Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286657
Type: TESE
Title: Localização industrial e trabalho : estudo do perfil do emprego no novo polo automobilistico do Parana
Author: Fonseca, Rodrigo Rodrigues da
Advisor: Carvalho, Ruy de Quadros, 1953-
Abstract: Resumo: O setor automotivo tem sido largamente estudado em todo mundo. Isto se deve, por um lado, aos seus desdobramentos econômicos, dada a amplitude alcançada pela cadeia produtiva nos países industrializados e por outro lado, aos seus desdobramentos sociais, como os sindicatos atuantes que se formaram em tomo das empresas do setor. Além disso, a sua capacidade de definir modelos de organização industrial e relações de trabalho para outros setores, tem recebido a atenção de muitos estudos que buscam entender os diversos aspectos da mudança pela qual passa o mundo do trabalho. Apesar da mudança estar presente, com características comuns, em todos os países industrializados, é nos países em desenvolvimento que estas têm apresentado maior diversidade de ritmo e profundidade, com resultados igualmente diversos. Esta dissertação discute em que medida as estratégias de localização das empresas do setor automotivo brasileiro desembocam em diferentes configurações do perfil da mão-de-obra. Nosso argumento é de que os custos do trabalho e flexibilidade trabalho continuam a exercer influência significativa na decisão de localização das montadoras. Com isto procuramos demonstrar que a busca por trabalho mais barato e mais flexível contribuiu para a recente migração de investimentos para fora do estado de São Paulo. Isto está provavelmente ligado ao fato de que as novas tecnologias e as novas formas de org.mi7~ção da produção adotadas nas novas plantas das montadoras diminuíram sua dependência de qualificações que, predominantemente, são baseadas na experiência. Isto abre possibilidade de contratar trabalhadores jovens, mais educados mas com menos experiência no trabalho. Nossa análise parte da comparação entre a região tradicionalmente associada ao setor automotivo no Brasil, o estado de São Paulo, e outra região que esta se constituindo como novo pólo automotivo devido a recente entrada de investimentos no setor, o estado do Paraná. Utilizando os dados do RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) e do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desligados), ambas fornecida pelo Ministério do Trabalho, comparamos informações sobre a idade, a escolaridade e a remuneração da força de trabalho nos dois estados. Os resultados obtidos apontam para a constituição de um perfil de empregado mais jovem, mais escolarizado e com salários mais baixos nas fábricas do Paraná, do que a mão-de-obra das fábricas de São Paulo

Abstract: The automobile industry has been widely researched, everywhere and within various disciplines. This is so due to its social and economic importance. On the one hand, it is an industry which holds considerable share of industrial output in industrialised countries, and its production chain affects many other sectors, with backward and foreward linkages. On the other hand, auto workers' s unions tend to be powerful social and political players. Moreover, the auto industry has been for long a producer of industrial organisation and industrial relations models, which influence organization in other sectors. In this connection, the automobile industry has received great attention lately, as researchers aim to understand the changes which are affecting industriallabour and labour relations. This dissertation looks into the issue of the geographical localisation of new plants and its labour implications, in the Brazilian automobile industry. A discussion of the fuctors influencing localisation is presented, and it is argued that labour cost and labour flexibility continue to exert significant influence on the assembler's choice oflocalisation. In this connection, it is empirically demonstrated that the search for cheaper and more flexible labour has contributed to the recent wave of migration of assembler investment outside the State of São Paulo, towards less industrialised states. This is possible due to the fuct that new technologies and new forms of production organisation adopted by the new automobile plants have diminished their dependency on skills which are predominantly based on experience. This opens the possibility ofhiring younger, more educated but less experienced labour. The empirical investigation comprises a comparison ofthe structure of employment and ofthe flow of employment (admission and dismissal) in the automobile industry between a brownfield - the state of São Paulo - and a greenfield - the state of Paraná. The latter has become now the second greatest automobile pole in the country, due to a large wave of investment in new assembly plants. The information on employment characteristics comes from two data basis of the Brazilian Ministry of Labour (RAIS and CAGED). The comparison takes into account the following variables: formal education and age ofthe labour force and wages. The findings of investigation reveal that the labour force employed by the automobile industry in the State of Paraná is significantly younger and has substantially more years of education than workers employed in the state of São Paulo. Nevertheless, wages paid to the former are substantially lower than wages paid in São Paulo
Subject: Indústria - Localização
Emprego
Indústria automobilística
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fonseca_RodrigoRodriguesda_M.pdf3.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.