Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286762
Type: TESE
Title: Leitura e ensino de ciencias/geociencias : algumas condições de produção do imaginário e discursos de professores
Title Alternative: Reading and science/ geosciences teaching : some production conditions of imaginary and dicourse of teachers
Author: Zimmermann, Narjara, 1983-
Advisor: Silva, Henrique César da, 1969-
Abstract: Resumo: Partindo do pressuposto de que o professor tem papel fundamental na mediação da leitura pelos estudantes e formação do leitor de ciência, e de que essa mediação se relaciona com o imaginário de leitura de professores, este trabalho teve como objetivo principal compreender alguns aspectos das condições de produção do imaginário de quatro professores de diferentes disciplinas (química, geografia, português e biologia) de uma mesma escola pública sobre leitura na relação com o ensino de ciências/geociências. Pautada em aportes da Análise de Discurso de origem francesa, analisei os sentidos sobre leitura produzidos por esses professores em entrevistas semiestruturadas, considerando que esses sentidos foram produzidos em determinadas condições de produção que englobam o contexto imediato, os sujeitos e a situação, e o contexto sóciohistórico, ideológico. Por meio das análises foi observado que o imaginário desses professores está relacionado, principalmente, a aspectos pessoais da história de vida e formação inicial e continuada, bem como a aspectos da dinâmica de trabalho e interações nessa escola. Nos discursos dos professores, a leitura adquiriu diferentes papéis, por exemplo, como fonte de informação, como atividades de produção textual e como mediação de práticas que permitissem discussões e interpretações por parte dos alunos, na qual a ¿voz¿ do aluno se constitui como parte do processo de construção do conhecimento em sala. Todos os professores apontaram a importância da leitura nas suas disciplinas, utilizando diferentes fontes de leitura, inclusive o texto didático. No entanto, em seus discursos, ocorrem distinções entre a leitura em português e nas outras disciplinas. Esse imaginário parece se relacionar à previsibilidade da leitura de textos científicos, que se estabelece pela relação com a história, pela constituição e legitimação da univocidade do discurso científico. De modo geral, os resultados apontam que os discursos sobre leitura dos professores se relacionam a sentidos encontrados na pesquisa em ensino de ciências e em documentos oficiais, como os PCN. Além disso, discursos que chegam à escola, por meio de dois cursos de formação continuada desenvolvidos por esses professores, também aparecem relacionados com os sentidos produzidos pelos professores. Discutem-se possíveis condições de produção que parecem estar se constituindo no desenvolvimento de um projeto colaborativo entre universidade e esta escola, por conta, principalmente, das especificidades da natureza do conhecimento geocientífico e do próprio projeto em desenvolvimento

Abstract: Supposing that teachers play a fundamental role on mediation of students reading practice and on their development as science readers, and assuming that this mediation is related to the teachers imaginary about reading, the present work had as main objective to understand some aspects of the production conditions of this imaginary by analyzing four teachers (from different subjectmatters - chemistry, geography, portuguese and biology - in a public school) discourses about reading and its relationship with science/geosciences teaching. Based on French Discourse Analysis, I analyzed reading significations produced by these teachers through semi-structured interviews, considering that these significations were produced in certain production conditions that embody an immediate context, the subjects and the situations, and the social-historic and ideological context. Through the analysis, I observed that these teachers imaginary is related, essentially, to personal aspects of their life histories plus initial and continued formation, as well as aspects of the work and interaction dynamics at the already mentioned school. On the teachers discourses, reading has acquired different roles, such as, for example: information source; text production activities; mediation of practices that aloud students¿ discussions and interpretations, in which student¿s ¿voices¿ become part of the process of knowledge construction in the lasses. All teachers refer to reading as important in their subject-matters, and they use different reading sources, including didactic manuals. Nevertheless, we have identified in their discourses some distinctions between the reading practices in the context of portuguese classes and the other subject-matters: this imaginary seems to be related to the predictability of scientific text reading, established through the historic relation of the construction and legitimacy of univocal scientific discourses. In general, the results show that the teachers¿ discourses about reading are related to significations presented at discourses produced on science teaching area of research and in official documents, such as the PCN. Moreover, some discourses that have reached this school, through two courses of continued formation followed by these teachers, appear to be related with the significations produced by the teachers. Finally, I discuss possible production conditions that appear to be constructed along with the development of a collaborative project between university and the school, due, specially, to the specificity of the nature of geosciences knowledge and the proper project itself
Subject: Leitura
Discurso
Ensino de ciências
Geociências - Estudo e ensino
Formação continuada
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zimmermann_Narjara_M.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.