Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286850
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O Brasil imita o Japão ? : a qualidade em empresas de autopeças
Author: Rachid, Alessandra
Advisor: Lopes, Juarez Rubens Brandão, 1925-
Lopes, Juarez Brandão, 1925-
Abstract: Resumo: O objetivo desta trabalho é analisar a introdução de métodos organizacionais do "modelo japonês", especialmente os métodos de controle da qualidade, em três empresas de autopeças em São Paulo. A construção desse modelo começou no Japão pós-guerra, através da adaptação de tecnologias norte-americanas e européias às condições do país, processo liderado pela indústria automobilística. Os métodos do modelo baseiam-se em formas mais flexíveis de produção, que levam a uma maior divisão de responsabilidades entre todos os funcionários. Destaca-se no modelo a importância da qualidade, cuja ênfase volta-se à técnicas de caráter preventivo. A partir da década de 80, empresas de países ocidentais passaram a adotar técnicas do modelo em períodos bastante próximos, como no caso das três empresas estudadas. Inicialmente a introdução dos novos métodos se dá de forma isolada, como no caso do Círculo de Controle da Qualidade, mas estes não se adequaram à organização taylorista, baseada em grande especialização de departamentos e funções, existente nas empresas ocidentais. No final dos anos 80 e início dos 90 empresas mais empenhadas no processo de inovação desenvolveram um processo de aprendizado através de diferentes métodos do modelo (como o Controle Estatístico do Processo, o Just in Time, as células de fabricação e outros), e percebem a necessidade de implantar o modelo de forma mais global. Nas três empresas estudadas, assim como em muitas outras, essa percepção leva à adoção do Total Quality Control, que implica em mudanças mais abrangentes. Por exemplo a reorganização da estrutura das próprias empresas e das estruturas de cargos e salários visando diminiuir a alta especialização. Observa-se também grandes mudanças nas áreas de treinamento e aumento dos investimentos visando superar as deficiências na formação da mão-de-obra, o que só apresenta resul tados a longo prazo e se houver um esforço continuado neste sentido

Abstract: The object of this work is to analyse the incorporation of japanese organizational methods, mainly quality control methods, in three auto-part companies in the state of São Paulo. These methods were developed in post-war Japan by adaptating North American and European technologies to Japanese conditions, mainly in the automobile industry. They are based in more flexible forms of production which lead to a broader division of responsibility between alI employees. Quality becomes _ore important and emphasizes its preventive approach. From the beginning of the 80's western countries begun to adopt these techniques at almost the same time, like in the three studied companies. Initially these new methods were introduced separately, as in the case of Quality Circles, but they were not adequate for taylorist organization from western countries which have been strongly based in highly specialized departments and jobs. At the end of the 80' s and the beginning of the 90' s some companies who have worked wi th others methods (e. 9 . statistical process control, just in time, manufacturing cells and others) realized it would be necessary to introduce these methods as a whole. In the three studied companies, like in many others, this realization led to use of Total Quality Control techniques and, as a consequence, to greater changes in their organization. Companies begin then to reorganize their own structures and their job and wage systems to break down high specialization. Additionally, these companies modify their training areas and increase investments to overcome labour force skill deficiencies, which takes a long time and requires a continous and strong effort
Subject: Automoveis - Peças - Indústria - Aspectos econômicos
Pessoal - Treinamento - Brasil
Controle de qualidade
Just-in-time
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: RACHID, Alessandra. O Brasil imita o Japão ?: a qualidade em empresas de autopeças. 1994. [167]f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociencias, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/286850>. Acesso em: 18 jul. 2018.
Date Issue: 1994
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rachid_Alessandra_M.pdf7.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.