Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286874
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientador: Lea Maria L. S. Velhopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geocienciaspt_BR
dc.format.extent129f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleA construção da excelencia nos processos de avaliação da pesquisa : a Comision Sectorial de Investigacion Cientifica da Universidad de la Republica, Uruguaipt_BR
dc.contributor.authorDavyt Garcia, Amilcarpt_BR
dc.contributor.advisorVelho, Léa Maria Leme Strini, 1952-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Instituto de Geociênciaspt_BR
dc.subjectSociologia - Uruguaipt_BR
dc.subjectPesquisa - Uruguaipt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo central deste trabalho é fazer uma análise do significado da excelência no âmbito dos processos de avaliação da ciência levados a efeito nas agências de fomento à investigação. A discussão é realizada a partir da experiência de uma situação institucional específica: a Comisión Sectorial de Investigación Científica -CSIC- da Universidad de Ia República de Uruguai, com base em documentos, dados quantitativos e entrevistas com integrantes da Comissão e de suas subcomissões, participantes dos seus mecanismos de avaliação, dos processos decisórios e das políticas implementadas. O trabalho explora as diferentes facetas do conceito através de uma abordagem sociológica, que permite veicular uma análise crítica da avaliação por pares da atividade científica. Sendo uma formulação possível da pergunta principal: como se constroem os critérios de excelência científica?, apresentam-se resultados de pesquisa que são tratados como evidências de que a excelência é socialmente construida em processos de negociação, específicos de cada contexto histórico particular. Ela não é um conceito abstrato nem tem existência independente do contexto de sua construção. Tenta-se identificar as formas pelas quais a excelência incorpora na sua constituição as contingências do momento e do lugar onde é construída pelos participantes do processo: o locus da avaliação da pesquisa. Discutem-se algumas características da operacionalização da avaliação, distinguindo vários momentos do processo: a escolha dos pares, a atuação dos mesmos e a tomada de decisão da Comissão. Neles identificam-se as vinculações da excelência com o lugar da pesquisa e o lugar da avaliação; com o conhecimento do parecerista do contexto que envolve a proposta e os seus valores e formação intelectual; e com as contingências do processo de negociação até à resolução final. A geração de um acordo a respeito da qualidade de um projeto é geralmente rápida entre os integrantes dos organismos. São eles que determinam a excelência de cada proposta; obtêm os consensos a respeito das linhas de pesquisa. dos objetivos e das metodologias adequadas; decidem os caminhos que deve seguir a ciência local no seu conjunto. Os mecanismos de julgamento parecem ser chaves na construção de consensos, e de grande importância no desenvolvimento da ciência e na sua relação com a sociedade. Na arena de negociação que vincula a atividade científica e os recursos financeiros também se dá forma à direção e ao conteúdo da ciência. Os projetos e pesquisadores financiados têm possibilidades de atingir consensos em relação a algumas 'realidades' ou 'verdades' determinadas; as outras possíveis não chegam a existir, pelo fato de não serem financiadas. As grandes linhas das disciplinas são em parte definidas nesse processo de financiamentopt
dc.description.abstractAbstract: This study aims to analyze the concept of exceIlence within the process of evaluation of scientific activities. We locate this discussion on the research funding agency of the Universidad de Ia República, Uruguay: the Sectoral Commission for Scientific Investigation -CSIC-. Based on quantitative data and on face-to-face interviews with university officials, the study attemps to explore how research evaluation criteria are locally constructed by participants. ExceIlence is not an abstract concept; it does not exist independently or without reference to local contexts and circumstances. We try to identify the ways by wich exceIlence incorporates the contingencies of the evaluation process, in their various moments: peer selection, peer evaluation and final decision making. The program officials determine the proposals' exceIlence; they reach consensus about research trends, adequate objectives and methodologies; they decide the direction ofthe local scientific activity. Peer review mecanisms are key pieces in the construction of consensus as weIl as in the ways science relates with society. The negotiation arena that forms a bridge between the scientific activity and the world of resources allocation simultaneously shape the directions and the content of science. The funded projects are the ones with possibilities to reach agreements about what is 'real' or 'true'. The rejected ones represent 'realities' wich wiIl never exist only becaause they did not get funds. Main trends of science are defined, in part, within the resource allocation process, the [oeus of scientific evaluationen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued1997pt_BR
dc.identifier.citationDAVYT GARCIA, Amilcar. A construção da excelencia nos processos de avaliação da pesquisa: a Comision Sectorial de Investigacion Cientifica da Universidad de la Republica, Uruguai. 1997. 129f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociencias, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/286874>. Acesso em: 22 jul. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreenameMestre em Política Científica e Tecnológicapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameSobrinho, Jose Diaspt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameCagnin, Maria Aparecida Hugopt_BR
dc.date.defense1997-07-25T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2018-07-22T04:42:30Z-
dc.date.accessioned2018-07-22T04:42:30Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-07-22T04:42:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DavytGarcia_Amilcar_M.pdf: 5907376 bytes, checksum: f558441d4bb91cc2802fbce94389e4bc (MD5) Previous issue date: 1997en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286874-
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
DavytGarcia_Amilcar_M.pdf5.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.