Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287578
Type: TESE
Title: Analise do modelo de gestão da Agencia Paulista de Tecnologia dos Agronegocios (APTA)
Title Alternative: Analysis of the management model the São Paulo State Agribusiness Technology Agency (APTA)
Author: Rio, Carolina Thais, 1985-
Advisor: Salles Filho, Sérgio, 1959-
Filho, Sergio Luiz Monteiro Salles
Abstract: Resumo: O objetivo do trabalho é analisar o processo de criação e consolidação do modelo de gestão da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), buscando identificar e compreender os resultados e impactos na gestão institucional e organizacional da pesquisa agrícola paulista. A APTA é um órgão da administração direta da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, criada em 2000 em substituição à Coordenadoria de Pesquisa Agrícola, formada por seis institutos públicos de pesquisa agrícola e 15 Pólos Regionais. Foi considerado como hipótese inicial que a criação da APTA teria representado uma inovação institucional na estrutura de pesquisa agrícola paulista, pois alterou a forma de organização da pesquisa ao descentralizar a geração do conhecimento (regionalizando a pesquisa por meio dos Pólos) e ao inserir conceitos de cadeias produtivas e de gestão estratégica nas políticas institucionais. Para comprovar se houve inovação institucional é necessário identificar se ocorreu internalização de um modelo de gestão que projete as mudanças nas organizações, por meio de alteração de rotinas e de trajetórias institucionais e organizacionais. Para tanto, o modelo de gestão da APTA foi analisado com base no referencial teórico evolucionista e institucionalista, utilizando questionários e entrevistas presenciais que contribuíram para mensurar o impacto das ações reestruturantes. A principal conclusão é que a APTA pode ser considerada, de fato, como inovação institucional, no entanto, de baixo impacto no âmbito da reorganização da pesquisa, pois não conseguiu consolidar grande parte dos instrumentos que propôs, dentre os quais a articulação interna para desenvolvimento conjunto de pesquisas multidisciplinares.

Abstract: The aim of this dissertation is analyses the creation process and consolidation of the management model of the São Paulo State Agribusiness Technology Agency (APTA), in search of identify and understand the results and impact on institutional management and organization of agricultural research in São Paulo. APTA was established in 2000, formed by six public agricultural research institutes and 15 regional clusters. The initial hypothesis consider the creation of the APTA an institutional innovation, because it had rearranged the structure of agricultural research by decentralization in clusters the knowledge generation and had input the concepts of production chains and strategic management policies. The institutional innovation occurs supported by a internalization of a management model that design changes in the organizations through change of routine and institutional and organizational trajectories. Therefore, the management model of APTA was analyzed based on evolutionary and institutional theoretical framework, using questionnaires and interviews that contributed to measure the impact of the restructuration proceedings. The main conclusion is that the APTA may be regard as institutional innovation, however, a low impact one, because it failed to consolidate a large part of the instruments that proposed, among which the internal link for joint development of multidisciplinary research.
Subject: Ciência e tecnologia
Gestão de ciência e tecnologia
Inovação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rio_CarolinaThais_M.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.