Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286979
Type: TESE
Title: Atualização dos fatores de exposição e sua influencia nos valores de intervenção para solo do estado de São Paulo
Title Alternative: Exposition factors update and their influence in intervention values for soil in São Paulo State
Author: Couto, Maria Luiza Teixeira
Advisor: Iritani, Mara Akie
Abstract: Resumo: A metodologia de Avaliação do Risco é uma das ferramentas de gestão que possibilita encontrar uma solução sustentável considerando a proteção da saúde humana e a remediação de áreas contaminadas. A metodologia de Avaliação do Risco foi desenvolvida pela agência ambiental americana (U.S.EPA) e tem sido a base para aplicação em diversos outros países. Esta metodologia tem como princípio a determinação da probabilidade de ocorrência de efeitos adversos à saúde humana em função do cenário ao qual um receptor está exposto. Estabelece uma seqüência lógica de etapas a serem cumpridas e entre elas temos a quantificação dos riscos potenciais associados às características da população potencialmente exposta, denominadas de fatores de exposição. CETESB utilizou a metodologia de Avaliação do Risco para a determinação dos Valores de Intervenção para solos, que são valores de referência que orientam a classificação de uma área como contaminada. A CETESB, na ausência de dados característicos da população paulista e mesmo brasileira, utilizou fatores de exposição de fontes reconhecidas internacionalmente. Tendo como referência essas considerações, este trabalho foi idealizado em torno de três objetivos principais: (a) realizar uma revisão abrangente das informações recentes no campo de estudos geográficos nacionais e dados internacionais com a perspectiva de consolidar os fatores de exposição para a população paulista e, secundariamente, para a brasileira, (b) analisar a sensibilidade desses novos fatores de exposição frente aos Valores de Intervenção consolidados pela CETESB em 2001 para o Benzeno, Endrin e Níquel considerando os cenários de exposição agrícola, residencial e industrial, e (c) propor valores de fatores de exposição para utilização seja no calculo de novos Valores Orientadores do Estado de São Paulo como no processo de Avaliação do Risco à saúde humana aplicada as áreas contaminadas. Os fatores de exposição foram atualizados através da pesquisa em bancos de dados e literaturas e estimados com base em equações matemáticas especificas, quando pertinentes. A análise de sensibilidade foi realizada calculando-se as doses de ingresso e os valores de risco para as substâncias selecionadas, utilizando o modelo CSOIL e o mesmo procedimentos utilizado pela CETESB para derivação dos Valores de Intervenção. Os resultados mostraram que dentre os parâmetros de exposição avaliados, o peso corpóreo, a taxa de inalação e as taxas de ingestão de solo e água mostraram maior influência nos valores de risco final calculado. A magnitude da influência de cada fator depende das características físico-químicas e o compartimento alvo do contaminante. A avaliação do impacto destes fatores de exposição nos Valores de Intervenção mostra que não haveria alteração para o Benzeno e para o Níquel no cenário residencial. O maior impacto seria no cenário industrial. cujas concentrações aumentariam cerca de 50%. causado principalmente pela exclusão da criança como receptor. No cenário agrícola haveria um aumento de aproximadamente 10% em relação aos valores atuais de intervenção. Este estudo mostra que, apesar de não haver um impacto numérico nos valores de risco calculados, a variação dos fatores de exposição pode afetar de forma significativa os Valores de Intervenção, que foi o exemplo usado neste estudo, mas também nos estudos caso a caso e em outros valores de referência utilizados no gerenciamento de áreas contaminadas no Estado de São Paulo. Há a necessidade de reavaliação constante dos fatores de exposição sempre que forem publicados novos dados e, mais especificamente, para a população paulista, que possui comportamento e características distintas do restante do país

Abstract: The Risk Assessment methodology is a management toei which allows the finding of a sustainable solution considering human health and remediation of contaminated areas. The Risk Assessment methodology was developed by the Environment Protection Agency (EPA) of USA and has been the base for application in many other countries. This methodology is based on adverse effect occurrence probability's determination, given the scenario the that the receptor is exposed. It establishes a logical sequence of steps to be followed, among those, the potential risk quantification associated to the exposed population characteristics, called Exposure Factors. CETESB has used the Risk Assessment methodology to determine Intervention Values for soils, which are reference values to classify an area as contaminated. CETESB, faced a lack of data for São Paulo's and also Brazilian population characteristics, therefore used Exposure Factors of known international sources. Taking into account the mentioned considerations, this project was developed having 3 mains goals: (a) to make a broad revision of recent information in national geographic studies and international data, aiming to consolidate data for São Paulo's population, and secondarily for brazilian population; (b) to analyze these new factors' sensibility to Intervention Values consolidated by CETESB in 2001, to Benzene, Endrin and Nickel, considering agricultura!, residential and industrial scenarios, and (c) to propose Exposure Factors to be used in the new Orientation Values in the State of São Paulo as well as in the human health Risk Assessment process applied in contaminated areas. The Exposure Factors were updated through research in databases and literature sources, and were estimated based on specific mathematic equations, when appropriate. The sensibility analysis was carried out calculating intake doses and Risk values for the selected substances, using the CSOIL model and the same procedures used by CETESB to derivate Intervention Values. The results show that among the assessed parameters, body weight, air intake rate, and water and soil intake rate have the greater influence at the values of the calculated final risk. The magnitude of each factor depends on physical-chemical characteristics and contaminant's target compartment. The impact assessment of these Exposure Factors shows that there would not be changes for Benzene and Nickel in residential scenarios. The greater impact would be in the Industrial scenario, which concentrations would raise around 50%, caused mainly by the exclusion of children as receptors. In the agricultural scenario, there would be a raise of approximately 10%, related to the current intervention values. This study shows that, despite there is no numeric impact on the calculated risk values, the Exposure Factors variation may affect in a significant way the Intervention Values, that was the example used in this study, and also in studies of specific cases and in other reference values used in the management of contamínated areas in the State of São Paulo. A constant reassessment for the exposure factors is needed, whenever new data are published, and more specific, for São Paulo's population, which has different characteristics and behaviors from the rest of Brazil
Subject: Águas subterrâneas - Contaminação
Riscos ambientais
Solos - Poluição
Avaliação de riscos ambientais
Saúde pública
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Couto_MariaLuizaTeixeira_M.pdf3.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.