Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287441
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Modelo exploratorio para depositos auriferos do tipo Morro do Ouro com base em dados e tecnicas de sensoriamento remoto
Author: Swalf, Patricia Seara
Advisor: Crósta, Alvaro Penteado, 1954-
Filho, Carlos Alberto Souza
Abstract: Resumo: Uma metodologia para a detecção dos metalotectos de depósitos auríferos do tipo Morro do Ouro (DTMO) através de sensores remotos é proposta nesta dissertação. Amostras destes depósitos localizados na regiões de Paracatu (MG) e Luziânia (GO) e de áreas adjacentes foram caracterizadas através da espectroscopia de reflectância, no intervalo entre 0,35 e 2,5 JlD1. A assembléia mineral constituinte das rochas foi reconhecida através de uma rotina de classificação semi-automática e da análise quantitativa, baseada na intensidade de absorção de algumas bandas espectrais. Concluiu-se que óxidos e hidróxidos de ferro, matéria orgânica, filossilicatos (principalmente muscovita e os argilominerais esmectita, caulinita e ilita), são os principais constituintes responsáveis pela resposta espectral dos filitos Morro do Ouro e Serra da Anta e que o agrupamento destas unidades é principalmente uma função da variação na intensidade de absorção em 2,2 JlD1. Sensores remotos com bandas centradas neste comprimento de onda constituem as melhores escolhas para o mapeamento destas unidades. Os dados geológicos disponíveis em bibliografia foram integrados com os dados espectrais, constituindo a base para elaboração de um modelo exploratório. As dimensões dos metalotectos determinaram sua detectabilidade através dos diferentes sensores remotos, em função das respectivas resoluções espaciais. As resoluções espectrais necessárias à detecção destes atributos foram estimadas para as diferentes escalas de mapeamento. Como subsídio à análise, as curvas espectrais foram modeladas para as resoluções espectrais dos sensores ASTER e 1M., onde se concluiu que a discriminação das amostras depende das variações do albedo e da forma de seus espectros. Nesse sentido, o ASTER é um sensor potencialmente importante no mapeamento das diferentes unidades, por apresentar maior resolução espectral na região do SWIR O modelo exploratório foi testado através de uma cena 1M., utilizando-se rotinas de processamento de imagens. Composições coloridas de razões e subtrações de bandas, métodos baseados na análise por principais componentes e os classificadores espectrais SAM e SFF foram utilizados para o mapeamento da unidade Mb. Morro do Ouro e para a extração dos principais lineamentos. Para o mapeamento das assinaturas espectrais típicas das unidades mais superficiais, os métodos de classificação são os mais indicados. A formulação e utilização do modelo exploratório para DTMO com base em dados de sensores remotos, apesar de apresentar um caráter determinístico, permitiu identificar o tipo de sensor remoto mais adequado aos objetivos de cada campanha exploratória, prever o detectabilidade de estruturas e paragêneses minerais associadas à mineralização aurífera e delinear uma estratégia de processamento digital mais adequada

Abstract: A method for the identification of metallotects related to Morro do Ouro-type gold deposits (DTMO) is proposed, based on remote sensing data and techniques. Samples from this type of deposit, collected at Paracatu (Minas Gerais State) and Luziânia (Goiás State), were studied through reflectance spectroscopy and petrography. The results showed that iron oxides and hydroxides, organic matter, phyllosilicates (mainly muscovite and clay mineraIs, such as smectite, kaolinite and illite) are the main constituents, responsible for the spectraI signature of the phyllites which host the mineralization (Morro do Ouro and Serra da Anta units) and aIso that these two units can be mapped as a function of the intensity variation in the 2.2 J.U1l spectra1 absorption feature. Remote sensors with bands located at this wavelength region are therefore the best choice for exploration ofthis type of deposit. A vailable geologica1 data were integrated with spectral data, forming the basis for the exploration model. The spatiaI dimensions of metallotects and spectral resolution of the sensors were also taken into account in the model. Spectra1 cwves ofthe samples were modeled according to the spectra1 resolution ofLandsatrTM and ASTER This latter sensor showed to be potentia11y important for the detection of DTMO meta1lotects, due to its better spectral resolution than TM. The exploration model was tested on a TM scene of the Paracatu region, using image processing techniques. Color composites of band ratios and band subtractions, principal component anaIysis and spectral c1assification routines such as SAM and SFF were used for enhancing spectral and spatial attributes related to the Morro do Ouro unit. The conception and application of the remote sensing exploration model for DTMO aIlowed the identification of the most suitable sensor for the task, to predict the detectability of structures and mineraIs assemblages associated with the mineraIization and to establish an appropriate image processing strategy
Subject: Processamento de imagens - Técnicas digitais
Análise espectral
Ouro
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Swalf_PatriciaSeara_M.pdf11.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.