Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286559
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Licenciatura, bacharelado e geografia : resistir ou reexistir, eis a questão?
Title Alternative: Diploma of education, bachelors and geography : resist or reexist, that is the question?
Author: Carvalho, Lucas Ferraz Frauches, 1990-
Advisor: Straforini, Rafael, 1973-
Abstract: Resumo: A pesquisa reflete sobre os diferentes discursos referentes à formação do professor de geografia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Por meio de um instrumento metodológico arqueológico (FOUCAULT, 2008), objetivamos conhecer o discurso filosófico e científico de universidade e o discurso de formação prática do professor dentro da academia, entendendo como se deu o processo de constituição dessas diferentes tradições que produzem uma verdade da formação do professor. Propomos também conhecer, dentro de um enfoque genealógico (FOUCAULT, 2005 e 2013), isto é, de relações de poder, como se dá essas disputas e negociações no currículo da licenciatura, que implicará em um movimento de subjetivação do professor de geografia. Considera-se assim os órgãos educacionais, sobretudo o Conselho Nacional da Educação (CNE), seus atos normativos e suas especificidades no papel que possuem em influenciar os cursos de licenciatura a partir de um processo de normatização, que visa desencadear em uma normalização, haja vista que objetiva um controle do espaço de formação por meio da norma. Contudo, é importante atentar que tal processo se dá de maneira complexa no espaço de conflito das diversas linguagens e interesses na academia, possuindo uma força política que não se dá em condições iguais de relações de poder

Abstract: The research reflects on the different discourses regarding the formation of the geography professor at the Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Through an archaeological methodological tool (FOUCAULT, 2008), we aim to meet the philosophical and scientific discourse of the university, beyond the discourse of the practical teacher training within the academy, understanding how was the process of setting up these different traditions that produce "true" speeches of the training teacher. We also propose to know, within a genealogical approach (Foucault, 2005 and 2013), that is, power relations, how is such disputes and negotiations in the undergraduate curriculum, which will result in a subjectification movement of the geography teacher. Thus considered educational agencies, particularly the Conselho Nacional da Educação (CNE), its regulatory acts and their specific role in that have in influencing degree courses from a regulation process, which aims to trigger on a standardization, considering that aim a training space control through of the norm. However, it is important to pay attention that this process occurs in a complex way within conflict of different languages and interests in the academy have a political force that does not take place on equal terms of power relations
Subject: Curriculo
Ensino superior
Discurso
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IG - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_LucasFerrazFrauches_M.pdf1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.