Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/287204
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Modelagem geologica e estocastica da porção NE da Mina de Morro do Ouro, Paracatu (MG)
Author: Silva, Alessandro Henrique Medeiros
Advisor: Souza Filho, Carlos Roberto de, 1965-
Filho, Carlos Roberto de Souza
Abstract: Resumo: Esta dissertação compreende um estudo geoestatístico de um depósito aurífero controlado estruturalmente, hospedado em filitos carbonosos, e de baixo teor e alta tonelagem. O ouro nesta mineralização ocorre associado à boudins ou veios de quartzo que variam de 2 a 60cm. Boudins de dimensões métricas são descritos, porém apenas excepcionalmente. Estes boudins apresentam elongação máxima ao longo da lineação de estiramento mineral regional (N220) e elongação intermediária na direção N31 O, perpendicular à anterior. Teores de ouro em zonas ricas em boudins são reconhecidamente mais altos (> 19lton). Porém, este é um depósito considerado uniformemente como de muito baixo teor. Isto pois os teores globais aparecem diluídos à medida em que os boudins de quartzo são analisados em conjunto com os filitos carbonosos encaixantes, os quais são normalmente estéreis. A explotação deste minério é realizada em mina a céu-aberto e em larga escala, o que viabiliza o empreendimento num depósito de tão baixo teor. Entretanto, a seletividade da lavra, por uma série de razões, tem sido alvo de estudos. Neste sentido, existe um debate interessante sobre a possibilidade de detecção de zonas mais ricas em ouro; que em hipótese coincidem com zonas com maior quantidade de boudins de quartzo, através de ferramentas geoestísticas. Utilizando simulações estocásticas e uma nova técnica para a integração condicional entre a média dos teores simulados, os valores de distância interquartis e os valores de probabilidade, demonstrou-se, nesta dissertação, que é possível mapear as áreas com maiores teores dentro da porção NE do depósito de Morro do Ouro

Abstract: This dissertation presents a geostatistical study of a structurally-controlled, carbonaceous phyl1ite-hosted gold deposit with low gradelhigh tonnage characteristics. Gold in this mineralisation is hosted in boudinaged quartz veins that vary in size ftom 2 em up to 60 em. Larger quartz boudins are reported but only exceptionally. The boudins show maximum elongation along the regional mineral stretching lineation (N220) and an intermediate elongation perpendicular to the latter. Gold grades within zones rich in quartz boudins are known to be high, but are diluted as the phyl1ites comprising these mineralized veins contain little if any gold. Therefore, ore grades, though low, can vary considerably throughout the deposito. Exploitation of such ore is done in large-scale open pit mines, allowing mining to be conducted even on tàirly low grade ores. However, mining selectivity, for a number of reasons, is always a concern and there is considerable interest and debate as to whether enriched ore zones that necessarily coincide with a high incidence of quartz boudins, can be detected by geostatistical tools. Using stochastic simulation and a new technique for conditional integration of the mean of the simulated ore grades, the interquartiles ranges and probabilities, this dissertation attempts to map high grade zones within the studied deposito
Subject: Geologia - Métodos estatísticos
Análise estocástica
Modelagem geológica
Metalogenia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_AlessandroHenriqueMedeiros_M.pdf6.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.