Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286768
Type: TESE
Title: Balanço da oferta e da demanda de cobre no Brasil
Author: Panigassi, Maria Helena Fernandes
Advisor: Machado, Iran Ferreira, 1938-
Machado, Iran
Abstract: Resumo: Neste estudo é realizada uma análise da conduta do poder público, do setor privado nacional e do setor externo na solução dos problemas de mineração, metalurgia e transformação do cobre e de seus produtos derivados. A grande dependência externa em relação ao cobre, dado seu peso na pauta de importações, levou a implantação do Projeto Cara1ba pelo governo, face ao desinteresse da iniciativa privada nacional em mobilizar recursos para a produção desta matéria-prima. O projeto inicial, pertencente ao grupo Pignatari, consistia em operacionalizar uma mina e uma metalurgia para produzir 20.000 t/ano de cobre. Dada sua impossibilidade em operar, o projeto Cara1ba passou para o governo que projetou uma metalurgia para 150.000 t/ano, enquanto a mina não tinha capacidade nenhuma para suprir esta produção A mina da Caraíba, que consumiu US$ 700 milhões, supre apenas 201. das necessidades da metalurgia, que é abastecida pela CBC (71.) e por minério importado (731.). Da forma, ao contrário da maioria dos paises subdesenvolvidos, o Brasil consegue com a presença de um produtor de metal primário de cobre, completar toda a cadeia produtiva de transformação, da extração de minério à elaboração dos manufaturados, embora necessitando de minério importado. Ao longo das estimativas otimistas quanto ao n1vel de demanda justificaram o andamento de projetos como Cara1ba e Salobo. No entanto, a real demanda ocorrida, bem sensível redução nos preços do metal, aliados ao crescimento e a consolidação da indústria de transformados de cobre, indicou claramente que a não disponibilidade de minério de cobre não foi fator limitante para o desenvolvimento da indústria de produtos transformados de cobre e suas ligas no Brasil

Abstract: This dissertation sets out to analyse the conduct of the Brazilian authorities and the priva te sector and foreign influence in the copper industry in Brazil. The country's great dependence on the foreign supply of copper, which ranks high in the range of imports, led the Government ta implement the Caraiba project, given that private enterprise did not have enough resources and expertise for the extraction and metallurgy of that raw material, then regarded as being of strategic importance. The inicial project was undertaken by a private company, the Pignatari group, that planned a 20,000 ton/year mine and processing planto Given that the project was not feasible, a State agency (BNDES), took over, building a processing plant for 150,000 ton/year, and a much smaller mining operation. The Caraiba mine cost US$ 700 million, and supplies only 20% of the needs of the metal I urgi cal unit, the rest being supplied by imported concentrate (73%) and CBC (7%) a smallero local mine. Unlike most underdeveloped countries, Brasil - as a primary metal producer - has endeavoured to complete the productive processing chain, from are extraction ta manufacturing of finished products, even though most of are is of foreign origino Through the years, overly optmistic estimates of copper demand have justified the development of projects such as Caraiba and Salobo. However, actual demand, a significant decrease of copper prices as well as the growth and consolidation of the processing industry have clearly shown that non-availability of copper ore is not a restricting factor in the development of the processing industry in Brazil
Subject: Cobre-metalurgia - Brasil
Cobre-Minas e mineração - Brasil
Minas e recursos minerais - Política econômica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1993
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Panigassi_MariaHelenaFernandes_M.pdf7.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.