Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287217
Type: TESE
Title: Movimento multirão agroflorestal : trajetoria do grupo, o processo de formação em agrofloresta, suas contribuições e impactos
Title Alternative: Movimento multirão agroflorestal : The path of the group, the education process in agroforestry, your contributions and impacts
Author: Pinho, Renata Zambello
Advisor: Espindola, Carlos Roberto, 1944-
Abstract: Resumo: O Movimento Mutirão Agroflorestal começou em 1996, a partir do contato com as idéias inovadoras do agricultor/experimentador Ernst Götsch, e sempre foi um movimento espontâneo, com livre participação de todos os interessados. O grupo possui organização e dinâmica próprias, e desde o início se propôs a trabalhar de forma auto-gestionária. É formado por profissionais das áreas de ciências agrárias, biológicas, exatas e humanas, estudantes (graduação e pós-graduação), agricultores e técnicos extensionistas, que se reúnem em propriedades rurais para aprender a fazer agrofloresta na prática e de forma coletiva. Hoje, onze anos depois, conta com um acúmulo de experiências em implantação e manejo de agroflorestas, bem como no desenvolvimento de metodologias de ensinoaprendizagem em agrofloresta e percepção ambiental. Os principais objetivos deste trabalho foram resgatar a história e trajetória do Movimento Mutirão Agroflorestal, dando ênfase ao processo de formação em agrofloresta, e avaliar as contribuições do Mutirão para a formação pessoal e profissional de seus participantes. As metodologias utilizadas foram a sistematização da experiência do Movimento Mutirão Agroflorestal, por meio do resgate e análise dos materiais de registros do grupo, e a avaliação das contribuições e impactos do Mutirão sobre seus participantes, por meio de um questionário que foi veiculado via internet, para ampliar o alcance da pesquisa. O enfoque principal desse trabalho é a análise do processo de formação em agrofloresta sucessional vivenciado pelo grupo, considerando os aprendizados adquiridos em técnicas e práticas agroflorestais e em métodos pedagógicos de aprendizagem. Os resultados observados levam a conclusão de que o Mutirão é muito importante para a formação pessoal e profissional de seus participantes, e que o aprendizado transcende as técnicas agroflorestais, promovendo uma transformação pessoal profunda, favorecendo uma mudança de paradigma. Dessa forma, o Mutirão contribui para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável.

Abstract: The Movimento Mutirão Agroflorestal (MMA) began in 1996, from the contact with the new ideas of the agriculturist/researcher Ernst Götsch. Its has always been an spontaneous movement, as all interested people may participate freely. The group has its own organization and dynamic, and since the beginning it has the proposal of working in a self-management way. It's composed by professionals of agrarian, biologics, exacts and humans sciences, students (graduation and post-graduation), agriculturist and technicist. The group meets at farms, where they learn about agroforestry systems in practice and collective way. Today, eleven years after its beginning, it counts on a large experience of implantation and conduction of agroforestry system, as well as teaching-learning methodologies development and environmental perception. The main purposes of this work were to rescue the history and path of Movimento Mutirão Agroflorestal, emphasizing the education process on agroforestry systems; and to evaluate the contribution of Mutirão on personal and professional formation of its members. The methodologies in use were the systematization of MMA experience, through rescue and analysis of documents of the group. The contribution and impact of MMA over its members were evaluated by a questionnaire that was sent through internet, enlarging, this way, the scope of the research. The main approach of this work is the analysis of the education process in agroforestry system experienced by the group, considering agroforestry techniques and practices learning, as well as teaching methods learning. Observing the results, the conclusion is that the MMA is very important for personal and professional formation of its members, and the learning experienced by them transcends agroforestry techniques, providing a deep personal transformation, promoting a paradigm change. MMA contributes, in this way, to the construction of a more just and sustainable society.
Subject: Ecologia - Estudo e ensino
Construção do conhecimento
Trabalho coletivo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pinho_RenataZambello_M.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.