Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286905
Type: TESE
Title: As desigualdades socioespaciais urbanas numa metrópole interiorana : uma análise da Região Metropolitana de Campinas (SP) a partir de indicadores de exclusão/inclusão social
Title Alternative: Urban socio-spatial inequalities in an inland metropolis : an analysis of the Metropolitan Region of Campinas, State of São Paulo, Brazil, based on social exclusion/inclusion indicators
Author: Nascimento, Ederson, 1984-
Advisor: Matias, Lindon Fonseca, 1965-
Abstract: Resumo: Esta tese apresenta uma análise da estruturação socioespacial urbana da Região Metropolitana de Campinas, no Estado de São Paulo, à luz do processo de exclusão/inclusão social. Parte-se do pressuposto de que o espaço urbano-metropolitano é configurado, em relação à sua organização interna e ao seu conteúdo social, em áreas sociais segregadas, as quais resultam de (e implicam em) graus diferenciados de inclusão ou exclusão social de sua população. Examina-se a evolução dos processos de urbanização e de expansão das áreas urbanizadas na região, e realiza-se uma caracterização dos espaços intraurbanos sob as perspectivas funcional e social. Elabora-se também, com base em variáveis censitárias intraurbanas, um sistema de indicadores sociais de exclusão/inclusão social, visando mensurar e representar espacialmente a dinâmica das desigualdades socioespaciais no espaço urbano-metropolitano entre 1991 e 2010, através de índices calculados em relação a quatro dimensões de análise do processo de exclusão/inclusão social: autonomia de renda, desenvolvimento humano, equidade e qualidade domiciliar. Os resultados da pesquisa caracterizam a estrutura socioespacial desigual urbana, a qual é marcada por grandes diferenciais de condições de vida (sobretudo na cidade de Campinas) e pela segregação das populações em arranjos espaciais setorizados, configurados em escalas regional e intraurbanas

Abstract: This thesis presents an analysis of the socio-urban structuring of the Metropolitan Region of Campinas, State of São Paulo, Brazil, based on the social inclusion/exclusion process. It starts from the presupposition that the urban-metropolitan space is configured, in relation to its internal organization and its social content, in segregated social areas, which result from (and imply) different degrees of social inclusion or exclusion of its population. It analyzes the evolution of the processes of urbanization and expansion of urban areas in the region, as well as a characterization of the intra-urban spaces under the functional and social perspectives. It also elaborates, based on intra-urban census data, a system of social indicators of social exclusion/inclusion, aiming to measure and represent through the space the dynamics of socio-spatial inequalities in the urban-metropolitan space between 1991 and 2010, using indexes calculated in relation to four dimensions of analysis of the social inclusion/exclusion process: income autonomy, human development, equity and home quality. The research results characterize urban unequal socio-spatial structure, which is marked by big differences of living conditions (especially in the city of Campinas) and segregation of populations in sectored spatial arrangements sectors, configured in regional and intra-urban scales
Subject: Geografia humana - Campinas (SP)
Inclusão social
Exclusão social
Indicadores sociais - Campinas, Região Metropolitana de (SP)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_Ederson_D.pdf40.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.