Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286887
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Ecologia de saberes? : um estudo da experiência de interação da universidade com o movimento indígena
Title Alternative: Knowledge ecology? : a study of the experience among the interaction between university and indigenous movement
Author: Medeiros, Iraci Aguiar, 1961-
Advisor: Gitahy, Leda Maria Caira, 1949-
Abstract: Resumo: O objetivo deste trabalho é analisar uma experiência de articulação entre a Universidade e o Movimento Indígena, buscando verificar como se dá a interação entre dois tipos de conhecimento (científico e tradicional) no interior dessa experiência. O estudo empírico foi realizado nos cursos de graduação (licenciaturas plenas para formar professores indígenas) originados da interação da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) com o Movimento Indígena. Os resultados mostram que os cursos do Projeto 3º Grau Indígena se configuram como "zonas de contato", em que se relacionam, além de pessoas de diferentes grupos étnicos, também seus conhecimentos e saberes, ou seja, um espaço de interação entre os vários tipos de conhecimento (científico, tecnológico, tradicional, de senso comum, etc.) e de múltiplas formas de enxergar e pensar o mundo. Essa dinâmica fertiliza o processo de produção de conhecimento, promovendo a ecologia de saberes e traz consequências tanto para a universidade como para as comunidades indígenas. São práticas que promovem uma nova convivência ativa entre saberes, no pressuposto de que todos eles, incluindo o saber científico, podem se enriquecer nesse diálogo

Abstract: The objective of this thesis is to analyze the experience of articulation between the University and the Indigenous Movement, seeking verify how the interaction between two types of knowledge (scientific and traditional) within this experience. The empirical study was conducted in undergraduate courses (undergraduate full to train Indian teachers) arising from the interaction of the State University of Mato Grosso (UNEMAT) with the Indigenous Movement. The results show the courses Project 3rd Degree Indigenous configure themselves as "contact zones" in which they made relationships, and people from different ethnic groups, also their knowledge and expertise, i.e. , a space for interaction between various types of knowledge (science, technology, traditional, common sense, etc..) and multiple ways of seeing and thinking about the world. This dynamic fertilizes the process of knowledge production, promoting the ecology of knowledge and has consequences both for the university and for indigenous communities. These are practices that promote active living among a new knowledge on the assumption that all of them, including scientific knowledge, can enrich this dialogue
Subject: Inclusão social
Comunidade e universidade
Movimento indígena
Protagonismo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MEDEIROS, Iraci Aguiar. Ecologia de saberes?: um estudo da experiência de interação da universidade com o movimento indígena. 2013. 290 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/286887>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Medeiros_IraciAguiar_M.pdf1.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.