Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286570
Type: TESE DIGITAL
Title: Evolução da agricultura e transformações da técnica e das relações territoriais no cerrado goiano : a dimensão endógena da expansão da agroindústria canavieira
Title Alternative: Evolution of agriculture and changes in technical and territorial relations in the Cerrados of Goiás : the endogenous dimension in the growth of sugarcane agroindustry
Author: Mesquita, Fernando Campos, 1984-
Advisor: Furtado, André Tosi, 1954-
Furtado, André Tosi
Abstract: Resumo: É comum explicações sobre a expansão do agronegócio nos cerrados que enfatizam fatores exógenos à região. A paisagem regional é composta por um setor produtivo dominado por empresas multinacionais e de outras partes do país; o preço do produto final foge ao controle dos produtores rurais; a demanda, em geral, é externa à região e ao próprio país. No entanto, a ênfase excessiva nesses aspectos ¿ muito em voga em momentos de globalização ¿ acaba por minimizar relações locais que permitem à agricultura atingir seus altos patamares técnicos e científicos. Nosso objetivo é demonstrar como essa dimensão endógena foi central na expansão da agroindústria canavieira no Estado de Goiás, atualmente segundo maior produtor de etanol e cana-de-açúcar do país. Construímos a análise atentando para o processo histórico de formação e desenvolvimento da região analisando a evolução das técnicas de produção nas condições edafoclimáticas do cerrado. De um local onde, até princípios do século XX, apenas a pecuária conseguia superar as barreiras naturais, Goiás tornou-se um dos maiores produtores nacionais de arroz entre 1950 e 1970; uma das bases de expansão da soja no cerrado entre as décadas de 1970 e 1990; e, mais recentemente, a principal fronteira de cana-de-açúcar no país. Por trás dessas mudanças está um aprimoramento das técnicas de cultivo e distintas relações territoriais que fortalecem fatores ora endógenos, ora exógenos. Na cana-de-açúcar, os segundos prevaleceram quando a técnica de manejo e a mão de obra qualificada eram, em geral, trazidas de São Paulo. No entanto, a emergência uma novo clico de expansão do etanol no país, com o aumento dos veículos flex-fuel, e o crescimento do número de produtores em Goiás, tornou esse procedimento inviável. Era necessário criar um elo local para desenvolver uma técnica específica às condições naturais e qualificar a mão de obra. Esse fenômeno representa a mudança de uma região que, por muito tempo, atraiu atividades produtivas por conta da oferta de recursos naturais e incentivos fiscais, para uma região que tem qualificado a interferência na economia atuando de forma direta no modo como a técnica e o conhecimento científico tem evoluído na agricultura

Abstract: Explanations about agribusiness growth in the Brazilian Cerrados normally emphasize aspects that are exogenous to the region. The regional landscape shows a productive sector controlled by multinationals and national companies from other parts of the country. Prices are defined externally. Demand depends on the global market. Nevertheless, excessive attention on these points ¿ frequent in a moment of globalization ¿ underestimate local relations that have allowed agricultural production to achieve its high technical and scientific levels. The aim of this thesis is to show how this endogenous dimension was a central to the growth of sugarcane agroindustry in the Brazilian State of Goiás, nowadays second largest producer of ethanol and sugarcane. The analysis is based on the historical process of regional formation and development. The point is to look at the evolution of techniques to produce in the soil and climate conditions of Cerrados. From an area where, until the beginning of the 20th century, only cattle was able to overcome natural barriers, Goiás became one of the largest producers of rice between 1950 and 1970; one of the basis of soybean growth in the Cerrados in the 1970s and the 1990s; and, more recently, the main frontier of sugarcane in the country. Behind these changes are improvements in farming techniques and territorial relations that induced either endogenous or exogenous forces. In sugarcane, exogenous forces were dominant when techniques and qualified labor were, in general, brought from São Paulo. Nevertheless, the emergence of a new growth cycle for ethanol in Brazil, boosted by flex-fuel vehicles, and the increasing in the number of producers in Goiás made this organization impractical. It was necessary to improve local relation in order to develop a farming technique specific to Cerrados¿ natural conditions and further labor qualification. It represents the change of a region that, during a long time, received productive activities because of its natural resources and tax incentives, to one that qualified its influence in economy interfering in the way that technique and scientific knowledge are evolving in agriculture
Subject: Técnica
Desenvolvimento regional
Agricultura
Agroindústria canavieira
Goias (Estado) - Aspectos econômicos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mesquita_FernandoCampos_D.pdf4.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.