Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287559
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Meio ambiente urbano e desigualdades socio-espaciais : trajetorias de um estudo de caso (Lagoa de Parangaba - Fortaleza - CE)
Author: Queiroz Filho, Antonio Carlos
Advisor: Bortolozzi, Arlêude, 1947-
Abstract: Resumo: O espaço urbano, como produto e ao mesmo tempo condição do modo de produção capitalista, tem na sua constituição um processo que acentua cada vez mais as desigualdades sócio-ambientais. Atualmente no município de Fortaleza-CE, ocorre de forma indiscriminada a ocupação de suas lagoas. Essa situação evidencia uma expansão urbana excludente, não para o modelo capitalista, porque é justamente diante de conjunturas como essa que ele se reproduz e "obriga" tais comunidades a ocupar essas parcelas da cidade. O objeto desta pesquisa localiza-se na comunidade ribeirinha de Parangaba, a qual está situada no bairro onde se encontra a maior lagoa urbana da cidade. Assim sendo, os objetivos desta pesquisa visam oferecer através de seus questionamentos e reflexões, o conhecimento da realidade sócio-ambiental da área e também a compreensão das dinâmicas e contradições inerentes à produção do referido espaço urbano. Deste modo, constata-se a relação direta entre as desigualdades sócioespaciais e a degradação ambiental do lugar, diante dos padrões que fazem reproduzir a cidade. A metodologia fundamentou-se em uma análise qualitativa que teve por categorias a "totalidade" (SANTOS, 1985) e, por conseguinte, a "complexidade" (MORIN, 1990; PRIGOGINE & STENGERS, c1984) dos processos. A análise utilizou-se de uma perspectiva de integração de diferentes saberes para uma compreensão da totalidade, que subentende o diálogo perene entre todos os aspectos envolvidos, sejam eles físico-naturais, econômicos, políticos e culturais a fim de buscar uma prática sócioespacial transformadora. Portanto, além das reflexões sobre as contradições ali manifestadas ou não, também oferece, como parte do produto final da pesquisa, a produção de um vídeo sobre a realidade sócio-ambiental como uma forma de retorno à comunidade

Abstract: The urban space as a product and condition of the capitalist way of producing has in it's formation a process that increases the socio-environmental inequalities. Nowadays, in Fortaleza city Ceará state, lagoons are been indiscriminately occupied. This situation shows an exclude urban expansion but not in the view of capitalism, because this system reproduces itself in this kind of situations and force such communities to occupy these parts of the city. The research took place at the riverside community, which is located near one of the biggest urban lake of the city. The aim of this research is to provide through discussions and reflections the knowledge of the socio-environmental reality of the area in question and also the comprehension of the dynamics and contradictions that are intrinsic in the formation of the urban space. That way, the direct relation between the socio-spatial inequalities and the environment degradation can be seen front the patterns that reproduce the city. The methodology used was a qualitative analysis based on the "totality" (SANTOS, 1985) and "complexity" (MORIN, 1990; PRIGOGINE & STENGERS, c1984) of the processes. The analysis made use of a perspective based on the integration of different knowledge to form a comprehension of totality that contains the everlasting dialog between all aspects involved, being them physical-natural, economical, political and cultural in an attempt of finding a transforming socio-spatial practice. Therefore, besides the reflections about contradictions manifested or not this research also offers a video about the socioenvironmental reality in return to the community
Subject: Meio ambiente urbano
Ecossistema
Cidadania
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: QUEIROZ FILHO, Antonio Carlos. Meio ambiente urbano e desigualdades socio-espaciais: trajetorias de um estudo de caso (Lagoa de Parangaba - Fortaleza - CE). 2005. 214 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociencias, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/287559>. Acesso em: 4 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
QueirozFilho_AntonioCarlos_M.pdf5.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.