Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286710
Type: TESE
Title: A territorialização da atenção primária à saúde no Sistema Único de Saúde : perspectiva de adequação ao perfis do território urbano de Pouso Alegre-MG
Title Alternative: Territorialization of primary attention to health in the Unique Health System (SUS) : perspective of adequacy for the urban territorial profiles of the Pouso Alegre-MG
Author: Faria, Rivaldo Mauro de, 1975-
Advisor: Bortolozzi, Arlêude
Abstract: Resumo: Este trabalho foi construído em torno de dois objetivos intimamente ligados: discutir a territorialização como técnica e política de gestão dos serviços de atenção primária à saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e apresentar uma perspectiva de adequação desses serviços aos perfis do território urbano. Os caminhos metodológicos foram construídos a partir das orientações dadas por Maria Cecília Minayo, para as pesquisas qualitativas em saúde, e a categoria território usado em Milton Santos foi tomada como fundamento para a construção da base teórico-conceitual. A pesquisa comunica teoria e prática. Por isso, o território urbano de Pouso Alegre-MG foi definido como local de estudo e aplicação. A reflexão sobre a territorialização da saúde levou a concluir que se trata de uma concepção política e pragmática do território, com dimensão padronizada e elementos burocráticos que fragmentam o sistema de atenção. Como técnica, a territorialização "cria" territórios políticos para a saúde e como inscrição espacial impõe os limites de abrangência para os serviços. O seu ponto de partida são os serviços e o número de habitantes. A perspectiva dos perfis territoriais apontou um caminho diferente. O ponto de partida, nesse caso, deve ser o reconhecimento dos usos do território, através dos quais são identificados os seus perfis. Dessa forma, os serviços de atenção primária devem se adaptar a esses perfis territoriais. Como técnica, essa perspectiva reconhece os usos do território e como inscrição espacial se adapta a esses territórios reconhecidos pelos seus usos

Abstract: This work was developed based on two closely connected aims: discuss the territorialization as technique and management policy of the services of primary attention to health in the SUS (Unique Health System) and present a perspective of adequacy of such services for the urban territory profiles. The methodology was researched having the support of Maria Cecília Minayo, for the qualitative research in health, and the territory category used in Milton Santos was taken as foundation for the construction of the conceptual-theoretical support. This research deals with theory and practice, this is why, the urban territory of Pouso Alegre-MG was defined as the venue of studies and application. The reflection upon the territorialization of health lead to the conclusion that there is a political and pragmatic conception of the territory with patterned dimension and procedural elements which divide the system of attention. As technique, the territorialization "generates" political territories for health and as spatial registration enforce the limits of ranges for the services. Therefore, the starting point is the services and inhabitants figure. The perspective of territory profiles have shown a different way. The starting point must be the acknowledgement of the uses of the territory and from them the profiles are identified. This is why the services of primary attention should be adapted to these territory profiles. As a technique, this perspective acknowledges the uses of territory and how spatial register adapts to these territories acknowledge by their uses
Subject: Sistema Único de Saúde (Brasil)
Territorialidade humana - Pouso Alegre (MG)
Atenção primária à saúde
Solo - Uso - Pouso Alegre (MG)
Divisões territoriais e administrativas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Faria_RivaldoMaurode_D.pdf12.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.