Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286431
Type: TESE
Title: Estruturas familiares e padrão de gastos em educação no Brasil : primeira década dos anos 2000
Title Alternative: Family structures and education expenditures patterns in Brazil : years 2000 first decade
Author: Remy, Maria Alice Pestana de Aguiar, 1955-
Advisor: Quadros, Waldir José de, 1949-
Abstract: Resumo: O objetivo principal deste trabalho é avaliar a dinâmica dos gastos das famílias brasileiras em educação sob o impacto concorrente das alterações populacionais, econômicas e sociais ocorridas na primeira década dos anos 2000. Dessa maneira, é possível traçar o percurso recente, facilitando a identificação de alguma intervenção necessária. A hipótese central é de que esse tipo de despesas, tendo sofrido interferência desses condicionantes, principalmente em relação à renda conduziriam ao aumento dos gastos em educação das famílias nesse período, apesar de se vivenciar um processo de transição demográfica que desacelera a necessidade contínua de criação de vagas na escola. Isso porque o crescimento da massa de renda da sociedade brasileira aconteceu para todas as camadas sociais, já que se supõe uma associação entre rendimentos e gastos com educação. Além disso, a intensificação da utilização da rede privada de ensino em todos os níveis implicaria em crescimento dos gastos por aluno, o que reforçaria a hipótese central. Uma hipótese secundária é a de que há diferenças expressivas nos padrões de gastos das famílias, que variam de acordo com o nível educacional a que o aluno esteja vinculado, básico ou superior, e da rede de ensino, pública ou privada. A combinação entre o nível e a rede de ensino reflete em certa medida os limites e possibilidades de orçamento e valores sociais das famílias brasileiras. A terceira hipótese é que as extremas desigualdades socioeconômicas existentes no Brasil também se reproduzem nos padrões de gastos com educação das famílias. Nesse caso, a combinação de alguns atributos como: sexo, raça/cor, idade, escolaridade, renda e região de residência implicariam em padrões de gastos em educação substancialmente distintos. Para comprovar ou não as hipóteses relacionadas este trabalho foi organizado em quatro capítulos. No primeiro, será exposto o panorama da educação no Brasil e no mundo, bem como os principais trabalhos e teóricos que refletem e influenciam o pensamento contemporâneo em matéria de educação. No segundo capítulo, procura-se contextualizar o período de estudo, descrevendo a dinâmica da renda, da população e dos gastos da sociedade brasileira. O terceiro capítulo vai ater-se aos gastos em educação e incorporará a dinâmica regional da população. No quarto capítulo, examina-se o impacto isolado de algumas características sociais e demográficas sobre as despesas em educação das famílias brasileiras procurando captar sua evolução durante a década e finalmente, na conclusão, se indica algumas proposições

Abstract: The main objective of this work is to evaluate the dynamics of the expenditures of Brazilian families in education under the concurrent impact of population, economic and social changes during the first decade of the 2000s. This way, it is possible to trace the recent development by facilitating the identification of any necessary intervention. The central hypothesis is that this type of expenditure influenced by these conditions, income in special would have been increased in this period despite the demographic transition, which has reduced the speed of the continuous necessity of creating school vacancy. This is especially due to the growth in total income of Brazilian society which occurred for all strata of society, since it assumes an association between income and education spending. Moreover, the private sector¿s enlargement for all educational levels would necessarily result in the growth of per student expenditure which reinforces the main hypothesis. A secondary hypothesis is that there are expressive differences in the families expenditures¿ patterns which varies according to the student level; elementary or higher education, and the student administrative entailment; public or private school. The arrangement between the student educational level and its administrative entailment reflects the limits, budget possibilities and social family¿s worth. A third hypothesis supports that the extreme socioeconomic inequalities that exist in Brazil also reproduce over the families educational expenditures. Therefore, the conjunction of some characteristics such as: sex, race/color, age, schooling, income and area of residence would imply in substantial distinct education expenditures patterns. To achieve the confirmation or non-confirmation of the listed hypothesis this paper is organized into four chapters. The first chapter presents the landscape of education in Brazil and in the world, as well as major works and writers that reflect and influence contemporary thinking in education. In the second chapter, the objective is to contextualize the study period describing the dynamics of the income, population and expenditures of the Brazilian society disaggregating them into various items. The third chapter will stick to spending on education and incorporate regional population dynamics. The fourth chapter examines the isolated impact of social and population characteristics on expenditure on education of Brazilian families looking to capture its evolution. Finally, the considerations will suggest some consensus¿ measures that could take place in a short period of time
Subject: Educação - Brasil
Consumo (Economia)
Famílias - Aspectos econômicos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Remy_MariaAlicePestanadeAguiar_D.pdf2.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.