Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287562
Type: TESE
Title: Desenvolvimento de Spin-offs Academicos : estudo a partir do caso da UNICAMP
Author: Lemos, Luciano Maia
Advisor: Salles Filho, Sérgio, 1959-
Filho, Sergio Luiz Monteiro Salles
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo é investigar o processo de desenvolvimento de spin-offs acadêmicos, enfatizando o papel que as universidades desempenham em seu fomento e em sua criação. Para atingir o objetivo, estudou-se 47 spin-offs da UNICAMP, identificando suas características gerais e caracterizando seus relacionamentos com a Universidade. A partir dessas informações, identificaram-se as principais ações e aspectos institucionais da Unicamp que contribuem para o desenvolvimento de spin-offs e para o suporte às empresas já estabelecidas. O estudo mostrou que as spin-offs da Unicamp estão concentradas em nove setores de atividade de intensa utilização de conhecimentos e tecnologias, 85% delas realizam P&D, geraram 3.265 empregos diretos e faturaram entre R$ 471 milhões e R$ 837 milhões, em 2007, e o faturamento conjunto é crescente. Seus fundadores, assim como a maior parte de seus colaboradores, têm elevado nível de formação acadêmica. Com relação aos aspectos institucionais, o estudo evidenciou a Unicamp como uma "universidade empreendedora", pois, dentre outros, possui estruturas dedicadas à interação e à formação de empresas, realiza transferência de tecnologia e relaciona-se com diversos atores do processo de inovação. Constatou-se que a maioria das relações com a Unicamp é informal e as empresas que estão ou estiveram em incubadoras são as que mais se relacionam com a Unicamp e mais formal é o relacionamento. A formação profissional é uma das principais colaborações que a Unicamp oferece às spin-offs. O estudo também mostrou que o relacionamento da Unicamp com suas spin-offs não possui políticas definidas e tem sido estimulado apenas recentemente. Com relação ao fomento à cultura empreendedora e à criação de empresas, destaca-se o papel das empresas juniores e da promoção de eventos como estimuladores do empreendedorismo, a carência na oferta de cursos no tema na Unicamp, a falta de sinergia entre as diferentes ações na universidade e a incipiência do programa de incubação e o baixo número de empresas que ele atende.

Abstract: The aim of this study is to investigate the development process of academic spin-offs, emphasizing the role played by universities in fostering and nurturing them. To attain the objective, the study was drawn on an analysis of 47 spin-offs from Campinas State University (UNICAMP) and identifies their main characteristics and aspects of their relations with the University. Building on these information, we identified the main actions and institutional aspects of UNICAMP that contributed to the development and nurturing of spin-offs companies. The analysis shows that UNICAMP's spin-offs are concentrated in nine technology and knowledge-intensive sectors, 85% realizes R&D activities, they have created 3.265 jobs and generated a total income between R$ 471million and R$ 837 million, in 2007, and their income is increasing. Their founders, as well as most of their collaborators, have a high level academic degree. Regarding the institutional aspects, the study evidenced UNICAMP as an "entrepreneurial university", because, among other factors, it has supportive structures to companies' creation, manages technology transfer and interacts with different actors of the innovation process. It was also evidenced that most of the relations with UNICAMP occurs on an informal basis and companies that are (or were) incubated have a more intensive and formal relation with the University. Education is one of the main contributions of UNICAMP to spin-offs companies. The study has also showed that there is no police at UNICAMP to manage its relations with spin-offs. These relations have been only recently stimulated. Concerning the fostering of entrepreneurial culture and development of companies, it emphasizes the role of Junior Companies and the organization of events as facilitators of entrepreneurialism. However, the study also shows a lack of entrepreneurial learning at UNICAMP, a lack of synergy between different actions within the University and an incipient incubation program and a low number of companies it supports.
Subject: Spin-outs academico
Transferência de tecnologia
Empresas - Inovações tecnológicas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lemos_LucianoMaia_M.pdf4.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.