Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287383
Type: TESE
Title: Ensaio cartografico para a determinação da fragilidade ambiental na bacia hidrografica do Rio Verde (SP)
Title Alternative: Cartographic essay to the determination of the environmental fragility on the watershed of the Rio Verde (SP), Brazil
Author: Mello, Juliano Pereira de
Advisor: Vitte, Antonio Carlos, 1962-
Abstract: Resumo: Este trabalho apresenta um ensaio cartográfico para a determinação da fragilidade ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP), a qual está localizada numa área de contato entre as rochas cristalinas da Serra da Mantiqueira e os terrenos sedimentares da Depressão Periférica Paulista. Procedemos na construção de um apanhado conceitual e metodológico definindo e explorando os conceitos de planejamento e gestão, susceptibilidade, sensibilidade, fragilidade e vulnerabilidade ambientais. Analisamos as características histórico-social-econômicas da Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP), a qual é marcada pelas práticas agropecuárias, principalmente, as ligadas aos plantios de cana-de-açúcar, batata e cebola, além da criação de gado bovino. Mapeamos e analisamos os dados sobre geologia, pedologia, drenagem, hipsometria, declividades e de uso e ocupação das terras, os quais, foram tratados em ambiente SIG e integrados por um algoritmo para chegarmos a um mapa síntese das classes de fragilidade ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Verde (SP). O mapa síntese revela que, da área total da Bacia Hidrográfica do rio Verde, 13,23% estão classificados como sendo de muito baixa fragilidade, 42,13% como sendo de baixa fragilidade, 22,17% como sendo de média fragilidade, 14,15% como sendo de alta fragilidade e 8,31% como sendo de muito alta fragilidade ambiental. Concluímos que a maior parte da área formada pela junção das classes de média a muito alta fragilidade estão na porção da bacia hidrográfica que corresponde aos domínios da Serra da Mantiqueira ¿ maior intensidade dos processos de morfogênese

Abstract: This work presents a cartographic essay to determination of environmental fragility in the watershed of the Rio Verde (SP), localized in a contact area between crystalline rocks of the Serra da Mantiqueira and sedimentary terrains of the Depressão Periférica Paulista. We achieve the construction of a conceptual and methodological caught defining and exploring the concepts of environmental planning and management, susceptibility, sensibility, fragility and vulnerability. Analyzed the historical-social-economic characteristics watershed of the Rio Verde (SP), which is marked for the agriculture practices, principally, the connected at potato, onion, sugar cane planting, over there of livestock creation. Mapped and analyzed about geology, pedology, drainage, hypsometric, declivities and terrain use and occupation dates, which went treatise in a SIG environment and integrated for a algorithm to arrive the a synthesis map of the fragility environmental classes in the watershed of Rio Verde (SP). The synthesis map show that, of the total area of watershed of Rio Verde, 13,23% are classify as very decrease fragility, 42,13% as decrease fragility, 22,17% average fragility, 14,15% as high fragility and 8,31% as very high fragility. Then, conclude that the major part of area formed to the add of the average to very high fragility classes are in the portion of the Serra da Mantiqueira ¿ major intensity of the morphogenetic process
Subject: Recursos hidricos - Aspectos ambientais
Bacias hidrograficas - Aspectos ambientais
Sistemas de informação geográfica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mello_JulianoPereirade_M.pdf2.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.