Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286447
Type: TESE
Title: Desindustrialização e estruturas produtivas regionais no Brasil
Title Alternative: Deindustrialization and regional manufacturing structure in Brazil
Author: Sampaio, Daniel Pereira, 1986-
Advisor: Mota, Fernando Cezar de Macedo, 1969-
Abstract: Resumo: Este trabalho avalia que existe uma controvérsia sobre a desindustrialização no Brasil a partir de várias perspectivas teóricas. Dentre elas foram avaliados autores que discordam desta qualificação e autores que concordam. Dos que concordam são avaliadas as perspectivas ortodoxas, da doença holandesa e demais abordagens heterodoxas, dentre elas a estruturalista. Analisa os impactos do processo de desindustrialização no Brasil a partir de uma perspectiva estruturalista. Entende que a desindustrialização que ocorre no Brasil é um processo relativo explicado pelo aumento do gap tecnológico, pela quebra de elos em cadeias produtivas e pala substituição do produto final nacional pelo importado. Avalia que o processo de desindustrialização em marcha apresenta efeitos distintos do ponto de vista regional e setorial. A partir de uma abordagem regionalizada, analisa que ocorre um duplo efeito sobre a economia paulista: i) por ter o parque produtivo mais diversificado e com setores modernos, ii) pela rearticulação do sistema produtivo nacional que tinha em São Paulo seu centro mais dinâmico. Conclui que a indústria brasileira sofre com problemas de competitividade industrial, principalmente em setores de maior intensidade tecnológica, o que aumenta as dificuldades de promover um crescimento de longo prazo, portanto de sua trajetória de desenvolvimento

Abstract: This study evaluates that there is a controversy about the existence of de-industrialization in Brazil from various theoretical perspectives. Also, evaluates authors who disagree with this qualification and authors who agree. Of those who agree are evaluated the Orthodox perspective, the Dutch Disease and other heterodox approaches, among the structuralist. Also, analyzes the impacts of de-industrialization in Brazil from a structuralist perspective. Argues that de-industrialization in Brazil is a relative process explained by the increase of technological gap, by breaking links in supply chains and the replacement of the final national product by imported one. Analyzes that the de-industrialization in process has different impacts of regional e sectorial point of view, with a dual effect on São Paulo economy: i) to have the most diversified industrial park and modern sectors, ii) the re-articulation of the national productivity system that had in São Paulo your dynamic center. Concludes that Brazilian manufacturing suffers from competitiveness problem, especially in sectors of high technology, which amplifies the difficulties of promoting long-term growth, so it¿s development trajectory
Subject: Desindustrialização
Desenvolvimento regional
Desenvolvimento econômico
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sampaio_DanielPereira_D.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.