Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/286138
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Desenvolvimento capitalista e realidade da produção agropecuária familiar na Amazônia Paraense
Title Alternative: Capitalist development and the real facts of the family agricultural production in the State of Pará, Amazon
Author: Herrera, José Antonio, 1979-
Advisor: Ramos, Pedro, 1953-
Ramos, Pedro, 1795-1871
Abstract: Resumo: O atrelamento do Brasil aos países desenvolvidos fez com que suas atividades econômicas fossem mais influenciadas por demandas externas do que pelas necessidades internas. Tal fato contribuiu para participações regionais desiguais. Nesse contexto a Amazônia é integrada à economia nacional de modo que o capital se aproveita das assimetrias das trocas não leais e desiguais para se expandir no território. Esse fenômeno se fez alterando as relações sociais e os meios de produção, estabelecendo mecanismos de geração de lucros facilitados na utilização dos recursos naturais. A exploração dos recursos passam ser mais intensa, degradando o meio ambiente e agravando os problemas sociais. A imposição do capital nas relações estabelecidas apesar de transformar a produção agropecuária familiar, não a eliminou, e essa apresenta distintas formas de produção e diferentes relações sociais. Partindo dessa premissa, buscou-se estudar a integração da Amazônia à economia nacional como resultado da expansão do desenvolvimento capitalista brasileiro, compreendendo como ocorre a interferência do capital no espaço agrário amazônico, principalmente na unidade de diversidade que constitui a produção agropecuária familiar no Sudoeste Paraense. O estudo foi realizado em três municípios que apresentavam diferentes formas de ocupação: Pacajá, área de Colonização Antiga; Anapu, área de PDS - Projeto de Desenvolvimento Sustentável; e Senador José Porfírio, a área de Projeto de Assentamento Convencional do INCRA - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Com base na teoria marxista, fez-se o estudo da integração da região à economia nacional, da estruturação do espaço agrário amazônico e principalmente como ocorreu a interferência do capital na realidade vivenciada por cento e cinquenta (150) famílias durante o ciclo agropecuário 2007-2008. Como procedimentos metodológicos foram utilizados parâmetros qualitativos (interpretação da realidade) e quantitativos (análise estatística) para compreender as determinações da atividade produtiva e o desempenho econômico. O fulcro do estudo está em entender como o desenvolvimento capitalista se aproveita das adversidades para se apropriar dos meios de produção no espaço agrário amazônico, compreendendo as diferentes formas de produção que os produtores agropecuários familiares estabelecem para permanecerem em meio às interferências do capital

Abstract: The linkage to the developed economies of Brazil made their economic activities were more influenced by external demands than by internal needs, this fact has contributed to unequal regional participation. In this context the Amazon is integrated into the national economy so that capital takes advantage of the asymmetries of unequal and not loyal exchanges to expand in the territory. This phenomenon was made changing social relations and the means of production, establishing mechanisms for generating easily gains using the natural resources. The exploitation of resources increase, degrading the environment and worsening social problems. Despite the imposition of capital in established relationships have transformed the family farm production, not eliminated it, and this presents different forms of production and different social relations. From this premise, we sought to study the integration of the Amazon to the national economy as a result of the expansion of capitalist development in Brazil, realizing as it does the interference of the capital in an Amazonian agrarian landscape, especially in the unity of diversity that constitutes the family agricultural production in Southwest of the state of Pará. The study was conducted in three counties, with different forms of occupation: Pacajá, Old Colony area; Anapu area PSD - Project for Sustainable Development, and Senador José Porfírio, the area of Conventional Settlement Project NICAR - National Institute of colonization and Agrarian Reform. Based on Marxist theory, it was studded the integration of the region to the national economy, the structure of Amazonian agrarian space and, especially, as was the interference of the capital actually experienced by one hundred fifty (150) households during the 2007-2008 agricultural cycle. In the methodological procedures were used qualitative (interpretation of reality) and quantitative parameters (statistical analysis) to understand the determination of productive activity and economic performance. The focus of the study is to understand how capitalist development takes advantage of adversity to take ownership of the means of agricultural production in the Amazon area, including the different forms of production that provide family farmers to remain amid the interferences of the capital
Subject: Capitalismo - Amazônia
Desenvolvimento econômico
Agricultura familiar
Recursos naturais
Amazônia - Aspectos sociais
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: HERRERA, José Antonio. Desenvolvimento capitalista e realidade da produção agropecuária familiar na Amazônia Paraense. 2012. 320 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/286138>. Acesso em: 20 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Herrera_JoseAntonio_D.pdf5.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.