Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287514
Type: TESE
Title: A industria de alimentos e bebidas no Brasil : uma analise da dinamica tecnologica e das estrategias de inovação de suas empresas entre 1998 e 2005
Author: Domingues, Silvia Angelica
Advisor: Furtado, André Tosi, 1954-
Abstract: Resumo: O presente trabalho tem por objetivo analisar o comportamento e as estratégias das empresas da indústria de alimentos e bebidas no Brasil, no período 1998-2005, com foco nos aspectos tecnológicos e inovativos. As estratégias econômicas, financeiras e tecnológicas das empresas industriais vêm se alterando em função de mudanças na conjuntura internacional. Tais mudanças foram provocadas por movimentos como o aumento da internacionalização, em seus diversos aspectos, e a intensificação do processo de globalização, com elevado crescimento do comércio mundial inter e intra-empresas. A primeira hipótese proposta afirma que a indústria de alimentos e bebidas brasileira, analisada a dois dígitos, não sofreu uma intensificação da dinâmica tecnológica e inovativa no período 1998-2005. A segunda hipótese propõe que, devido a heterogeneidade dos setores que compõem essa indústria, quando a desagregamos a três dígitos, peculiaridades importantes e comportamentos distintos tornam-se sobressalentes. Com isso, há setores ou grupos de empresas que passaram pela sugerida intensificação tecnológica e inovativa no período estudado. Aprofundando a análise, três perspectivas de estudo dos setores de alimentos foram propostas: i) setorial, onde os setores foram classificados em dois grupos ¿ orientado por commodities e alto valor agregado; ii) por tamanho da empresa ¿ pequena, média e grande; iii) por origem do capital controlador ¿ nacional e estrangeira. A metodologia consistiu em extensa revisão bibliográfica e utilização de bases de dados secundárias. A principal delas foi a Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que compreende os períodos 1998-2000, 2001-2003 e 2003-2005. O elevado nível de desagregação proposto permitiu uma profunda caracterização das atividades tecnológicas e inovativas do setor, o que levou a conclusões relevantes. Apesar da confirmação das hipóteses propostas, observou-se que a elevada heterogeneidade encontrada nas estruturas produtiva e econômica dos setores de alimentos não é tão acirrada no que diz respeito à estrutura tecnológica. Os setores a dois dígitos apresentaram um fraco desempenho tecnológico, adotando estratégias puramente imitativas. As grandes empresas surpreenderam com um desempenho muito aquém do esperado, em muitos casos, sendo superadas tecnologicamente pelas médias. Destaque para as médias empresas do setor de moagem, fabricação de amiláceos e rações para animais que apresentaram um comportamento estratégico ofensivo. Os indicadores das empresas estrangeiras também se mostraram inferiores aos das nacionais, apontando para um posicionamento tecnológico totalmente dependente. O setor de alimentos e bebidas, em geral, foi marcado por indicadores de esforço tecnológico e de inovação muito baixos, porém, paradoxalmente, os indicadores de resultado foram elevados. Isso demonstra que esta indústria tem desempenhado um papel de difusora tecnológica e atuado muito pouco como geradora de conhecimento. Os reduzidos esforços tecnológicos, entretanto, têm se mostrado suficientes para resultados econômicos imediatos e significativos, visualizados pelo aumento da participação das empresas inovadoras no valor da transformação industrial e no valor exportado pelas empresas do setor. Tal fato desestimula novos investimentos em tecnologia e planejamentos de atividades inovativas a longo prazo

Abstract: The present work has the objective to analyze the behavior and the strategies of the firms of the food and beverage industry in Brazil, between 1998 and 2005, focusing on the technological and innovative aspects. The economical, financial and technological strategies of the industrial firms have being altered because of the internationalization, in its several aspects, and the intensification of the globalization process, with high growth on the world-wide trade inter and intra-firms. The first hypothesis proposed affirms that the Brazilian food and beverage industry, analyzed at a two digit level, did not suffer an intensification of the technological and innovative dynamics between 1998 and 2005. The second hypothesis proposes that, due to the heterogeneity of the sectors that compose this industry, when we disintegrate it at a three digit level, important peculiarities and distinct behaviors become outstanding. Therefore, there are sectors or groups of firms that have suffered the suggested technological and innovative intensification during the studied period. Deepening the analysis, three study perspectives of the food sectors were proposed: i) sectorial, where the sectors were classified under two groups ¿ oriented by commodities and high aggregated value; ii) according to the firm size ¿ small, medium and big; iii) according to the origin of the controller capital ¿ national and foreign. The methodology consisted in extensive bibliographic revision and utilization of secondary data basis. The most important of them was the Industrial Research of Technological Innovation, performed by the Brazilian Institute of Geography and Statistics, that covers the periods 1998-200, 2001-2003 and 2003-2005. The high level of disintegration proposed permitted a profound characterization of the technological and innovative activities of the sector, which led to important conclusions. Despite of the confirmation of the hypothesis proposed, it was observed that the high heterogeneity found on the productive and economic structures of the sectors of food, is not so incited concerning to the technological structure. The sectors at two digit level presented a debilitated technological performance, adopting strategies merely imitative. The big firms surprised with a performance below the expected, in many cases, being surpassed technologically by the medium firms. Note to the medium firms of the grinding sector, fabrication of amylaceous and animals food, that presented an offensive strategic behavior. The indicators of the foreign firms also revealed themselves inferior compared to the national firms, pointing to a completely dependent technological positioning. The sector of food and beverage, in general, was remarked by very low indicators of technological efforts and innovation, however, paradoxically, the indicators of results were high, showing that this industry has performed the role of technological diffuser and actuated very little as generator of knowledge. The reduced technological efforts, however, have showed sufficiency in presenting immediate and significant economic results, visualized by the increase on the participation of the innovative firms on the value of the industrial transformation and on the value exported by the firms of the sector. Such fact, at long term, discourages new investments in technology and planning of innovative activities
Subject: Alimentos - Indústria - Brasil
Bebidas - Indústria - Brasil
Inovações tecnológicas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Domingues_SilviaAngelica_D.pdf1.63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.