Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287564
Type: TESE
Title: Caracterização dos arranjos produtivos locais (APLs) de base mineral no Estado de São Paulo : subsidios a mineração paulista
Title Alternative: Characterization of the mining based local productive agglomerations in the state of São Paulo : contribution to the mining development
Author: Cabral Junior, Marsis
Advisor: Suslick, Saul Barisnik, 1950-2009
Abstract: RESUMO: O presente estudo enfoca as características econômicas, tecnológicas e de gestão da indústria mineral do Estado de São Paulo, buscando-se comprovar que esse setor e determinadas atividades de transformação agregadas apresentam acentuada tendência de se concentrar geograficamente, constituindo arranjos produtivos locais - APLs de base mineral. Os trabalhos são orientados para o reconhecimento sistemático das aglomerações e aferição de sua importância no contexto da indústria mineral paulista, pelo que se tornou necessário o estabelecimento de uma metodologia de mapeamento. Uma vez identificadas as aglomerações, é sugerido um conjunto de políticas para seu fomento e o desenvolvimento em bases sustentáveis do setor mineral no Estado. A indústria mineral paulista é caracterizada como uma atividade econômica constituída dominantemente por pequenas e médias empresas, com produção voltada ao mercado interno, e que se desenvolveu dando suporte ao crescimento urbano e industrial do Estado. A dotação mineral associada a fatores como proximidade de mercados, infra-estrutura privilegiada e cultura empresarial tem conduzido a formação de aglomerados produtivos. Os procedimentos adotados para identificação estatística, mapeamento e caracterização tipológica dessas aglomerações incorporam conceitos e determinantes aplicados sobretudo na Indústria de Transformação (quociente locacional - QL, participação relativa do emprego região/estado e número mínimo de estabelecimentos), sendo ajustados e complementados por parametrização da especialização produtiva específica para a Indústria Mineral. São reconhecidos 30 potenciais APLs, com especialização em 10 substâncias minerais, sobressaindo-se os de águas minerais, areia e brita para construção civil, argilas para fins cerâmicos, e rochas carbonáticas. É comum também o encadeamento de atividades econômicas de transformação, sendo mais proeminentes junto à mineração de agregados, onde se articulam concentrações de empresas de artefatos de concreto, nos mínero-cerâmicos, nos quais a produção de argila abastece as expressivas aglomerações de cerâmica vermelha e de revestimentos, além da indústria de águas minerais. Os números de empregos e de estabelecimentos atestam a significativa magnitude dos APLs identificados no cômputo do setor mineral, constatando-se que 75% desses parâmetros estão concentrados em suas aglomerações, o que demonstra que o desenvolvimento do setor e dos segmentos de transformação associados tem como fator decisivo a consolidação de seus arranjos produtivos. O fato de vários APLs terem peso significativo em seus segmentos e (ou) nas economias dos seus territórios reforça o papel de destaque que podem desempenhar na implementação de políticas setoriais, bem como no desenvolvimento de suas localidades, concorrendo para uma ascensão econômica e social mais equânime do Estado de São Paulo. Para a promoção dos APLs são elaboradas diretrizes para políticas públicas e ações empresariais nas várias dimensões que interferem na sua competitividade, incluindo-se o fortalecimento da governança local, estímulo a cooperação, engajamento do poder público local, facilitação do acesso a reservas minerais, conhecimento do mercado, aprimoramento e inovação de processos e produtos, aperfeiçoamento das capacitações, mobilização de competências e atividades complementares circundantes, valorização da identidade do APL e de funções comerciais, apoio creditício, e adoção de programas de produção mais limpa.
ABSTRACT: The present study focuses on the economic, technological and management characteristics of the mining industry of the State of Sao Paulo, aimed to demonstrate that this sector and some aggregated manufacturing industries present a strong trend to form a spatial concentration of firms, constituting the so-called mining based local productive agglomerations. This research consisted of a systematic appraisal of the mining based local productive agglomerations and the evaluation of their importance for the mining industry. In order to pursue these goals, it was necessary to set up a methodology for the identification of potential local productive agglomerations. Once identified these agglomerations, the next step comprises a set of policies for promoting their competitiveness and the sustainable development of the mining sector. The mining industry in Sao Paulo is characterized as an economic activity dominated by both small and medium firms, whose production profile supplies mainly the regional domestic market that, historically, have been directly connected to the urban and industrial growth of Sao Paulo. The mineral endowment associated with some other favorable factors, such as markets vicinity, privileged infrastructure and entrepreneurial culture, have resulted in the creation of local productive agglomerations. The procedures adopted for statistical identification, mapping and typological characterization of these agglomerations incorporated concepts and some determinants applied to the manufacturing industry (indices of specialization, relative participation of employment in a regional level as compared to a state level, and minimum number of firms). The values of theses determinants had to be adjusted and combined with specific parameters of the productive specialization for the mining industry, considering different types of raw materials. Thirty potential local productive agglomerations with specialization in ten non-metallic minerals were recognized. Among them, mineral water, sand, crushed stone, ceramic clays, and carbonate rocks are highlighted. The forward chaining of the mining activities linked with the manufacturing industry is also very common. This situation is far more developed in the context of the mineral aggregate extractive sector - which presents a forward linkage with some concentrations of firms for concrete products. The same situation appears in the clay mining - that supply the expressive tiles and structural ceramics agglomerations - and in the mineral water industry. The number of employment and firms in the mining industry is an important indicator, where 75% of these parameters are concentrated in these agglomerations. The results pointed out that the development of the sector and the associated manufacturing activities depends on the consolidation of their local productive agglomerations. Considering that several of these agglomerations have a significant weight in their own productive segments and the local economies, they play an important role in the performance of sectorial policies, as well as in the local/regional development. In this regard, they can also contribute to a more equitable economic and social development of Sao Paulo. In order to improving the competitiveness of these agglomerations, guidelines for public policies and enterprises' actions are presented, including: the reinforcement of the local governance, stimulation of the cooperation, local government support, the access to mineral reserves, market knowledge, processes and products innovation, technical capability and training, skills and complementary services mobilization in the surrounding areas, recognition of the value of the agglomeration's identity, capital availability, and adoption of clean production programs.
Subject: Política industrial - São Paulo (Estado)
Politica mineral
Minas e recursos minerais
Evolução
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
CabralJunior_Marsis_D.pdf5.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.