de subsidiar a formulação de políticas públicas/privadas aderentes ao setor. Os resultados da pesquisa apontaram que o setor não caminha para a inclusão das mulheres ; exige níveis de educação formal mais elevados sem entretanto haver reflexo disto nos níveis salariais. Há indícios de que o setor se reestrutura no perfil da mão de obra sem aumento dos gastos com pessoal. Assim, o processo de modernização vem tendo efeitos de diminuição da força de trabalho (esperado pela mecanização da colheita), aumento da qualificação e manutenção de faixas salarias, provavelmente em decorrência da eliminação de muitos postos de cortadores de cana, alguns poucos reabsorvidos como tratoristas e outras ocupações

Abstract: The technological advance in the agricultural sector restructured the rural labor market specially due to the fact that the machinery used in the harvesting play an important role as a 'labor-saver', they reduce the harvesting time and the costs to the producer. The sugar-alcohol sector in the state of São Paulo has been the focus of discussion on these issues, mainly after the enactment of a State Law 11.241/2002 and an Agri-Environment Protocol concerning the eradication of the burning of sugar cane, and environmental issues. With 59.3% of cultivated areas being manually harvested (2007/2008 crops), it is important to evaluate the structural evolution of the labor market in this sector through the elaboration of socio-economic indexes (gender, level of education, age group and salary) for the four occupational categories in the sector (tractor drivers, sugar cane harvesters, other agricultural jobs and non-agricultural jobs) so that we can analyze if the generation of formal jobs has been done with greater social equity, thus subsidizing the elaboration of public/private policies of the sector. Thus, the process of modernization has had lowering effects of the labor force (expected by the mechanization of the harvest), increased qualification and maintenance of salary tracks, probably due to the elimination of sugar cane harvesters, a few reabsorbed as tractor drivers and other occupations
Subject: Tecnologia
Mercado de trabalho
Agroindústria canavieira
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fredo_CarlosEduardo_M.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.